Brumado: R$ 66 milhões é o suficiente para o remanejamento do orçamento municipal, defende oposição

05 Mar 2021 - 09:00h

Em primeira votação nesta quinta-feira (04), a Câmara de Brumado aprovou o Projeto de Lei (PL) nº 15, de autoria do Poder Executivo, sobre a ampliação do limite para abertura de créditos suplementares durante a execução do orçamento municipal do exercício de 2021 (veja aqui). O orçamento estimado para este ano é de R$ 220.890.900.39. A oposição apresentou emenda com proposta de 30%, ao invés de 60%, do remanejamento municipal, porém a emenda foi reprovada por 08 votos a 07. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o vereador Vanderlei Bastos Miranda (PDT), popular Boca, disse que a proposta de 30% equivale a cerca de R$ 66 milhões para o remanejamento, o que é mais do que suficiente para que o Município trabalhe com folga. “Se caso o Executivo precisar, os vereadores estão sempre à disposição. Ninguém está aqui querendo atrapalhar o serviço do Executivo, mas a Câmara de Vereadores tem de ser livre, sem interferência”, ponderou. O parlamentar espera que até a próxima votação, na segunda-feira (15), a oposição possa mudar a opinião de algum vereador da situação com relação à emenda. “30% é um valor razoável”, avaliou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias