Achei Sudoeste




Poções: Justiça determina afastamento de chefe de gabinete, que é ex-prefeito da cidade

28 Out 2021 - 09:00h

O chefe de gabinete da prefeitura de Poções, no Sudoeste baiano, foi afastado pela Justiça. Segundo a TV Sudoeste, o acusado foi identificado Otto Wagner de Magalhães (PCdoB), ex-prefeito da cidade. Ele é marido da atual prefeita Irenilda Cunha de Magalhães (PCdoB), a Dona Nilda. Conforme o Ministério Público do Estado (MP-BA), o homem, que não teve a identidade revelada, é acusado de ter feito despesas não autorizadas por lei em desrespeito às normas financeiras. De acordo com o promotor de Justiça Ruano Fernando da Silva Leite, autor da ação, o suspeito quando cumpria o mandato de prefeito municipal, entre 2013 e 2016, teria ordenado e efetuado pelo menos 196 vezes despesas não autorizadas por lei. O parquet informou que uma representação do município de Poções revelou que o acionado teria criado um evento na folha de pagamento dos servidores públicos municipais denominado “adicional informado”. O prejuízo gerado foi de R$ 2,9 milhões aos cofres públicos.