Caetité: Extração ilegal de minério compromete patrimônio histórico

07 Mar 2021 - 17:05h

Na última sexta-feira (5) foi realizada ação fiscalizadora pela Secretaria de Cultura, através da pasta de Superintendência de Patrimônio, e pela Secretaria de Meio Ambiente no Sítio Arqueológico Serra do Jacaré, em Caetité, a 100 km de Brumado. O sítio possui grande relevância histórica e ambiental e é protegido pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN). Segundo apurou o site Achei Sudoeste, no local, a equipe constatou que ocorreu intervenções por extração inadequada de minério, o que configura crime ambiental, passível a multa. De acordo a Lei Nº 809/2016, artigo 245, inciso XII, que institui o Código Municipal de Meio Ambiente, é definido como infração ambiental exercer atividades potencialmente degradadoras do meio ambiente, sem licença do órgão ambiental competente ou em desacordo com a mesma. A prefeitura local diz que seguirá firme com as ações de fiscalização.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias