Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

21 Nov 2018 - 12:30h

Em palestra para investidores da XP, na semana passada, Ciro Gomes fez questão de se contrapor ao PT. Ele pregou que a eleição de Jair Bolsonaro não representa risco à democracia, segundo o pedetista, por falta vontade do capitão e porque não haveria meios para se aplicar um golpe à essa altura do campeonato. De acordo com a Veja, Ciro repetiu que ele e seu partido, diferentemente dos petistas, não praticarão uma oposição raivosa ao futuro governo.

21 Nov 2018 - 08:30h

Dois irmãos, de 1 e 3 anos, foram resgatados na terça-feira (20) depois de ficarem 8 horas perdidos em uma região de mata na zona rural de Nova Lacerda, a 667 km de Cuiabá. Segundo informações da Polícia Militar e da Gerência de Operações Especiais (GOE), as crianças foram deixadas no local depois que o pai delas brigou com a mulher e o cunhado dele. As buscas pelas crianças começaram por volta de 21h da segunda-feira (19). O menino, de 1 ano, e a menina, de 3 anos, foram encontrados por volta de 6h. Os policiais chamavam as crianças pelo nome. O menino estava deitado no matagal e a menina foi encontrada em pé. O suspeito, Sidnei Nogueira de Pádua, de 24 anos, foi preso ainda na segunda-feira, mas só disse onde as crianças estavam no começo da manhã do outro dia. Segundo o G1, a polícia foi chamada na casa da família depois que recebeu uma ligação sobre violência doméstica. A mãe das crianças contou que chamou o irmão dela, cunhado do suspeito, para comer bolo e refrigerante na residência. A briga entre começou depois que o cunhado foi recebido por Sidnei. Eles e a mulher teriam se agredido com pedaços de madeira e pedra.

21 Nov 2018 - 07:30h

No Brasil, o gás natural também tem ganhado espaço e hoje está presente em residências, indústrias e até nos veículos. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os brasileiros consomem por dia cerca de 100 milhões de metros cúbicos do produto. Regulamentada em 2010, a Lei 11.909/2009, conhecida como Lei do Gás, estabelece de que forma as atividades de tratamento, processamento e comercialização do gás natural devem ser realizadas no país. Apesar do marco regulatório próprio e da expansão do mercado, o setor ainda enfrenta dificuldades para atrair investimentos, o que diminui a oferta para os consumidores. O principal entrave é a falta de competitividade. Isso porque a Petrobras detém 92% da produção de gás natural no Brasil, além de administrar campos de gás,  gasodutos, termelétricas, transportadoras, distribuidoras e revendedoras do combustível. Para quebrar o monopólio da estatal e abrir oportunidade de novos negócios para o setor, deputados federais analisam o Projeto de Lei 6407/2013, também conhecido como Nova Lei do Gás. A proposta tem como base o Gás para Crescer, iniciativa do Ministério de Minas e Energia, lançada em julho de 2016, com o objetivo de elaborar ações para adequar o funcionamento do setor de gás, em um cenário com menor participação da Petrobras. Além de ofertar mais opções aos consumidores e aumentar a competitividade no setor, o texto também isenta do pagamento de alíquotas do PIS/Pasep e da Cofins sobre importação e receita bruta às empresas que vendam gás natural, liquefeito ou gasoso no mercado interno.

19 Nov 2018 - 13:30h

A idosa Antônia Conceição da Silva, de 106 anos, foi assassinada a pauladas na madrugada desse sábado (17) dentro da sua casa, no município de Feira Nova do Maranhão, a 783 km de São Luís. De acordo com a Polícia Civil, a principal suspeita é de latrocínio (roubo seguido de morte). Segundo a polícia, a idosa estava sozinha em casa quando um homem, não identificado, entrou por um buraco feito no telhado para assaltar a residência. O neto da vítima, que morava com ela, havia ido para uma festa e, quando retornou, encontrou a avó morta. Segundo o G1, ao fugir, o criminoso deixou pegadas na parede da casa. De acordo com a polícia, ao ser encontrado, o corpo da idosa estava com sinais de estrangulamento e espancamento. Três pessoas já foram ouvidas pela polícia e a principal linha de investigação é latrocínio, já que foram levados R$ 30 reais que estavam com a vítima. Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA) informou que a Polícia Civil Regional do município de Balsas já está investigando o crime e o caso será conduzido pela Delegacia Municipal de Riachão. A idosa era uma das moradoras mais antigas do município de Feira Nova do Maranhão, que tem pouco mais de oito mil habitantes e havia completado 106 anos no mês passado. O crime revoltou moradores da cidade e a família da vítima, que ainda está abalada com o caso.

18 Nov 2018 - 08:00h

A avó de uma criança de 1 ano ficou ferida neste sábado (17) no Distrito Federal ao tentar impedir que a mãe do bebê – que não tem a guarda – fugisse com ele. Segundo a Polícia Civil, a mulher levou um golpe de faca na mão, mas não precisou ser encaminhada ao hospital. A confusão começou quando a mãe chegou à chácara da sogra, na Ponte Alta do Gama, para visitar a criança. Segundo a ocorrência registrada na Polícia Civil, a visita estava prevista no acordo judicial da guarda. O problema é que, em certo momento, a mãe foi “dar uma volta” com o bebê e sumiu. A avó afirmou aos policiais que vasculhou a chácara e encontrou a mulher com a criança. Na discussão, a mulher avançou contra a sogra, deu uma facada na mão dela e fugiu com o bebê no colo. Ferida, a avó decidiu acionar a Polícia Militar, que passou a fazer rondas pela região. A suspeita foi encontrada no cemitério próximo à chácara, com um bebê no colo e uma faca na cintura. Ela foi detida e a criança foi devolvida à tutela da avó, sem ferimentos. De acordo com a PM, o menino de 1 ano está sob a tutela legal da avó porque a mãe, detida neste sábado, tem histórico de transtornos psicológicos. O pai do bebê é ex-presidiário e, também de acordo com a polícia, está internado em uma clínica para usuários de drogas.

