Lockdown: Prefeitura de Caculé não adere a decisão do Governo do Estado e comércio é fechado pela PM

06 Mar 2021 - 05:00h

A prefeitura de Caculé, através de decreto de lockdown e toque de recolher, assinado pelo prefeito Pedro Dias (PSB), havia determinado o não fechamento do comércio local. A medida surpreendeu os comerciantes e empresários do município, que fica localizado a 100 km de Brumado. O gestor foi de encontro ao decreto do governo da Bahia, que determinava o funcionamento apenas a relacionadas à saúde e comercialização de gêneros alimentícios e feiras livres, além do transporte e do serviço de entrega de medicamentos e demais insumos necessários para manutenção das atividades de saúde até a próxima quarta-feira (10) (veja aqui). Mesmo desobedecendo a determinação estadual, a prefeitura de Caculé pediu para que a população cumprisse o isolamento social e a utilização de máscaras quando o deslocamento for inevitável, especialmente os idosos e outras pessoas pertencentes aos grupos de risco da Covid-19. 

No final da tarde da última sexta-feira (05), a 94ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), montou uma operação na cidade para orientar a categoria sobre o encerramento das atividades e o cumprimento do decreto estadual. Após a ação da PM todo o comércio foi fechado. A cidade cumpre também o toque de recolher determinado pelo governador Rui Costa (PT).

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias