Safra baiana de grãos poderá ter esse ano um recorde histórico

10 Jul 2020 - 08:30h

Com uma produção estimada em exatas 9.359.331 toneladas de grãos, neste ano, ou seja, 13,0% acima do colhido no ano passado em 2019, a Bahia poderá ter a maior safra da série histórica do acompanhamento mensal do Instituto Brasileiro de Geografia e estatística (IBGE), iniciado em 1972. “Houve uma revisão para cima de 3,2% em relação à estimativa de maio, puxada pela soja, que deve ter uma produção de 6,027 milhões de toneladas em 2020, ou seja 13,5% maior do que em 2019”, antecipou a supervisora estadual, Mariana Viveiros. De acordo com o Tribuna da Bahia, as outras produções com previsão de maior crescimento, em termos absolutos, no estado são as de cana-de-açúcar (+944.000 toneladas ou +22,4%), soja (+718.100 toneladas ou +13,5%) e milho 1ª safra (+259.600 toneladas ou +19,0%) Por outro lado, banana (-190 mil toneladas ou -18,3%), algodão herbáceo (-64 mil toneladas ou -4,3%) e feijão 1ª safra (-35,5 mil toneladas ou -20,6%) lideram as quedas absolutas de produção. No Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), divulgada, nesta quarta-feira 8, “de maio para junho, a previsão para a safra baiana de soja subiu 3,8% (mais 220,5 mil toneladas), muito por conta de uma expectativa de aumento de 1,2% na área plantada”. Já, no contraponto do recorde, de maio para junho, a produção baiana de tomate teve uma estimativa para baixo (-15,3%), o que representa 34.600 toneladas a menos que em 2019 (-12,5%). “Assim, 11 das 25 safras de produtos, no estado, investigadas pelo LSPA, devem ser maiores em 2020, frente a 2019” acrescenta Mariana Viveiros.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias