Incêndio descontrolado em Barra, no Oeste da Bahia, pode ter sido provocado por queimadas em fazendas

28 Set 2020 - 08:00h

A cidade de Barra, no Oeste Baiano, vive um dos piores incêndios de sua história. De acordo com o Corpo de Bombeiros, que tem trabalhado arduamente para debelar as chamas na região, cerca de 1500 hectares já foram consumidos pelo fogo – uma área equivalente a 1500 campos de futebol. Parte da vegetação nativa do município já foi atingida. Dez famílias que vivem em comunidades quilombolas na zona rural tiveram que abandonar as suas casas durante o combate ao incêndio. Nesta sexta-feira (25), as chamas completam 10 dias desde o seu início. Uma perícia feita na comunidade de Porto Novo, onde o fogo começou, mostrou que o incêndio pode ter começado a partir de uma queima para renovação de pastagem. O secretário de meio ambiente do município disse que a prática de queimadas é muito comum em cidades da região. “É preciso parar com essa prática”, alertou. 

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias