Pesquisa inédita da UFOB revela que contaminação de Covid-19 se dá apenas de pessoa para pessoa

09 Abr 2021 - 14:00h

Estudo realizado pelo Laboratório de Agentes Infecciosos e Vetores (LAIVE), da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), em Barreiras, revelou que objetos não contribuem para a propagação da Covid-19 e que a contaminação se dá apenas de pessoa para pessoa. A pesquisa foi iniciada em 01 de junho de 2020, durante a fase ascendente da curva epidemiológica da Covid-19, em Barreiras, usando o método RT-qPCR, no intuito de compreender o papel do meio ambiente na disseminação da doença. De acordo com o Gazeta do Oeste, para chegar aos resultados foi investigada a presença do SARS-CoV-2 nas frentes de máscaras, telefones celulares, dinheiro de papel, moedas, máquinas de cartão, esgoto, ar e nas roupas de cama de pacientes testados positivos no Hospital Eurico Dutra, em Barreiras, - unidade de saúde referência para tratamento da doença. Também foram investigadas áreas de comércio. O pesquisador e coordenador do Laive, Jaime Amorim, ressaltou que os dados são inéditos. “Com esse estudo concluímos que a transmissão é de pessoa pra pessoa, que os objetos e meio ambiente não têm papel importante na transmissão”, pontuou.

Comentários

Rafael Moreira Araújo

"Aonde posso encontrar o artigo desse estudo completo?"



Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias