Eleições 2020: Justiça suspende divulgação de pesquisa fraudulenta em Livramento de Nossa Senhora

28 Set 2020 - 10:00h

O juiz eleitoral Gleison dos Santos Soares deferiu a antecipação de tutela e suspendeu, de imediato, a divulgação da pesquisa eleitoral publicada pela Agência Sudoeste. A empresa deve se abster, de acordo com a decisão, de promover nova divulgação, relativa à mesma pesquisa eleitoral, sob pena de multa diária no valor de R$ 2 mil até o limite de R$ 200 mil, bem como aplicação das demais penalidades civis, eleitorais, administrativas e criminais. A pesquisa teria sido realizada no município de Livramento de Nossa Senhora, a 68 km de Brumado. Ocorre que os dados apresentados no formulário coletados divergem dos que foram registrados quanto à ponderação faixa etária, renda e idade dos entrevistados. Segundo apurou o site Achei Sudoeste, outras inconsistências também foram apresentadas na pesquisa. “Determino que a empresa representada, responsável pela pesquisa impugnada, no prazo máximo de 02 (dois) dias, o acesso do representante ou de pessoa por ele nomeada, assim como do Ministério Público Eleitoral, ao seu sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados, incluídos os referentes à identificação dos entrevistadores, preservada a identidade dos respondentes, permitindo-se inclusive o acesso à sede ou à filial da empresa para o exame aleatório das planilhas, dos mapas ou equivalentes, em horário comercial, em especial quanto aos dados relativos a esta pesquisa impugnada”, sentenciou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias