Natural de Macaúbas, bolsista da PUC-SP emociona web com discurso de formatura

21 Fev 2018 - 10:00h

O discurso de formatura de uma bolsista da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) está emocionando as redes sociais. Ao falar em nome de todos os bolsistas do curso, a formanda Michele Alves, de 23 anos, que é filha de empregada doméstica, fez duras críticas ao ambiente universitário, ressaltando os desafios diários que ela e seus colegas enfrentaram. Dedicando seu discurso às famílias que “a muito custo mantiveram seus filhos na universidade e aos estudantes que perderam pelo menos três horas diárias em transportes públicos”, Michele citou a “realidade cruel que nos foi apresentada no momento em que cruzamos os portões da Bartira e da Monte Alegre”, referindo-se à localização da PUC-SP. 

“Resistimos às piadas sobre pobres, às críticas sobre as esmolas que o governo nos dava, aos discursos reacionários da elite e a sua falaciosa meritocracia. Resistimos à falta de inglês fluente, de roupa social e linguajar rebuscado que o ambiente acadêmico nos exigia - disse a nova advogada ao microfone. - Resistimos à falta de apoio financeiro e educacional da Fundação São Paulo, aos discursos da vitimização das minorias e à suposta autonomia do indivíduo na construção do seu próprio futuro. Resistimos também aos insultos feitos a nossa classe, aos desabafos dos colegas sobre empregadas domésticas e porteiros. Mal sabiam que esses profissionais eram na verdade nossos pais”, disse. Nascida em Macaúbas, a formanda se mudou para São Paulo aos 12 anos.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário