Dilma é vaiada na abertura da Copa das Confederações

15 Jun 2013 - 16:06h

A presidente da República, Dilma Rousseff (PT), foi vaiada em rápida aparição no Estádio Nacional Mané Garrincha antes da partida entre Brasil e Japão, neste sábado (15), na estreia na Copa das Confederações. A presença dela foi anunciada pelo sistema de som logo depois que os jogadores das duas seleções entraram em campo. Ao lado dela, Joseph Blatter, presidente da Fifa, também foi alvo das manifestações da torcida. O suíço fez um breve discurso, no qual se disse muito feliz e chamou os torcedores de “amigos do futebol”. Quando se referiu a Dilma, o estádio inteiro vaiou, a ponto de Blatter cobrar respeito do público. - Amigos do futebol brasileiro, onde estão o respeito e o fair-play, por favor?. As informações são do G1.

Comentários

Anísio Mattos

"70% do povo brasileiro está pedindo segurança pública, mas claro que o povo não é mais besta e aproveitou a oportunidade para protestar no início da Copa das Confederações. Já pensou chegarmos na Copa do Mundo com várias ocorrências de assaltos e roubos?"

Adriano Santos

"O povo brasileiro não é besta. O Brasil precisa é de saúde com qualidade, educação, segurança e não de Copa do Mundo."

Aguiar Silva

"O Estado não está nem aí para o cidadão! Exemplo disso é a impunidade dos bandidos! E não é só o ladrão de residência, assaltantes, etc, são os de colarinho branco! O Brasil está no seu limite! Já não aguentamos mais ser tão explorados e ainda ter que estampar o sorriso no rosto pra enganar a quem? Pior que aqui em Brumado as coisas também não estão diferentes... Muitos assaltos, mortes, infra horrível, dinheiro mal aplicado, muita corrupção no meio público! Já chega!"



Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias