Achei Sudoeste




Maradona é enterrado na Argentina

26 Nov 2020 - 20:05h

O velório de Diego Armando Maradona na Casa Rosada, sede do governo argentino, foi palco de muitas homenagens e despedidas emocionadas para o ídolo, mas também de embates e caos ao longo desta quinta-feira (26). De acordo com o Uol, a cerimônia em Buenos Aires inicialmente estava prevista para terminar às 16h. Houve o anúncio de que ela seria estendida até as 19h, mas acabou antes mesmo do horário original devido aos tumultos durante sua realização. Com filas enormes, aglomerações e fãs sem perspectivas de se despedir do ex-jogador após horas à espera, houve confrontos com a polícia. A visitação foi interrompida pela invasão de cidadãos ao prédio oficial, e o caixão com o corpo de Maradona acabou retirado do local onde estava exposto. Houve discussões sobre retomar a cerimônia, como gostaria o governo, ou encerrá-la de vez, seguindo a vontade da família. A segunda opção prevaleceu. O ex-jogador foi enterrado no final da tarde, no cemitério Jardim da Paz, na região de Bella Vista, a 35 km da capital, em uma celebração pequena, apenas para familiares e pessoas próximas. O ex-jogador morreu aos 60 anos na quarta (25), em casa, quando se recuperava de uma cirurgia na cabeça (veja aqui). Resultado final da autópsia, divulgado nesta quinta, apontou insuficiência cardíaca crônica.