Achei Sudoeste




Brumado: Dentista esclarece dez mitos e verdades sobre clareamento

29 Jul 2019 - 07:30h

Apesar de tanta fama e uma procura exagerada pelo clareamento dentário, esse procedimento ainda gera muitas dúvidas. Para ajudar a entender como ele funciona, se faz mal, quando é recomendado, entre outras coisas, o especialista Anderson Tadeu, da clínica Neo Odonto, esclarece os 5 maiores mitos e verdades na hora de branquear os dentes.

Clareamento enfraquece o dente

Mito. O clareamento consiste em uma reação química. O gel clareador age no pigmento que ocasiona o escurecimento dental. Esse processo não é abrasivo e não afeta a estrutura dos dentes. 

Cremes dentais funcionam como clareadores

Mito. Os cremes dentais branqueadores possuem muito pouca quantidade de agentes ativos do clareamento dental. Mas, por serem abrasivos, removem manchas externas e apenas dão a impressão de dentes mais brancos.

Receitas caseiras com bicarbonato de sódio, limão, água oxigenada, carvão e casca de laranja clareiam os dentes

Mito. Estes produtos citados não possuem o potencial clareador.

Durante o clareamento não pode ingerir bebidas e alimentos com corantes

Verdade. Durante o tratamento clareador alguns alimentos, bebidas ou produtos devem ser evitados, pois podem interferir no resultado final do tratamento. A durabilidade da cor alcançada com o clareamento será reduzida se o paciente consumir excessivamente algumas bebidas como café ou chá preto ou ainda fumar. 

Qualquer pessoa pode fazer clareamento

Parcialmente verdade. Existem alguns casos em que o tratamento não é indicado como: em mulheres grávidas, crianças menores de 15 anos com o esmalte ainda não completamente formado, pacientes que apresentam doença periodontal, alérgico aos componentes da fórmula e pacientes com retração gengival.

O consultório Neo Odonto fica localizada na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. A Neo Odonto conta com uma equipe especializada e pronta para fazer o seu diagnóstico e indicar o tratamento necessário. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).