Brumado: Vereadora Lia Teixeira defende projeto do Executivo de remanejamento orçamentário

05 Mar 2021 - 08:00h

A Câmara de Brumado aprovou, em primeira votação nesta quinta-feira (04), o Projeto de Lei (PL) nº 15, de autoria do Poder Executivo, sobre a ampliação do limite para abertura de créditos suplementares durante a execução do orçamento municipal do exercício de 2021 (veja aqui). Houve empate na primeira votação com 07 votos favoráveis e 07 votos contrários ao projeto de remanejamento enviado pelo prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) - o voto de minerva veio por parte do presidente da casa, vereador José Carlos Marques Pessoa (PSB), que foi favorável ao projeto. A segunda votação acontece na sessão da próxima semana, agendada para segunda-feira (08). Em entrevista ao site Achei Sudoeste, a vereadora Edilsa Maria Teixeira do Espírito Santo (PCdoB), a Lia Teixeira explicou que o prefeito não está pedindo 100% da dotação orçamentária. “Pela lei se dá em 60%, só que, pela lei, ele pode gastar os 100% dos 60%. Não é 100% de todo orçamento. A quantidade que será remanejada depende do que vai se precisando”, afirmou. Teixeira frisou que dificilmente o valor é gasto em sua totalidade, porém é aprovado um montante maior para que a proposta não tenha que ser votada toda semana. “Se pode ser votado os 60%, por que não? O prefeito não vai gastar dinheiro aleatoriamente não”, acrescentou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias