Brumado: Escassez de insumos e abertura de leitos Covid-19 obriga Secretaria de Saúde suspender cirurgias eletivas

25 Fev 2021 - 00:00h

Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o secretário de saúde de Brumado, Cláudio Soares Feres, anunciou que a realização de cirurgias eletivas está suspensa, pelo período de um mês, no Hospital Municipal Professor Magalhães Neto. O secretário explicou que o número de pacientes internados com a Covid-19 vem aumentando consideravelmente nas últimas semanas, fazendo com que, nesta quarta-feira (24), por falta de leitos na UPA e de vagas nas unidades de referência da região, cinco pacientes contaminados com a doença estejam internados no hospital municipal para tratamento. Ele frisou que dez leitos clínicos para internação de pacientes com o novo coronavírus estão sendo preparados na capela do hospital. “Além de toda essa dificuldade, estamos enfrentando a questão dos preços abusivos. Para se ter uma ideia, a caixa de luvas, que há 1 ano atrás custava R$ 15, hoje está custando entre R$ 110 e R$ 120. Os próprios fornecedores estão relatando dificuldades na aquisição dos insumos junto às fábricas. Como os procedimentos eletivos podem esperar e pelo fato de poder faltar insumos e medicamentos, isso é uma medida de prevenção e cautela. Não vai afetar os serviços de urgência e emergência, mas tudo aquilo que for eletivo e puder esperar vamos suspender por 30 dias”, justificou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias