Bombeiros e brigadistas controlam fogo em Lençóis

25 Set 2021 - 08:45h

Após cinco dias de combate, bombeiros militares e brigadistas conseguiram controlar o incêndio que atingia a região de Lençóis. O trabalho agora se concentra em monitorar possíveis novos focos e reignições, que acontecem quando o incêndio já combatido e extinto reinicia, devido à brasas e focos escondidos. Segundo o Corpo de Bombeiros, o combate direto contou com apoio de duas aeronaves modelo Air Tractor. A força-tarefa ainda fez a limpeza ao redor das áreas atingidas para evitar novas queimadas, conseguindo debelar as chamas que poderiam chegar às residências se não fossem contidas. “Durante esse monitoramento, aviões não são necessários, e foram realocados para outros municípios baianos onde os trabalhos contra o fogo continuam”, explicou, em nota, o major Bombeiro Militar (BM), Murilo Rocha, Comandante da Base Chapada. Conforme o Corpo de Bombeiros, diariamente, os militares saem por volta das 5h e, na maioria das vezes, andam por alguns quilômetros para iniciar o trabalho de contenção das chamas, que, em algumas localidades da Chapada são difíceis por conta do terreno ser muito íngreme e com fissuras no chão. Pás, foices, mochilas costais, abafadores e sopradores são alguns dos equipamentos utilizados para a extinção das chamas. O monitoramento da área dura em torno de 72 horas, a depender das condições climáticas, do tipo de terreno e de outros fatores que influenciam o comportamento dos incêndios florestais.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário