Conquista: Criança com lesão cerebral precisa de tratamento de R$ 200 mil para conseguir andar

03 Dez 2021 - 10:30h

Uma criança de cinco anos, com lesão cerebral, precisa de um tratamento de mais de R$ 200 mil por ano para conseguir andar. O pequeno vive em Vitória da Conquista, a 132 km de Brumado, e apresenta atraso global do desenvolvimento e autismo infantil. Felipe Cavalcanti Trindade nasceu prematuro, com 28 semanas e pesando apenas 815g. Ele teve duas paradas cardíacas, passou por duas cirurgias e, ao longo da vida, já fez diversas terapias. Mesmo assim, aos cinco anos de idade, ele ainda não fala e nem anda. A família não consegue arcar com as despesas dos diversos tratamentos. A mãe da criança está desempregada. O tratamento custa R$ 18.400 - valor que equivale a 45 dias. Ao calcular o valor anual, o preço fica em torno de R$ 223 mil. Segundo a mãe da criança, Shirley Cavalcanti, a família tenta conseguir o tratamento através da Justiça, mas a demora dos processos fez com que tomassem a iniciativa de fazer uma arrecadação virtual. Através as redes sociais, qualquer valor pode ser doado para o tratamento da criança. Apesar das dificuldades, Shirley se mostra positiva e torce pelo início do tratamento do filho. “"Ele lutou para cada coisa que nós fazemos naturalmente, como respirar e comer. Ele passou por mais coisas do que a maioria das pessoas acharia justo, e ele continua aí. Eu estou lutando junto com ele”, afirmou ao G1.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias