Covid-19: Com 69 casos em monitoramento, prefeito de Caculé suspende quarentena do comércio

03 Abr 2020 - 00:00h

Em decreto publicado na quarta-feira (01), o prefeito de Caculé, José Roberto Neves (DEM), o Beto Maradona, autorizou a reabertura do comércio na cidade. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o gestor disse que o decreto prevê, durante os atendimentos, a adoção de diversas medidas de higiene e sanitária com vistas a impedir a propagação do vírus. Segundo ele, os comerciantes deverão utilizar máscaras e disponibilizar álcool gel para os consumidores, bem como manter um distanciamento seguro entre as pessoas. “Vamos continuar em estado de emergência em saúde, mas liberando aos poucos e com certas restrições”, ponderou. 

No momento, a cidade possui 228 casos de pessoas que chegaram de viagem de locais suspeitos ou confirmados de coronavírus. Desse número, 69 estão sendo monitoradas de perto pela Secretaria de Saúde, porém ainda não há nenhum caso confirmado em Caculé. Apesar da reabertura do comércio, o prefeito aconselhou as pessoas a se manterem em isolamento social e a lavarem as mãos com frequência. “Estamos preocupados porque há casos confirmados em cidades vizinhas. Mas, nós como gestores, sofremos uma pressão muito grande e a gente sabe que o comércio precisa funcionar. Com a reabertura do comércio e a circulação de pessoas, a gente sabe que não estamos livres de aparecer algum caso”, declarou. Por fim, Maradona criticou o Governo do Estado por não dar o devido apoio, em termos de estrutura, para a região sudoeste nesse momento de pandemia. “Me preocupa muito essa decisão, mas as pessoas precisam voltar as suas atividades normais. Se surgir alguma coisa, a gente revoga o decreto”, avaliou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.