Brumado: Vigep intensifica combate ao Aedes Aegypti, mas faltam agentes para cobrir o território municipal

31 Out 2019 - 07:00h

A Vigilância Epidemiológica Municipal (Vigep) está realizando um trabalho de combate ao mosquito aedes aegypti no Bairro Nobre, em Brumado, após os dois casos de dengue confirmados na região. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o agente Francislei Alves, que coordena os trabalhos na localidade, explicou que um tratamento larvário é feito em todas as residências em um raio de 50 metros da casa onde os casos foram notificados. Além do tratamento, a borrifação costal também é realizada no perímetro determinado. “O objetivo é bloquear a proliferação dos mosquitos que estão na área e que podem estar infectados com o vírus”, afirmou. Em comparação ao mesmo período dos anos de 2017 e 2018, o coordenador informou que, neste ano, há um número maior de notificações suspeitas de dengue. Diante disse, a Vigep tem intensificado o trabalho de bloqueio nas localidades com maior índice de infestação e quantidade de casos suspeitos. “No passado, tivemos algumas epidemias no município e a população ficou apavorada, mas ela esquece. Precisamos ficar alertas. Quem tem de vistoriar o seu quintal diariamente é o morador, o agente é um colaborador”, declarou. Questionado sobre a falta de profissionais para atender a demanda, Alves ressaltou que, na sede, os agentes promovem um trabalho de mutirão nas áreas descobertas. Nos distritos rurais, por sua vez, embora também sejam feitos mutirões, o agente frisou que a ação só acontece quando há muitos casos notificados em determinada localidade, como aconteceu em Itaquaraí recentemente. Segundo ele, o déficit já está sendo negociado com a Secretaria Municipal de Saúde.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias