Estudo conclui que protozoário da malária pode causar microcefalia em recém-nascidos

26 Nov 2018 - 10:30h

Um estudo elaborado pelo Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da Universidade de São Paulo (USP) concluiu que o protozoário que causa a malária também está relacionado com casos de microcefalia em recém-nascidos, segundo O Globo. Assim como a zika, dentre as 600 grávidas acompanhadas, quase 400 delas que contraíram a doença infectaram seus filhos durante a gestação. Nos casos estudados no Acre entre os anos de 2013 e 2015, as crianças também apresentaram redução do perímetro encefálico, que não significa o mesmo que microcefalia.  O estudo também verificou que as gestantes que foram infectadas pela malária desenvolveram a placenta de uma forma diferente. A malária, doença típica de regiões como a Floresta Amazônica é causada pelo protozoário Plasmodium falciparum, que é transmitido pela fêmea do mosquito Anopheles.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário