Brumado: Aprovada cotas para afrodescendentes; elas podem se estender para pessoas de baixa renda

29 Abr 2014 - 15:50h

De autoria da vereadora Liu Vasconcelos (PCdoB), o Projeto de Lei de nº 008/2014, que dispõe sobre a reserva de vagas para afrodescendentes nos concursos públicos para provimento de cargos efetivos e empregos públicos integrantes dos quadros permanentes de pessoal do poder executivo e legislativo do município de Brumado, foi aprovado por unanimidade durante sessão realizada na última segunda-feira (28). Mesmo com a aprovação, os vereadores Weliton Lopes (SDD), Alessandro Lôbo (PSL) e Castilho Viana (PSB) fizeram algumas ressalvas visando ampliar o modelo de abrangência do projeto. Os parlamentares entendem que, mesmo que haja uma dívida social com a raça negra, o documento deve atender uma demanda ainda maior. Eles querem que o projeto seja estendido a indivíduos de baixa renda, que, segundo eles, também precisam ser assistidos pelo sistema de cotas. “Eu sou a favor da cota social. Precisamos fazer um resgate social em nosso país. E é por isso que, além da cota para negro, também será elaborada uma emenda para pessoas inscritas no Número de Identificação Social, pois há muitos brancos que não têm boa condição social, assim como há muitos negros ricos”, argumentou Lopes, apoiado pelo presidente da Casa Legislativa. Lôbo vê a cota para afrodescendentes como ambígua no que diz respeito a sua linguagem de identificação. “O grande problema que eu vejo nessa lei é que não se define negro, mas afrodescendente e com isso há muitas pessoas que não são negras, mas são afrodescendentes. O nosso intuito com essas emendas que serão apresentadas é buscar corrigir o débito social que o Brasil tem com as classes menos favorecidas”, resumiu.

Comentários

Jeovane Soares

"Porque não oferecer uma educação de qualidade e melhorias nas escolas? Dá essa oportunidade à uma pessoa que não tem capacidade não vai ajudar! Rotular uma pessoa como afrodescendente ou baixa renda é muito fácil. Isso é uma compensação do passado dos negros ou pobres desse País? Isso é ridículo vindo de pessoas que nem entendem os conceitos como estes citados! Isso é uma esmola! Não queremos esmola, queremos respeito, justiça! Isso vicia ou humilha. No meu caso e de muitos outros que tem a capacidade de entender a concepção "cotas" é uma HUMILHAÇÃO!"

Aline

"Seria mais coerente dizer RAÇA HUMANA e não raça negra, pois quando tratamos em raça, estamos falando de animais e não seres humanos. "

Deixar comentário

Comentário

mais notícias