Achei Sudoeste




Frango de carne negra é pesquisado na Uesb de Itapetinga

26 Nov 2015 - 18:00h

A carne de aves é uma boa alternativa para quem deseja uma dieta baseada em menor teor calórico e de gordura. A carne é classificada como branca, porém, há aproximadamente um ano, foi verificada na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) uma nova variabilidade da raça de frango Peloco, que possui a tonalidade da pele de cor negra. Essa característica foi constatada pelo professor Ronaldo Vasconcelos Farias Filho, coordenador do Laboratório Experimental de Avicultura, em Itapetinga, no sudoeste baiano. 

Segundo o professor, a raça Peloco, estudada pelo mesmo há oito anos, é mestiça e, portanto, traz em sua genética uma série de informações dos seus ancestrais. Para efeitos de pesquisa foram separados um grupo de pintinhos para observar se há transmissão dos genes. No momento, há um plantel com 50 pintinhos e três grupos reprodutores. A estimativa é que, em um ano, a Universidade tenha um plantel superior a quinhentas aves. Além da carne escurecida, outra característica dessa variante da raça Peloco é possuir uma carcaça menor. Segundo o professor, essa ave abre uma perspectiva bastante ampla na área de pesquisa e pode ser uma alternativa de produção para os agricultores familiares.