Professor Paulo César leva jiu-jítsu de Brumado para a Itália

05 Dez 2016 - 00:00h

O professor de Jiu-Jítsu, Paulo César Aranha, da Academia Aranha Team, está de malas prontas para a cidade de Parma, na Itália. O brumadense já passou três meses na capital mundial da gastronomia e retornou ao Brasil para renovar seu passaporte comercial. César está em sua terra natal, onde nesta semana apresentou um aulão na Praça Coronel Zeca Leite e também participou da inauguração da nova sede da Academia Aranha Team, na Avenida Apoio Cardoso, no Bairro Santa Tereza. O local ficará sob o comando da atleta Alexandra Cardoso. Em entrevista ao site Brumado Notícias, o professor declarou que o período inicial de 90 dias em Parma serviu de experiência e adaptação com os costumes, clima, gastronomia e idioma e que está conseguindo se adaptar com facilidade. A princípio, o brumadense tentou seu embarque para ser instrutor de artes marciais na região dos Emirados Árabes, mas o convite para a Itália apareceu e ele preferiu não deixar a oportunidade passar. César disse que os italianos são apaixonados por MMA e se espelham nos brasileiros para desenvolver a luta. 

O professor contou com o apoio de velhos parceiros no jiu-jítsu nacional para adquirir a sua passagem para Europa. A academia onde ensina se tornou uma referência na região com a filiação de vários alunos que almejam participar de competições no octógono. São 14 horas de vôo que separam sua terra natal da cidade onde escolheu para viver, mas o professor garantiu que com o auxílio da tecnologia vem conseguindo segurar a saudade dos familiares e amigos e levar adiante o sonho da realização da sua vida profissional. “Fico feliz de estar levando o nome de nossa cidade tão longe. Muitos alunos até já falaram do desejo de conhecer Brumado. Espero um dia poder elevar o nome da nossa terra em algum torneio pelo velho continente e dessa forma dar mais orgulho aos meus familiares, amigos e conterrâneos. Desde já desejo a todos boas festas de final de ano e que Deus esteja conosco no ano que se avizinha”, afirmou o professor.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias