Palmeiras se compromete a desativar lixão e gerir adequadamente resíduos sólidos

09 Nov 2021 - 18:50h

O Ministério Público Estadual (MPE) e o Município de Palmeiras firmaram na segunda-feira (08), Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta que visa a solucionar os problemas da destinação dos resíduos sólidos na comarca. No documento, o Município se compromete a implementar uma política de resíduos sólidos, com definição acerca da coleta, triagem, tratamento e destinação final dos resíduos, de maneira adequada e compatível com as exigências legais. O lixão atual, explica o promotor de Justiça Augusto César de Matos, deverá ser desativado e substituído por aterro sanitário controlado e ambientalmente adequado. No acordo, assinado pelo prefeito Ricardo Oliveira Guimarães, o Município também assumiu a obrigação de recuperar a área degradada promover a coleta seletiva, reutilização, reciclagem e compostagem, além de outras soluções admitidas pelos órgãos competentes, gerando renda para as famílias catadoras. Além disso, Palmeiras deverá realizar campanhas de educação ambiental, instituir a logística reversa e implementar a coleta seletiva solidária. De acordo com o promotor de Justiça,  “a assinatura deste termo representa um grande avanço para o município, que é um dos mais significativos e representativos em recursos naturais e atrativos turísticos na Chapada Diamantina, mostrando a sensibilidade ambiental para adequação das políticas públicas municipais de sustentabilidade, haja vista que anteriormente o município também firmou TACs para os seus Parques Naturais Municipais, abrindo precedente para uma política regional de preservação das unidades de conservação na Chapada Diamantina ”. O TAC foi assinado durante audiência pública.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias