Variantes mais agressivas do coronavírus estão em circulação na Bahia, diz Lacen

17 Mai 2021 - 09:30h

Um boletim divulgado na sexta-feira (14) pelo Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Muniz (Lacen-BA) confirmou a predominância das variantes mais agressivas da Covid-19 no estado, sobretudo a P.1, de Manaus. O sequenciamento dos genomas completos do Sars-CoV-2 detectou 21 linhagens do coronavírus em circulação na Bahia, entre elas oito cepas e três variantes de atenção apontadas pelo Ministério da Saúde: a P.1 (Manaus), a P.2 (Rio) e a B.1.1.7 (Reino Unido). Segundo o secretário de saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a análise revela que existe um risco aumentado para a internação e rápido agravamento do quadro clínico. Portanto, o uso de máscara, distanciamento social e higiene frequente das mãos continuam sendo as medidas orientadas para evitar a disseminação do vírus.

Comentários

Silvia Daniely

"Tenha misericórdia de nós, Senhor!!"



Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias