Caetité: Oposição pode entrar com representação no MP após declarações de vereador brumadense

09 Ago 2021 - 07:00h

Com base nas declarações do vereador brumadense Wanderley Amorim da Silva (DEM), o Nem, parlamentares da oposição de Caetité avaliam a possibilidade de ingressar com uma representação no Ministério Público Estadual (MPE). Em pronunciamento durante sessão legislativa, ao justificar o uso de carro oficial da Câmara Municipal de Brumado para transportar membros de uma empresa particular para participar de licitações em Caetité, Amorim alegou que esteve no município no dia 22 de julho para um encontro com pretenso candidato a deputado nas próximas eleições de 2022 para tratar de assuntos relacionados à carência hídrica das comunidades rurais de Brumado. Diante disso, a oposição caetiteense pode requerer do MP a instauração de procedimento para investigar se a sede da prefeitura municipal estaria sendo usada como “escritório eleitoral” de um pré-candidato às eleições de 2022. A prefeitura negou a versão do parlamentar da capital do minério (veja aqui). Embora avaliem com cautela a representação, a bancada de oposição não descarta a hipótese de governistas estarem usando a estrutura da Administração Municipal para interesses políticos. Se confirmada a informação do vereador de Brumado, os oposicionistas consideram estar diante de uma grave afronta à legislação eleitoral. As informações são do Jornal do Sudoeste.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias