Governador diz que Bahia pode reduzir 'drasticamente' público de eventos

17 Jan 2022 - 15:30h

O governador Rui Costa afirmou, nesta segunda-feira (17), que vai reduzir o limite de público dos eventos no estado, caso novas aglomerações sejam registradas nessas festas. Em uma rede social, ele afirmou que seguirá com a postura de manter a saúde e a vida em primeiro lugar. “Na última semana, vi imagens de eventos que, claramente, não seguiam as regras estabelecidas por decreto. Se estas cenas continuarem a se repetir, nós vamos reduzir drasticamente o público permitido em eventos. Minha postura seguirá a mesma: a vida e a saúde em primeiro lugar", escreveu Rui. Em uma entrevista, o governador comentou diretamente a festa 'Me Leva pro Bonfim', que reuniu milhares de pessoas aglomeradas no Terminal Turístico Náutico, em Salvador, na última quinta-feira (13). "Vi imagens daquela festa do Comércio. Aquilo não tinha 3 mil pessoas. Se persistirem em desafiar os decretos, vamos fazer uma redução drástica em número de pessoas permitidas. Você que é organizador de evento e quer cuidar do seu negócio, acho bom cuidar e manter dentro do limite legal. Caso contrário teremos que ser mais incisivos e aí depois não tem choro nem vela, não adianta ficar reclamando”. Já na sexta-feira (14), o governo da Bahia, por meio da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e da Procuradoria Geral do Estado, informou que estuda processar os responsáveis pelo evento.  Rui também elogiou estabelecimentos que têm cobrado o comprovante de vacinação para permitir a entrada das pessoas. “Aproveito para parabenizar e agradecer a todos os donos de restaurantes e bares que estão cumprindo o decreto e exigindo o comprovante de vacinação de seus clientes. Muitos estão seguindo o que estabelecemos. Se todos fizerem a sua parte, nós vamos controlar a #Covid19”.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias