Bom Jesus da Lapa: Prefeito diz que pensou em atear fogo em paciente que tentou contaminar funcionários da UPA

22 Mai 2020 - 15:30h

Um paciente de 37 anos, diagnosticado com o novo coronavírus na cidade de Bom Jesus da Lapa, na região oeste da Bahia, tentou contaminar os funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no município. Natural de Mossoró, no Rio Grande do Norte, ele sofre de transtorno mental. O caso, o segundo registrado na cidade, revoltou o prefeito Eures Ribeiro (PSD), que pensou em atear fogo no paciente. “Minha vontade foi ir até a UPA com um tanque de gasolina e atear fogo nesse cidadão vivo, pela raiva e ódio”, falou em entrevista à Radio Baiana FM. Mais calmo, o gestor ponderou e decidiu transferir o paciente para a cidade de origem. “Ponderei minha raiva e agi pela razão, mas acabei tirando essa pessoa de Bom Jesus da Lapa. Não foi barato, foi caro para tirar para seu município de origem”, comentou. O homem já havia testado positivo para o vírus em Barreiras, onde descumpriu isolamento e saiu da cidade.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário