Sindicato dos Jornalistas cobra imunização dos profissionais da imprensa de Brumado

10 Jun 2021 - 08:00h

O Sindicato dos Jornalistas do Estado da Bahia (SinjorBA) está encabeçando uma mobilização em prol da imunização dos profissionais de imprensa. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, Moacir Neves, presidente da entidade, frisou que a campanha está sendo feita desde o mês de março. “Iniciamos as conversações com as autoridades no âmbito federal. Depois de termos as comunicações frustradas, visto que o Ministério da Saúde sequer quis conversar conosco, iniciamos as conversas no âmbito do estado. Finalmente, no dia 18 de maio, a Comissão Intergestores Bipartite (CIB) aprovou a inclusão dos profissionais de imprensa da linha de frente nos grupos que devem ser vacinados prioritariamente no Estado”, destacou. Segundo Neves, o pedido foi feito após a entidade constatar um elevado crescimento no número de óbitos de profissionais de imprensa no Estado e no país, tendo em vista que os mesmos correm um risco muito grande nas ruas durante as coberturas jornalísticas e nas redações, que são ambientes fechados e sem ventilação. No ano passado, 79 jornalistas morreram em virtude da Covid-19 no país. Nos primeiros quatros meses deste ano, foram 124 óbitos constatados entre a categoria. Diante da decisão da CIB, Neves destacou que todas as prefeituras devem fazer o cadastramento e realizar a vacinação dos profissionais de imprensa. “As prefeituras de Brumado e da região devem promover imediatamente essa imunização. A decisão é legítima e deve ser cumprida. Vamos ingressar com uma ação civil contra os municípios que não cumprirem a decisão da CIB. Vamos responsabilizar a quem de direito”, alertou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias