Brumado: SINDSEMB e SEMEC estão otimistas com reajuste dos professores

29 Mai 2013 - 08:23h

O reajuste salarial dos professores e servidores públicos do município de Brumado tem rendido longas discussões entre a administração e o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Brumado (Sindsemb). Este assunto, inclusive, foi o tema principal da sessão da Câmara da última segunda-feira (27). Na manhã desta terça-feira (28), a presidente do Sindsemb, Conceição Machado, falou com o Brumado Notícias frisando que o sindicato sempre se dispõe a levar as discussões internas ao legislativo e que, portanto, irá sim comparecer à Câmara para apresentar o relatório das negociações de 2013. “Para eu ir à Câmara Municipal, tenho de ter uma resposta da assembleia da categoria, não é de um dia para o outro. A responsabilidade de uma campanha salarial tem que ser analisada e discutida para poder, posteriormente, se convocar a categoria. Ano passado, tivemos uma perda salarial e estamos discutindo a recuperação dessa perda”, esclareceu a sindicalista, que pede para que a gestão municipal possa retroagir a data base para o mês de janeiro, em atendimento a lei do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Ainda segundo Conceição, as assembleias com os professores foram iniciadas no mês de fevereiro. 

A secretária de Educação Acácia Gondim disse que está otimista com as negociações. De acordo com Gondim, além do reajuste, a administração está preocupada em cobrir a perda do ano passado por conta das eleições municipais. “As negociações estão indo bem, estamos trabalhando em cima de dados, números e percentuais. O prefeito já sinalizou que dará o maior percentual. É fácil fazermos essa conta, pois existe um repasse do governo federal para o Fundeb e nós iremos repassá-lo aos professores. Acredito que não vamos ter problemas nessa questão salarial. Ainda não discutimos uma porcentagem, mas sim o repasse do Fundeb. Acredito que esse ano vamos somar com o do ano passado, não temos um número preciso, mas não será ruim não”, garantiu a secretária.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias