Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

12 Set 2019 - 08:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

12 Set 2019 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral possui convênio com vários planos de saúde a fim de oferecer as melhores condições de pagamento aos seus pacientes. O consultório trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação agora mesmo e agende o seu tratamento. O Neo Odonto fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

10 Set 2019 - 07:30h

O médico Psiquiatra é o especialista que lida com a prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação das diferentes formas de sofrimentos mentais, como depressão, transtornos bipolar, esquizofrenia, demência e transtornos de ansiedade. O Centro Médico São Gabriel traz para Brumado e região o especialista em Psiquiatria Leonardo Alves Marciel, membro titular da associação Brasileira de Psiquiatria. Agende sua consulta: (77) 3441-1502 / (77) 99925-8807 (WhatsApp).

09 Set 2019 - 09:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

09 Set 2019 - 08:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação e tenha um sorriso lindo e saudável. O consultório fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. O Neo Odonto conta com uma equipe especializada e pronta para fazer o seu diagnóstico e indicar o tratamento necessário. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

06 Set 2019 - 16:30h

Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e publicado nesta quinta-feira, 5, na Nature Communication descobriu que o vírus zika é capaz de infectar tecidos cerebrais adultos. Antes, acreditava-se que a doença afetava somente células progenitoras ou neurônios ainda imaturos, como os dos fetos em desenvolvimento no útero materno. O estudo, contudo, mostra que a zika pode se replicar também no cérebro de pessoas adultas e causar prejuízos de memória e problemas motores. A descoberta dos cientistas brasileiros esclarece casos de complicações neurológicas em adultos infectados durante o surto da doença, em 2015 e 2016. “[Na época] aumentou o número de casos e, junto com a microcefalia, que foi o que chamou mais a atenção, começaram a aparecer complicações em pacientes adultos”, disse uma das coordenadoras da pesquisa, a neurocientista Claudia Figueiredo. De acordo com a Veja, apesar de a doença ser autolimitada, com sintomas leves, muitos pacientes apresentavam quadro mais grave: alguns entravam em coma ou tinham internações por períodos mais longos. “Então, surgiu a nossa pergunta: os pesquisadores têm mostrado que o vírus se replica em células progenitoras, que são aquelas do feto, do nervo central. Será que esse vírus não infecta também o neurônio maduro? Foi aí que começou a nossa abordagem”, relatou Claudia. O vírus, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, foi responsável por cerca de 5.000 casos suspeitos de Síndrome Congênita do Zika no Brasil apenas entre 2015 e 2016, infectando células cerebrais ainda em desenvolvimento no útero materno e causando microcefalia em bebês.

05 Set 2019 - 08:30h

Em Brumado, o Laboratório Exame utiliza a técnica de química seca na análise dos exames laboratoriais. A tecnologia recebe esse nome por dispensar o uso de água em qualquer uma de suas etapas, sendo muito mais segura e eficaz em seus resultados. A margem de erro é muito menor do que na técnica convencional. A tecnologia avançada é usada nos grandes laboratórios do país. Faça seus exames no Exame e tenha a garantia de resultados precisos. O laboratório fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

04 Set 2019 - 17:30h

Médicos e nutricionistas estão constantemente alertando para os perigos do consumo excessivo de fast food devido aos riscos de saúde relacionados à obesidade, colesterol e doenças cardiovasculares. Agora, um novo caso mostra que os perigos de uma alimentação com baixos níveis nutricionais são ainda mais preocupantes: um jovem britânico de 17 anos ficou cego depois de passar quase 10 anos sem ingerir frutas e vegetais. As refeições do rapaz, que não teve o nome revelado, eram baseadas em chips de batata, batata frita convencional e pão branco – às vezes, ele comia fatias de presunto ou salsicha. De acordo com a equipe do Bristol Eye Hospital, no Reino Unido, que atende o caso do jovem, a alimentação inadequada levou-o a desenvolver neuropatia óptica nutricional, condição geralmente provocada pela falta de vitamina B12. A deficiência nutricional já havia sido detectada quando ele tinha 14 anos e foi levado ao médico pela primeira vez devido às constantes reclamações de cansaço. Os exames indicaram anemia com baixos níveis da vitamina. Diante dos resultados, o médico prescreveu injeções de vitamina B12 e aconselhou o adolescente a melhorar a dieta.  O relatório do caso, publicado no periódico Annals of Internal Medicine, indica que mesmo com a suplementação, a situação do rapaz continuou a piorar porque ele não conseguiu melhorar a alimentação. De acordo com os pais do garoto, desde criança ele tinha o paladar muito exigente e não aceitava comer uma série de alimentos. “Ele explicava [esse comportamento] como uma aversão a certas texturas de comida que ele não conseguia tolerar, e, portanto, as batatas fritas e chips eram realmente os únicos tipos de alimento de que ele tinha vontade e achava que podia comer”, explicou Denize Atan, médica que cuidou do jovem, à BBC.

04 Set 2019 - 11:30h

Um estudo recém-publicado indicou que adolescentes entre 12 e 15 anos que sofrem bullying na escola apresentam risco até três vezes maior de tentar o suicídio. Agora, uma nova pesquisa fortalece a relação entre a prática violenta no ambiente escolar e o pensamento suicida. O levantamento, realizado no Reino Unido, indica que na faixa etária de 11 a 16 anos, pelo menos 17% dos adolescentes vítimas de bullying consideram tirar a própria vida para fugir da perseguição. Além disso, 78% afirmaram que o problema causa ansiedade e pode fazê-los perder noites de sono (56%). Os novos dados ainda mostram que 57% das crianças já sofreram bullying em algum momento da vida escolar e 74% testemunharam alguém sendo intimidado. De acordo com a Veja, o problema do bullying é muito grave, pois afeta diversos aspectos da vida do adolescente, incluindo saúde mental, desempenho acadêmico e frequência escolar. A pesquisa indica que 35% das vítimas de bullying passaram a faltar às aulas e 20% precisaram mudar de escola. Algumas crianças abandonaram o colégio de vez e passaram a ser educadas em casa. No Brasil, no entanto, essa prática não é permitida e os alunos precisam estar regularmente matriculados em uma escola pública ou particular. De acordo com o levantamento, 23% dos adolescentes acreditam que a escola não está conseguindo controlar o problema. “A alta prevalência de vitimização por bullying e o risco aumentado para tentativas de suicídio entre as vítimas da prática apontam para a necessidade urgente de implementar intervenções eficazes para lidar e prevenir os dois problemas”, comentou Ai Koyanagi, autor da pesquisa anterior.

04 Set 2019 - 09:30h

Uma mulher deu à luz quíntuplos na noite desta segunda-feira (2), em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. As crianças nasceram prematuras, de 28 semanas, segundo a família. A gravidez de Anieli Camargo Kurpel, 24 anos, aconteceu de forma natural. O casal conta que estavam tentando ter um filho desde o fim de 2018. De acordo com o G1, antes de descobrir que estava grávida de quíntuplos, a jovem ouviu em uma consulta que havia a suspeita de que ela poderia ter um cisto no ovário ou um tumor no útero. Anieli e o marido, Luis Fernando Araújo, de 33 anos, moram em Chopinzinho, no sudoeste do Paraná. A descoberta dos quíntuplos veio no início de abril, durante um exame de ultrassom. Por ser considerada uma gravidez de risco, a jovem precisou de cuidados constantes durante a gestação. Em julho, ela foi levada para o Hospital do Rocio, na Região Metropolitana de Curitiba, onde aguardou o nascimento dos filhos.

02 Set 2019 - 09:30h

Em Brumado, o Laboratório Exame utiliza a técnica de química seca na análise dos exames laboratoriais. A tecnologia recebe esse nome por dispensar o uso de água em qualquer uma de suas etapas, sendo muito mais segura e eficaz em seus resultados. A margem de erro é muito menor do que na técnica convencional. A tecnologia avançada é usada nos grandes laboratórios do país. Faça seus exames no Exame e tenha a garantia de resultados precisos. O laboratório fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

02 Set 2019 - 08:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação e tenha um sorriso lindo e saudável. O consultório fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. O Neo Odonto conta com uma equipe especializada e pronta para fazer o seu diagnóstico e indicar o tratamento necessário. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

01 Set 2019 - 06:25h

Pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) descobriram que a cera produzida no ouvido é capaz de ajudar no diagnóstico do câncer. A pesquisa do laboratório de Química da universidade identificou 27 substâncias que, se estiverem presentes na cera do ouvido, indicam a existência de câncer em alguma parte do corpo. Ao todo, 102 voluntários participaram do estudo. Com amostras do tamanho de um grão de arroz foi possível, segundo os pesquisadores, identificar quem estava doente. A ideia dos estudiosos é que, por ser simples, a análise da cera de ouvido se torne tão comum quanto um exame de sangue usado pra detectar problemas de saúde. A descoberta, chamada de uma Nova Fronteira no Diagnóstico de Câncer em Humanos, foi publicada em uma das mais importantes revistas especializadas do mundo, a Scientific Reports. “A cera tem uma ação anti-bactericida, de proteção da região e tem ação para proteger da entrada de corpos estranhos”, disse a médica e professora da UFG, Melissa Avelino. A pesquisa apontou que que além de ser uma barreira, a cera também carrega informações importantes sobre o corpo humano. “A cera é um produto de secreção que concentra aquilo que é uma impressão digital do que as nossas células produzem, então, quando a cera é produzida, ela tem ali componentes que podem ter sido produzidos por células saudáveis e por células cancerosas”, disse o coordenador da pesquisa, Nelson Antoniosi. Com a pesquisa, em cinco horas é possível verificar se o paciente tem ou não câncer. O estudo também revelou que o exame é capaz de detectar a doença ainda no estágio inicial, o que aumenta a chance de cura. O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que o número de novos casos da doença no Brasil chegue a 580 mil até o fim do ano.

30 Ago 2019 - 11:30h

Há algum tempo a depressão está sendo considerada o “mal do século”. No Brasil, a doença atinge 5,8% da população – taxa que está acima da média global (4,4%), segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Apesar de o assunto ser cada vez mais abordado, ainda há muita desinformação a respeito da depressão e as pessoas sentem vergonha de falar sobre o assunto. A questão é tabu inclusive entre os mais jovens – população cuja taxa de suicídio vem aumentando nos últimos anos. Novos dados revelam que 23% dos adolescentes entre 13 e 17 anos enxergam o transtorno mental como um “momento de tristeza” e não uma doença grave, revela pesquisa realizada pelo Ibope. “Doenças psiquiátricas ainda são um tabu muito grande. Por isso as pessoas tentam ‘fugir’ da questão ao associá-la a problemas simples, pois são mais fáceis de encarar”, explica o psicólogo André Garcia. O levantamento ainda mostrou que, na mesma faixa etária, 39% dos adolescentes afirmaram que, caso recebessem o diagnóstico de depressão, não revelariam para familiares. O porcentual foi mais alto do que a taxa média verificada entre todas as idades (22%). Esse dado é ainda mais alarmante quando verifica-se a faixa etária entre 25 a 34 anos: 63% das pessoas disseram que não contariam para a família pela vergonha de admitir um quadro depressivo. No grupo jovem (18 a 24 anos), 56% declararam que não mencionariam o diagnóstico de depressão no ambiente de trabalho ou acadêmico (escola/faculdade). De todas as faixas etárias analisadas, a menor taxa ficou entre pessoas com 55 anos ou mais (28%). Eles também estão mais bem informados quando o assunto é antidepressivos: 58% acreditam que a medicação é eficiente. Esse resultado surpreende, já que o tabu sobre a depressão está fortemente associado a pessoas mais velhas. A medicação é um problema entre os mais jovens: 53% acreditam que os medicamentos para depressão não funcionam ou não têm certeza de sua eficiência. Outro dado problemático aponta que 29% deles não acreditam que a depressão possa ser tratada com sucesso. Entre a população mais velha, apenas 18% têm essa visão. A crença pode afetar a adesão ao tratamento: 23% dos jovens de 18 a 24 anos revelaram que não tomariam antidepressivos mesmo sob prescrição médica. Atitude semelhante foi notada em 34% dos adolescentes (13 a 17 anos). Nesse mesmo grupo, 12% afirmaram que não procurariam um psiquiatra, mesmo tendo recebido encaminhamento médico.

30 Ago 2019 - 10:30h

Faltam quatro meses para o verão. Parece que ainda está longe demais para fazer uma contagem regressiva. Algumas pessoas, contudo, já começam a cuidar mais da dieta e a aumentar a prática de atividade física para garantir a boa forma. Na busca pelo corpo perfeito, alguns recorrem a atalhos perigosos. O uso de anabolizantes é um exemplo. As substâncias têm o potencial de aumentar o metabolismo e garantir o crescimento muscular. Ao mesmo tempo, elas também provocam aumento da pressão arterial, da coagulação, da retenção de líquidos, além do maior risco de infarto e derrame. No programa Veja Saúde, a jornalista Natalia Cuminale, entrevista Marcelo Sampaio, cardiologista da BP – a Beneficência Portuguesa. Na conversa, o médico explica os riscos do uso de anabolizantes para a saúde. Além disso, Sampaio esclarece em quais casos os suplementos alimentares são necessários e quando não precisam ser indicados. Semanalmente, o programa Veja Saúde recebe médicos e especialistas das mais variadas áreas para falar sobre qualidade de vida e cuidados com o corpo e a mente. O programa também tem a versão curta, em pílulas, sobre vários temas.

29 Ago 2019 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação e tenha um sorriso lindo e saudável. O consultório fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. O Neo Odonto conta com uma equipe especializada e pronta para fazer o seu diagnóstico e indicar o tratamento necessário. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

28 Ago 2019 - 15:30h

Nesta quarta-feira (28), a Secretaria Estadual da Saúde confirmou a primeira morte por sarampo na capital. Esse é também o primeiro óbito registrado pela doença em todo o estado de São Paulo. A vítima é um homem de 42 anos, sem registro de imunização. De acordo com o último balanço divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, o estado tem 2.457 casos da doença. A maior parte deles (66%) se concentram na capital paulista, o que equivale a 1.637 pessoas contaminadas pela doença. De acordo com a Veja, diante do surto, a prefeitura de São Paulo decidiu prorrogar a campanha de vacinação contra sarampo para jovens de 15 a 29 anos e bebês de 6 meses a um ano de idade até o dia 31 de agosto. A recomendação é de que todas as pessoas incluídas nesses grupos se imunizem, independentemente de já terem tomado as duas doses da vacina anteriormente.

28 Ago 2019 - 11:30h

O período da menopausa é extremamente desconfortável para a maioria das mulheres, especialmente por causa dos sintomas, que incluem ondas de calor, distúrbios do sono e secura vaginal. Por isso, nesta fase da vida, a mulher necessita de apoio emocional, especialmente das pessoas mais próximas, como familiares e amigos. Aliás, a falta de suporte pode até mesmo agravar os sintomas da menopausa, segundo estudo publicado esta semana no Journal of Epidemiology & Community Health. Entre os principais riscos aos quais as mulheres estão sujeitas na menopausa é o enfraquecimento ósseo, ocasionado pela queda nos níveis de estrogênio (hormônio feminino). Segundo os pesquisadores, esse risco pode ser ainda maior quando a mulher mantém relacionamentos ruins, seja de amizade, familiar ou conjugal. Isso acontece porque essas relações causam stress que, por sua vez, altera os níveis hormonais, incluindo hormônios tireoidianos, do crescimento e glicocorticoides. Todos esses hormônios interferem no funcionamento e manutenção do esqueleto. A equipe explica que essas alterações na densidade mineral óssea (DMO) colocam as mulheres em maior risco de sofrer fraturas ou desenvolver osteoporose. A pesquisa indica que as partes do esqueleto mais afetadas pelo stress são quadril, coluna lombar e fêmur. Com base nos resultados, os cientistas recomendam que profissionais de saúde e familiares busquem criar medidas de intervenção para reduzir os níveis de stress da mulher e, assim, evitar problemas ósseos.

28 Ago 2019 - 10:30h

Em Brumado, o Laboratório Exame utiliza a técnica de química seca na análise dos exames laboratoriais. A tecnologia recebe esse nome por dispensar o uso de água em qualquer uma de suas etapas, sendo muito mais segura e eficaz em seus resultados. A margem de erro é muito menor do que na técnica convencional. A tecnologia avançada é usada nos grandes laboratórios do país. Faça seus exames no Exame e tenha a garantia de resultados precisos. O laboratório fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

27 Ago 2019 - 16:30h

Um homem, cuja identidade não foi revelada, morreu após desenvolver uma grave doença respiratória associada ao uso de cigarro eletrônico. Esse foi o primeiro caso do tipo registrado nos Estados Unidos. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, o CDC, 193 pessoas apresentaram sinais de uma doença pulmonar depois do uso do dispositivo. As autoridades de saúde ainda investigam o que levou ao surgimento da doença. Os pacientes relataram um início gradual dos sintomas respiratórios, como falta de ar e dor no peito. Além disso, alguns doentes também apresentaram vômitos, diarreia e fadiga. Muitos dos usuários contaram aos médicos que usaram os vapers para consumir produtos contendo tetra-hidrocanabinol (THC), o principal composto ativo da maconha. Até agora, nenhum produto específico foi identificado em todos os casos. “Embora os casos pareçam semelhantes, não está claro se esses casos têm uma causa comum ou se são doenças diferentes com apresentações semelhantes”, afirmou o CDC, em nota. De acordo com a Veja, os cigarros eletrônicos, também conhecidos como “vapers”, surgiram na última década como uma tentativa de substituir os cigarros convencionais. Os defensores dos aparelhos afirmam que o produto é menos nocivo que os bastões de tabaco, já que produzem vapor de água em vez de fumaça. A venda de dispositivos desse tipo foi proibida no Brasil em 2009. O uso pessoal não é vetado, de modo que o consumidor pode trazê-lo do exterior e consumi-lo no Brasil.