Achei Sudoeste




Codevasf fiscalizará barragem em Rio do Pires

21 Mar 2019 - 11:00h

Em meio a protestos dos moradores acerca do comprometimento da estrutura da Barragem José Ferreira, no povoado de Rio da Caixa, em Rio do Pires, a 180 km de Brumado, a Companhia de Desenvolvimento do Vale do São Francisco (Codevasf) realizará uma vistoria nesta quinta-feira (21). Em nota, a companhia informou que enviará um grupo para avaliar a situação da barragem, juntamente com representantes da Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) e do Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema). Segundo José Carlos Costa, representante do “Movimento Queremos Água”, a barragem apresenta rachaduras e infiltrações desde setembro de 2018. O técnico de eletrônica teme pelo risco de rompimento e os danos que podem ser causados à comunidade. “Se a barragem vier a romper vai inundar o povoado da Placa, que está próximo da barragem e a população corre risco de morte”, destaca. Além dos riscos presentes na estrutura relatados por moradores, a falta de água é uma das consequências apontadas por representantes da cidade. A barragem é utilizada para o fornecimento de água na região pela Embasa. Ao Bahia Notícias, o prefeito do município, Gilvanio Antonio dos Santos(PP), o Vânio de Gildásio, revelou que já foram realizadas audiências com a população, Codevasf e Embasa. No entanto, a única ação efetiva foi a realização de uma vistoria por dois engenheiros da Codevasf no mês de novembro de 2018. “No final do ano, eles fizeram essa fiscalização na barragem, mas nenhum relatório e conclusão foram entregues depois. Já estamos em março e nada foi feito”, afirma. A visita foi resultado da manifestação da população do município que organizou o movimento “Queremos Água”, que busca soluções para os problemas estruturais da barragem e a qualidade da água fornecida pela Embasa.