Bahia fecha 32 mil vagas de trabalho em abril e lidera de demissões no Nordeste

28 Mai 2020 - 14:30h

A Bahia perdeu mais de 32 mil postos de trabalho com carteira assinada em abril. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 23.170 pessoas foram admitidas no estado no último mês, enquanto 55.652 trabalhadores foram desligados. O saldo negativo é de 32.482, o maior na região Nordeste, que registrou no período o fechamento de mais de 126 mil postos de trabalho. Com exceção dos serviços domésticos, todos os outros segmentos contabilizaram saldos negativos no estado em abril. O comércio teve a maior taxa de demissões, com o encerramento de 9.582 postos, seguido por alojamento e alimentação (-7.362 postos) e construção (-5.585 postos). Os números do Caged são os primeiros a trazer o retrato do impacto da pandemia do novo coronavírus no mercado de trabalho brasileiro. A pandemia foi decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no dia 11 de março. Na Bahia, o primeiro caso foi notificado no dia 6 de março, com a primeira morte ocorrendo no dia 29 do mesmo mês.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias