Brumado: Alessandro Lôbo fica inelegível por oito anos por abuso de poder econômico

02 Jun 2020 - 11:40h

Em sentença proferida nesta segunda-feira (01), o juiz Genivaldo Alves Guimarães, da 90ª Zona Eleitoral, condenou o médico Alessandro Lobo e Silva (PRP) a 8 anos de inelegibilidade por abuso de poder econômico praticado nas eleições de 2016, em Brumado. De acordo com a decisão judicial obtida pelo site Achei Sudoeste, na época, Lobo concorreu ao cargo de prefeito. A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) foi ajuizada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE) em 12 de dezembro de 2016. Os efeitos da condenação não são imediatos, sendo necessário que a sentença transite em julgado ou seja confirmada por órgão colegiado. Silva é pré-candidato a prefeito do município para o pleito eleitoral em 2020.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário