Brumado: Prefeito tem 2 vetos aprovados e votação mostra fragilidade em elo da corrente de oposição

19 Out 2021 - 13:00h

Dos cinco vetos a projetos dos vereadores enviados à casa legislativa, o prefeito obteve duas vitórias e três derrotas. Porém, no final das contas, o grupo se sentiu vitorioso ao conseguir manter o veto dos dois principais projetos em votação: de autoria do vereador Amarildo Bomfim (PSB), que dispõe sobre a obrigatoriedade de a Embasa instalar ventosas nos hidrômetros e uma emenda assinada pela bancada de oposição para que o projeto de isenção do IPVA se estendesse aos portadores de necessidades especiais. O que ficou desenhado é que para a base do prefeito os demais vetos eram menos relevantes politicamente, pois o interesse era mais acirrado em derrotar os principais rivais do prefeito dentro da casa legislativa. Assim como ocorreu na sessão passada em que, por meio de um voto de abstenção, se manteve o veto ao projeto do vereador Beto Bonelly (PSB). Diante do cenário, ficou claro que a bancada de oposição não está tão consolidada como se imaginava, uma vez que há um elo fragilizando a corrente oposicionista. Nos discursos proferidos por Bonelly e Bomfim, ambos destacaram que o voto secreto revelou que o cabresto falou mais alto que a defesa do bem comum. Bonfim declarou que buscará dentro do próprio regimento interno alguma brecha que favoreça o fim do voto secreto na Câmara brumadense. “Dessa forma, a população saberá quem protege a comunidade e quem defende os interesses do prefeito. Assim poderemos identificar quem são os vereadores do povo e os vereadores do gestor”, pontuou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias