Brumado: Comunistas divergem quanto ao aumento salarial do cargo de controladoria do legislativo

08 Abr 2014 - 15:40h

As discussões na Câmara de Vereadores de Brumado na noite da última segunda-feira (07) no que se refere a atualização dos vencimentos de cargo de controlador interno foram motivo de desentendimento entre os comunistas Édio Pereira e Liu Vasconcelos. A vereadora havia apresentado emendas diante do projeto indicado pela mesa diretora da Casa. Enquanto comentava o material do expediente, Liu criticou o colega de agremiação, que deu parecer favorável ao aumento desconsiderando as emendas por ela apresentadas. “Estou decepcionada com o que está acontecendo esta noite aqui nesta Casa Legislativa. Vejo que a mesma está de luto com a atitude dos nobres colegas. Édio, você me surpreendeu com sua atitude; retiro os elogios que fiz, você não os merece”, disse ela. Enquanto os demais parlamentares faziam uso da palavra, os dois comunistas continuavam a discutir. Para apaziguar os ânimos, foi necessária a intervenção do petista José Ribeiro Neves (PT). Ao site Brumado Notícias, o vereador Édio Pereira comentou que as discussões internas fazem parte do processo democrático e que são sadias na construção de ideais dentro da proposta da sigla. “Sem ressentimentos, apenas discordamos dentro do mesmo assunto, mas isso não fere a união do grupo”, resumiu Pereira.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias