Achei Sudoeste
Achei Sudoeste
Igaporã
fechar

Igaporã: Motociclista perde controle da direção, colide em carro estacionado e morre Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Um condutor de uma motocicleta morreu neste sábado (18) na cidade de Igaporã após um acidente de trânsito. A informação foi confirmada ao site Achei Sudoeste pela 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). De acordo com a unidade, Jailton Belo da Guarda, conduzia a sua motocicleta, quando perdeu o controle da direção, por volta das 14h, e colidiu em um carro que estava estacionado na Rua Persival Rocha. O proprietário do carro informou para a PM que seu veículo estava estacionado em frente a sua residência, quando o condutor da motocicleta perdeu o controle da direção e ocorreu a colisão. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e socorreu a vítima para o Hospital Municipal de Igaporã. Segundo a PM, o óbito foi confirmado às 18h. O corpo de Jailton foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Guanambi para ser necropsiado. O Caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Não há informações sobre velório e sepultamento.

Motorista de carreta foge após acidente com veículo de passeio na BR-430 em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

O motorista de uma carreta fugiu da BR-430, trecho do município de Igaporã, após um acidente de trânsito registrado na madrugada desta segunda-feira (18). A informação foi confirmada ao site Achei Sudoeste pela 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). De acordo com a unidade, o sinistro ocorreu às 00h00, nas proximidades da localidade de Jardim, já no limite territorial da cidade com Caetité. O acidente foi entre um veículo Gol e uma carreta. Quando a guarnição da PM chegou ao local, a carreta já não se encontrava mais e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) havia prestado socorro às vítimas. Não há informações sobre o estado de saúde dos feridos.

Prefeito de Igaporã é acusado de usar recursos da Conder para outros fins Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

A prefeitura de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, é acusada de usar recursos liberados em convênios da Companhia de Desenvolvimento do Estado (Conder) para outras despesas da gestão, como pagamento de fornecedores e prestadores de serviços. Segundo denúncia recebida pelo Bahia Notícias, parceiro do Achei Sudoeste, a gestão de Newton Francisco Neves Cotrim (PT), o Neto, teria se utilizado do expediente em convênios firmados que deveriam ser usados para obras, como reformas de um auditório e de um mercado e pavimentação de ruas em um bairro da cidade [Alto do Cruzeiro]. Os dois primeiros tiveram as obras executadas, mas o último, da pavimentação, não teria sido realizado. O montante para as pavimentações foi de R$ 2 milhões. Conforme a acusação, a prefeitura teria usado o recurso para outras despesas, chegando a aplicar parte do valor [R$ 1,7 milhão] em fundos de investimentos, como forma de auferir lucro para as contas da gestão. Os outros convênios tiveram recursos liberados em R$ 829,5 mil [reforma do mercado] e R$ 266,9 mil [reforma do auditório]. Em 18 de dezembro passado, um ofício da Conder pedia explicações ao prefeito de Igaporã sobre uso dos recursos em pagamento de despesas em desacordo com o objetivo dos convênios.  

Igaporã: Sindicato denuncia alimentação regrada prejudicando profissionais de saúde Foto: Amado Benevides

Em Igaporã, na região sudoeste da Bahia, o Sindicato Municipal dos Servidores Públicos apontou que, mesmo fazendo plantão de 12 horas, os profissionais de enfermagem que atuam no Hospital Municipal estão com a alimentação regrada. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o Amado Benevides, presidente do sindicato, denunciou que a alimentação servida aos profissionais é pífia. “Uma hora é três bananas, uma hora é um pão com leite pra cada um, um pedaço de mandioca, ou seja, uma alimentação muito insatisfatória. Comer três bananas num plantão de 12 horas a pessoa vai conseguir ficar de pé?”, criticou.

Igaporã: Sindicato denuncia alimentação regrada prejudicando profissionais de saúde Foto: Amado Benevides

Os profissionais estariam levando comida de casa para não passar fome. O problema já havia sido levado ao conhecimento do secretário de saúde do município, porém não houve melhoria alguma. Agora, Benevides disse que o secretário sequer responde aos seus telefonemas ou mensagens. Segundo o sindicalista, a situação financeira do município é grave e delicada. “O servidor não precisa ser só bem pago, também precisa ser bem alimentado, ainda mais o profissional de saúde que passa por tantas situações adversas. É um verdadeiro descaso, uma situação de indignação”, finalizou. A nossa reportagem não conseguiu contato com a secretaria de saúde do município. 

Torre eólica pega fogo no Parque Eólico Alto do Alto Sertão em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na manhã desta quarta-feira (17), uma torre de 68m localizada no Parque Eólico do Alto Sertão, na Fazenda Mato Verde, em Igaporã, na região sudoeste da Bahia, na pegou fogo. Vídeos e imagens registrados no local revelam muita fumaça saindo da torre no parque, que é um dos maiores da América Latina. O radialista Roni Martins, da Rádio Alvorada FM, informou que se trata de uma fumaça escura e muito densa. Ainda não se sabe como o fogo teria iniciado. Representantes da Renova Energia já foram notificados sobre o foco de incêndio. O Parque Eólico do Alto Sertão compreende os municípios de Guanambi, Igaporã e Pindaí. Em nota enviada ao site Achei Sudoeste, a Renova Energia, informou um princípio de incêndio em um dos aerogeradores do Complexo Eólico Alto Sertão III. O complexo possui 155 aerogeradores. De acordo com a empresa, as equipes de manutenção, segurança e brigada de incêndio foram acionadas e a situação já foi controlada. “A unidade foi desligada do sistema e o parque segue operando normalmente”, disse. A Renova Energia já acionou o seguro da máquina afetada. O incidente foi pontual e não há novos focos de incêndio na vegetação ao redor da unidade, nem risco de alastramento. A Renova Energia informa que o aerogerador afetado passou por todas as manutenções preventivas planejadas. “A Companhia abriu investigação para verificar as causas da ocorrência”, finalizou a nota.

Igaporã: Família procura por jovem de 21 anos desaparecido desde a virada do ano Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na cidade de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, uma família está desesperada por notícias de um familiar desaparecido desde a véspera da virada de ano. Ao site Achei Sudoeste, Sarita Oliveira contou que o irmão Vitor Manoel Silva Lopes tem 21 anos e fazia uso de drogas. Ele sumiu usando uma blusa e calça pretas. Sarita disse que viu o irmão pela última vez no domingo (31), por volta de 13h, em frente a um bar. “Desse bar que ele estava ele foi pra outro próximo, onde estava tendo um churrasco, segundo as informações que nos passaram. Desse churrasco ele desceu pra praça, onde teria uma festa. Viram ele até 4h da madrugada na praça. De lá pra cá ninguém informa o paradeiro dele”, relatou. A família acredita que o jovem estava alcoolizado no momento do desaparecimento. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia local e a polícia está realizando as diligências necessárias com o objetivo de localizar o jovem. Quem tiver qualquer informação pode entrar em contato pelo telefone (77) 99189-7435.

Igaporã: Após rastreamento, PM localiza Iphone roubado enterrado em área de mata fechada Foto: Foundry

Nesta segunda-feira (08), a Polícia Militar de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, foi acionada por um indivíduo que afirmou ter conseguido rastrear a localização de seu celular, um iPhone 14, roubado nas proximidades da praça do forró, na noite anterior. Segundo informou a 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) ao site Achei Sudoeste, a localização do aparelho apontava para as imediações da estação de tratamento de água da cidade e, posteriormente, para dentro de uma mata fechada na Fazenda Ribeiro Rancho. No local, o proprietário ativou o alerta do aparelho através de outro celular e foi possível localizá-lo enterrado acerca de um palmo de profundidade do solo. O autor do roubo não foi encontrado.

Igaporã: PM realiza ação para coibir abusos com sons automotivos em praça pública Foto: Rádio Igaporã

Na última segunda-feira (01), populares acionaram a 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) para coibir a ação de proprietários de veículos que estavam utilizando equipamentos de som em alto volume em Igaporã, na região sudoeste da Bahia. Os veículos estavam enfileirados na Praça José de Brito Gondim, ao lado da Praça do Forró, onde foi realizada a festa da virada. De acordo com a Rádio Igaporã, uma guarnição se dirigiu ao local para providenciar o desligamento dos equipamentos. Segundo os policiais, os donos dos carros atenderam a determinação, retirando os veículos que estavam bloqueando a via pública.

Sindicato comemora atualização da lei orgânica municipal em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Em audiência realizada na Câmara de Vereadores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, a Lei Orgânica Municipal foi atualizada. Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Igaporã, Amado Benevides comemorou a manutenção da estabilidade dos servidores públicos. Ao site Achei Sudoeste, Benevides disse que, apesar das divergências com relação à minuta da lei, a estabilidade dos servidores foi mantida através da derrubada do artigo 73. “A classe trabalhadora sai vitoriosa. Essa derrubada do artigo 73 é uma vitória importante porque trazia uma certa instabilidade para os servidores de Igaporã, porém o sindicato estava presente na cada legislativa e conseguimos mostrar o nosso poder de representatividade e força na cidade”, destacou. Segundo Benevides, houve muito desgaste entre o sindicato e a Câmara de Vereadores no processo de discussão da minuta, mas a audiência foi produtiva e exitosa para a categoria. “Na audiência, o presidente do legislativo e os vereadores de situação, que estavam dificultando o processo, amoleceram mais o coração, foram mais sensíveis à causa dos trabalhadores e os objetivos foram alcançados. O dia de ontem foi de pacificação e harmonia, que é o que o sindicato sempre buscou”, avaliou.  

Câmara de Igaporã é revitalizada, instala painel eletrônico e devolve R$ 600 mil ao município Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

A Câmara de Vereadores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, foi totalmente reformada neste ano de 2023. Ao site Achei Sudoeste, o presidente do legislativo, Valdir Barros detalhou que foi instalado um painel de votação eletrônico no local e atualizados os aparelhos de transmissão e filmagem. Além disso, todo sistema da Câmara Municipal está sendo informatizado. Barros ainda destacou que o legislativo vai devolver aos cofres públicos a quantia de R$ 600 mil. “Vamos fechar o ano com muitas lei, indicações e projetos aprovados e o mais interessante: vamos restituir aos cofres da prefeitura aproximadamente R$ 600 mil, um valor considerável”, declarou.  

Audiência pública debate atualização da lei orgânica municipal em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Nesta quarta-feira (06), uma audiência pública foi realizada na Câmara de Vereadores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, para debater a atualização da Lei Orgânica Municipal. Presidente do legislativo, Waldir Barros (PT) relatou que, há cerca de 10 meses, os vereadores e a assessoria jurídica estão discutindo o conteúdo da minuta da lei e, agora, o processo de audiência pública para atualização do instrumento legal foi iniciado. Ao site Achei Sudoeste, Barros disse que, apesar de o começo ter sido tumultuado, o processo de atualização da lei orgânica está chegando ao final com base no entendimento. “Num primeiro momento, foi um processo muito tumultuado, muito embate e confusão porque é uma novidade pra Igaporã. Quando lançamos a ideia surgiu todo esse burburinho. No final, tudo foi se construindo através do entendimento e chegamos hoje a essa etapa semifinal”, afirmou. A atual lei orgânica do município tem 30 anos sem qualquer atualização. Na próxima segunda-feira, o texto entrará na pauta da sessão legislativa.   

Igaporã: Prefeitura não cobria consignados gerando dívidas aos servidores públicos Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Em Igaporã, na região sudoeste da Bahia, a prefeitura municipal, administrada pelo advogado Newton Francisco Neves Cotrim (PT), o Neto, não repassou o desconto do empréstimo consignado dos servidores ao Banco do Brasil. Este acionou o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais para fazer a intermediação com a prefeitura a fim de evitar a negativação dos servidores. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, Amado Benevides, presidente do órgão, informou que a prefeitura não cobria os consignados há cerca de dez meses, gerando o pagamento de juros por parte dos servidores. “Muitos servidores entraram no cheque especial porque muitos recebem salário mínimo e não tinha valor em conta pra efetivar despesas básicas. Ao entrar no cheque especial, os juros são diários. Eles procuraram o sindicato desesperados sem saber o que fazer”, relatou. Ao tomar conhecimento do problema, Benevides disse que procurou a Promotoria Pública, o prefeito e o banco para dialogar, bem como confeccionou um mandado de segurança a fim de proteger os servidores das cobranças indevidas. Na última terça-feira (14), porém, segundo o sindicalista, o prefeito informou que havia quitado o débito junto ao Banco do Brasil. De sua parte, a instituição financeira garantiu que estornaria os valores aos servidores até esta sexta-feira (17). Benevides alega nesse sentido que ainda resta saber se os juros cobrados também serão devolvidos aos servidores, visto que os mesmos não têm culpa do que aconteceu. "Estamos apenas defendendo os interesses dos servidores", afirmou. Apesar da aparente solução do impasse, o sindicato vai entrar com uma ação contra o Município por danos morais e materiais.

Veículo roubado é encontrado abandonado na zona rural de Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Um veículo foi encontrado abandonado na tarde desta quarta-feira (8), na zona rural de Igaporã, na região sudoeste da Bahia. De acordo com a 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), um Uno, cor preta, com placa NZS-9537 (licenciado em Salvador), estava em uma estrada vicinal na localidade de Lagoa da Torta, acerca de 14 quilômetros da sede do município. Uma guarnição da PM foi acionada e, no local, constatou, através de checagem ao sistema, que o veículo possuía restrição de furto/roubo. O carro foi apresentado na delegacia de Igaporã para adoção das medidas legais cabíveis.

Acidente entre carro e moto pilotada por menor é registrado na cidade de Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na sexta-feira (03), uma guarnição da 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) avistou um acidente de trânsito na Rua Argentina, na cidade de Igaporã, no sudoeste da Bahia. Uma colisão entre um automóvel Voyage, com placas de Guanambi, e uma motocicleta POP 100, com placa de Carinhanha, foi registrada. Um menor de 17 anos pilotava a moto. Ele foi socorrido pelo Samu 192 para o Hospital Municipal. Já o outro motorista foi liberado juntamente com o seu veículo. O Registro de Acidente de Trânsito (RAT) foi confeccionado.

Presidente da Câmara esclarece polêmica envolvendo o Fundo de Educação em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Em nota enviada ao site Achei Sudoeste, o presidente da Câmara de Vereadores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, Waldir Pires Ribeiro de Barros (PT), respondeu às acusações do presidente do Sindicato Municipal dos Servidores Públicos, Amado Benevides, no que se refere à votação e aprovação do Projeto de Lei que dispõe sobre a criação do Fundo Municipal de Educação. Segundo Barros, Benevides e a oposição se aliaram para tumultuar a sessão. “Foi uma sessão de polêmicas e trapalhadas numa estratégia sem noção da oposição aliada com o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Igaporã”, definiu. Na primeira votação, o Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade com os quatro votos da oposição. O presidente apontou que isso deixou transparecer que os edis sequer leram o projeto. Já na última sessão, cerca de 15 professores e o presidente do sindicato compareceram na plateia com faixas sobre o precatório. Barros relatou que, na oportunidade, um vereador da oposição solicitou a retirada do Projeto de Lei de pauta a fim de que pudesse ser anexada uma emenda ao mesmo. Questionado sobre a emenda, Barros disse que ele não soube informar porque, na verdade, se tratava de um parecer providenciado pelo presidente do sindicato. O presidente da Casa questionou se ele tinha conhecimento do teor do projeto de lei e, sem resposta, mandou que fosse ler e estudar o material pra não passar vexame em público. “Sentindo o desconhecimento vergonhoso sobre a matéria e que tinham enganado os professores alegando que era votação de precatório do Fundef, o presidente esclareceu aos presentes sobre o real conteúdo do projeto de lei. A meia dúzia de professores que estavam na plateia resolveram sair da sessão e do lado de foram começaram a vaiar os edis”, explicou, na nota.  

Igaporã: Sindicalista acusa presidente da câmara de ofender professores em sessão legislativa Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Durante votação do projeto para criação de um fundo municipal para recebimento dos precatórios dos professores em Igaporã, Amado Benevides, presidente do Sindicato Municipal dos Servidores Públicos, acusou o presidente do legislativo, Waldir Pires Ribeiro de Barros (PT), de ofender os professores. Ao site Achei Sudoeste, Benevides disse que o presidente debochou da categoria ao insinuar que os professores não entendiam sequer o que estavam pleiteando. Isso porque a categoria, através do sindicato, pediu à Câmara Municipal acesso ao texto do projeto para sugestão de emendas. Para Benevides, no município, tem prevalecido os interesses individuais em detrimento da luta coletiva. “Até dos nossos próprios advogados eles zombaram, falando que o texto não tinha fundamentação alguma e que advogado escreve o que quer. Peço ao povo de Igaporã que observem o que os vereadores estão fazendo: um amontoado de lambança com os direitos dos servidores. Pensem bem na hora de votar e votem em pessoas que entendem que a luta coletiva é mais importante que interesses individuais, que é o que está prevalecendo em Igaporã infelizmente”, afirmou.

Vereadores aprovam fundo dos precatórios sem transparência em Igaporã, diz sindicato Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na cidade de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, a Câmara de Vereadores aprovou a criação de um fundo municipal para recebimento dos precatórios dos professores, conforme determinado pelo Governo Federal. No entanto, segundo Amado Benevides, presidente do Sindicato Municipal dos Servidores Públicos, o Poder Legislativo não permitiu que o órgão e a categoria pudessem ter acesso ao texto de criação do fundo para sugestão de possíveis emendas. Ao site Achei Sudoeste, Benevides disse que o presidente negou o pedido do sindicato e, durante a sessão legislativa, ainda foi muito grosseiro com os professores. “Ele foi até ofensivo, falou que os professores deveriam estudar e que estávamos pleiteando algo que nem era direito nosso”, relatou. Por 7x4, apesar dos protestos da categoria, o projeto foi aprovado. Para o sindicalista, a Câmara não deu espaço de representatividade para o sindicato defender os interesses da categoria e nem garantiu a transparência devida ao processo.

Veículo com chave na ignição é furtado na frente de estabelecimento comercial em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Por volta de 22h50 do último sábado (21), a 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foi acionada por Izanilton Prates Cardoso Júnior, que relatou que seu veículo, um Uno, havia sido furtado em frente ao seu comércio na cidade de Igaporã, na região sudoeste da Bahia. Segundo ele, um indivíduo desconhecido entrou no veículo, que estava com a chave na ignição, deu partida e empreendeu fuga sentido a Matina, local em que o veículo foi encontrado abandonado. O caso foi registrado na Delegacia Territorial de Igaporã.

Homem armado morre durante confronto com a Rondesp Meio Oeste em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

No início da tarde desta terça-feira (03), a guarnição das Rondas Especiais (Rondesp) Meio Oeste realizava patrulhamento rural na cidade de Riacho de Santana quando recebeu uma denúncia de populares apontando que um indivíduo realizava disparos de arma de fogo na região. Após rondas, o indivíduo foi localizado na zona rural de Igaporã, no Território do Velho Chico. Ao visualizar a viatura, o agressor efetuou disparos contra os PMs, que revidaram. O suspeito foi atingido e socorrido até o Hospital Municipal de Igaporã, onde o óbito foi constatado pela médica plantonista. O nome do indivíduo não foi divulgado. Durante a ação, a Rondesp apreendeu uma pistola Taurus, cal. 765mm, com numeração suprimida, duas munições cal. 32 e R$ 20 em espécie. A ocorrência foi registrada na Delegacia Territorial de Guanambi.

Jovem de 18 anos morre com traumatismo craniano após acidente de moto em Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na tarde deste domingo (10), um jovem de 18 anos morreu após sofrer um acidente de moto na cidade de Igaporã, na região sudoeste da Bahia. O mesmo deu entrada no Hospital Municipal às 10h30 e o óbito foi constatado às 13h20. A 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) foi acionada até a unidade para registro da ocorrência. João Paulo Pereira da Silva de Jesus bateu a moto que pilotava em um poste na estrada da Gameleira. De acordo com o relatório médico, o mesmo dirigia sem o uso do capacete, sofrendo com o impacto traumatismo cranioencefálico grave. O local foi isolado até a chegada do Departamento de Polícia Técnica (DPT). O corpo de João Paulo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) em Guanambi para ser necropsiado. A PM deslocou-se para o local do acidente e recolheu a moto para apresentação na delegacia da cidade.

Contas da Câmara de vereadores de Igaporã são aprovadas Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na sessão desta quarta-feira (06), os conselheiros da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovaram, ainda que com ressalvas, as contas da Câmara de Vereadores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, de responsabilidade do vereador Edmarcos Fernandes Magalhães (PT), o Marcão de Seu Bebé, relativas ao exercício de 2021. A conselheira Aline Peixoto, relatora do parecer, não imputou multa ao gestor, em razão da pouca relevância das ressalvas. Durante o exercício, a Câmara de Abaíra recebeu – a título de duodécimo – R$1.684.775,89 e realizou despesas no montante de R$1.677.994,72, em cumprimento ao limite estabelecido no artigo 29-A, da Constituição Federal. A folha de pagamento de pessoal alcançou o montante de R$1.509.904,04, correspondente a 3,13% da receita corrente líquida municipal de R$48.282.744,03 – não ultrapassando, consequentemente, o limite de 6% estabelecido na Lei de Responsabilidade Fiscal. O relatório técnico apontou, como ressalvas, a ocorrência de equívocos e/ou omissão na inserção dos dados declarados no sistema SIGA e impropriedades identificadas na fase de liquidação das despesas. A 1ª Câmara do TCM é presidida pelo conselheiro Ronaldo Sant’Anna e composta pelos conselheiros Aline Peixoto e Plínio Carneiro Filho, e pelos auditores Antônio Carlos da Silva e Antônio Emanuel de Souza. Cabe recurso da decisão.

Três homens armados surpreendem motorista e roubam veículo na BR-430 em Igaporã Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste

Um homem residente na cidade de Paramirim foi surpreendido por três homens armados, na tarde desta quarta-feira (06), por volta das 14h25, na BR-430, trecho do município de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, e teve o seu veículo, uma Amarok 4x4, cor prata, tomada de assalto no local. A informação foi confirmada ao site Achei Sudoeste pela 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM). O fato foi registrado no trevo que dá acesso a Tanque Novo, quando a vítima foi surpreendida por um veículo Strada, de cor marrom, com três indivíduos armados e efetuaram o assalto. Após a ação, os meliantes foram no sentido a Caetité. O proprietário do veículo registrou uma ocorrência na Delegacia Territorial de Igaporã. Até o momento, o carro não foi localizado.  

Igaporã: Líder sindical declara que está temeroso após ser ameaçado pelo presidente da Câmara Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Na quarta-feira (30), foi realizada uma reunião com o presidente do legislativo, vereadores, secretário de saúde, coordenadores da atenção básica e trabalhadores da saúde em Igaporã, na região sudoeste da Bahia, a fim de debater sobre o projeto de lei com emendas sobre o piso da enfermagem que foi apresentado na Câmara. Ao site Achei Sudoeste, Amado Benevides, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Igaporã (Sinsermig), disse que foi ameaçado pelo presidente do legislativo, vereador Waldir Pires Ribeiro de Barros (PT), na frente de todos os presentes. “Ele disse que o que era meu estava guardado, na frente de vários representantes da sociedade civil. Foi um momento de truculência, que eu fiquei sem saber o que falar. Fomos para um debate de ideias, para saber como seria equacionada a questão do cumprimento do piso do município”, afirmou. Para o líder sindical, o presidente agiu com revanchismo e sem pensar. “Me chamou de moleque, irresponsável, mandou eu calar a boca. Não podemos compactuar com atitudes dessa natureza, ainda mais vindas de pessoas que representam o poder no município”, afirmou. A assessoria jurídica do sindicato já está tomando as medidas cabíveis ao caso. Para o líder sindical, a situação é séria e inadmissível em um regime democrático. Procurado pela nossa reportagem, o vereador Waldir Pires disse que sequer conversa com o sindicalista, porque é uma pessoa que vive criando situações constrangedoras e ameaçando na tentativa de conseguir o que deseja. De acordo com Pires, durante a reunião, ele e mais dois colegas parlamentares, reclamaram de uma postagem feita pelo Amado Benevides nas redes sociais, em que colocava os vereadores de situação contra os profissionais de enfermagem. “Reclamamos da postagem dele, dizendo que isso era molecagem e que cheirava politicagem barata. Não houve em momento algum, ameaça a ninguém até porque a sala estava cheia de pessoas participando do evento”.

Câmara de Igaporã rejeita emendas sobre pagamento do piso salarial da enfermagem Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

O Sindicato dos Servidores de Igaporã, na região sudoeste da Bahia, solicitou junto à Câmara de Vereadores a aprovação de duas emendas, as quais enriqueceriam o projeto de lei nº 15, que versa sobre a autorização do pagamento do piso nacional da enfermagem no âmbito do município. A primeira emenda, apoiada pela bancada de oposição e negada pela bancada de situação, refere-se ao escalonamento já previsto na portaria do próprio Ministério da Saúde sobre o pagamento dos proventos de acordo com as faixas salariais das categorias seguindo a ordem: enfermeiro, técnicos de enfermagem, auxiliares e parteiras. A segunda emenda refere-se ao retroativo do mês de maio, a qual determina, de acordo coma mencionada portaria, o pagamento retroativo, o que facilitaria uma melhor transparência e fiscalização dos recursos públicos destinados a essa finalidade. Segundo o presidente do sindicato, Amado Benevides, o projeto passou conforme o que a bancada de situação e o prefeito queriam, visto que o presidente da casa agiu com revanchismo contra a sua pessoa. “Foi apreciada apenas a autorização do pagamento do piso sem apreciar as duas emendas propostas pelo sindicato. Em Igaporã, temos enfrentado muita resistência. Tá sendo difícil a condição do trabalhador”, lamentou. Ele ressaltou a importância do sindicalismo na luta por direitos e a necessidade urgente de que a classe política da situação de Igaporã reveja as políticas de valorização dos servidores.

Vereadores protocolam pedido de abertura de CPI para investigar atos do prefeito de Igaporã Foto: WhatsApp/Achei Sudoeste

Quatro vereadores da bancada de oposição ao prefeito Newton Francisco Neves Cotrim (PT), o Neto, em Igaporã, na região sudoeste da Bahia, protocolaram um requerimento na Câmara Municipal solicitando a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar e apurar responsabilidades do gestor, no período compreendido entre janeiro de 2021 até a presente data, as quais evidenciam violações aos princípios constitucionais da legalidade, moralidade e impessoalidade. Segundo documento recebido pelo site Achei Sudoeste, as denúncias incluem a não quitação do 13º salário dos servidores públicos no mês de seus aniversários, atrasos nos pagamentos dos salários de funcionários comissionados e contratados, acompanhados por suspeitas sobre os critérios utilizados na seleção daqueles que receberam os pagamentos, atrasos dos pagamentos dos prestadores de serviços do Transporte Escolar, assim como dos fornecedores, prestadores de serviços e locações. No pedido, os vereadores querem ainda que seja investigada a falta de material básico para os atendimentos dos usuários nas unidades de saúde, comprometendo o serviço público de saúde do município, o bloqueio para realização de novos empréstimos consignados a serem contratados pelos servidores municipais com os bancos, a origem e os motivos das dívidas acumuladas pelo Município através de suas diversas secretarias e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), os descontos e reduções nos pagamentos aos funcionários terceirizados da empresa EMBRAED, e a utilização indevida de equipamentos públicos, como máquinas e caçambas, para serviços de natureza particular. Os parlamentares alegam que, somente a partir de uma abordagem rigorosa e imparcial, será possível oferecer respostas conclusivas à população, assegurando um futuro mais justo e confiável para a cidade de Igaporã.

Arquivo