18 Nov 2018 - 07:30h

Um homem armado fez a ex-mulher e um bebê reféns dentro de uma casa em Itapira (SP), segundo informações iniciais apuradas pela EPTV, desde o início da tarde deste sábado (17). Polícia Militar, Guarda e o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foram acionados e isolaram a residência para negociar a liberação das vítimas. Segundo a Guarda e familiares, houve um disparo no local, e há a suspeita de que a mulher tenha sido atingida. De acordo com o repórter Jonatan Morel, foi montada uma área de isolamento em um raio de pelo menos 200 metros da casa, que fica na Rua Benedito Antônio de Lima. Autoridades informaram que um idoso, que também era mantido refém, foi liberado. Até as 0h35 de domingo, os policiais ainda tentavam convencer o homem a se render. O pai e a irmã do autor do crime foram acionados para colaborar com a equipe de negociação. Uma irmã da vítima contou à reportagem que o suspeito teria arrastado a ex de um carro, no início da tarde, para dentro da residência alugada por ele recentemente. Segundo a irmã, ela teria conseguido mandar um pedido de socorro pelo celular. Alguns familiares dela foram até o local, o autor teria tentado fazê-los reféns também e, então, a polícia foi acionada. Muitos vizinhos e curiosos foram até o entorno da residência para acompanhar a ocorrência. Uma viatura funerária também foi mandada para o local. Até esta publicação, ainda não havia informações sobre a motivação do crime.

18 Nov 2018 - 07:00h

Um homem matou a facadas sua mulher de 33 anos e sua filha de 4 anos em Araguari (MG) no último sábado (17) e, em seguida, desferiu quatro golpes de faca no próprio peito, numa área próxima ao coração. A médica Mariana Paranhos foi atingida 12 vezes, na região do tórax e do pescoço, e a criança, duas vezes, segundo informações da Polícia Militar de Minas Gerais. De acordo com o jornal Extra, a motivação do crime é desconhecida. A delegada Paula Fernanda Oliveira deverá divulgar informações deste caso apenas na próxima semana. A investigação está em andamento para a elucidação dos fatos. Segundo a assessoria de imprensa, a perícia foi realizada, assim como os exames necroscópicos. A faca usada por Thiago foi recolhida e os corpos das vítimas e dele foram liberados. Os aparelhos celulares do casal estão sujeitos à análise. A família morava em Uberlândia, a 40 quilômetro de Araguari, onde Mariana fazia plantão numa unidade de saúde neste sábado. Além da unidade de saúde em Araguari, Mariana também trabalhava na Universidade Federal de Uberlândia (UFU). Segundo a instituição, ela era residente em Ginecologia e Obstetrícia do Hospital de Clínicas de Uberlândia (HCU/UFU).

17 Nov 2018 - 11:00h

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores, assinou nesta sexta-feira 16 o ato de exoneração do juiz federal Sérgio Moro do cargo. A medida, pedida pelo próprio Moro na manhã de hoje (17) por meio de um ofício ao TRF4, terá efeito a partir da próxima segunda-feira 19. Titular da 13ª Vara Federal de Curitiba, onde correm os processos da Operação Lava Jato em primeira instância no Paraná, o juiz federal assumirá o Ministério da Justiça e Segurança Pública no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro. Ele havia pedido férias do cargo até a posse, em janeiro, quando pretendia pedir exoneração. Com a saída oficial de Moro da magistratura, os processos da Lava Jato, que por enquanto estão sob responsabilidade da juíza federal substituta Gabriela Hardt, serão redistribuídos a outro juiz federal do TRF4, por critério de antiguidade no cargo. “Assim, venho, mais uma vez registrando meu pesar por deixar a magistratura, requerer a minha exoneração do honroso cargo de juiz federal da Justiça Federal da 4ª Região, com efeitos a partir de 19/11/2018, para que eu possa então assumir de imediato um cargo executivo na equipe de transição da Presidência da República e sucessivamente ao cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública”, escreveu o magistrado no documento remetido ao TRF4.

16 Nov 2018 - 15:30h

O presidente Michel Temer (MDB) fez um pronunciamento nesta quinta-feira (15) na TV no qual voltou a defender a união do país porque a “hora da divisão já passou” após o período eleitoral. Ainda no pronunciamento, o presidente desejou sucesso ao presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e destacou que o Brasil vive um momento de estabilidade das instituições. “Ao encerrar o período eleitoral e iniciar esse momento de transição de poder, quero ressaltar a força e a estabilidade de nossas instituições. Vivemos um dos mais longos ciclos democráticos de nossa história que, na verdade, sempre foi repleta de interrupções na normalidade institucional”, afirmou o presidente no pronunciamento. “Nossa Constituição comemorou 30 anos em outubro, provando a vitalidade de nossas instituições. Agora, a missão é manter o país unido e pacificado”, acrescentou Temer. De acordo com o G1, em um outro trecho do pronunciamento, o presidente afirmou que todos os que vivem no Brasil têm de ter compromisso com o “bem estar da nação”, o que envolve a valorização da mulher, a criação de oportunidades para o trabalhador e o compromisso com a segurança pública e com o futuro de crianças e jovens.

15 Nov 2018 - 09:50h

Pelo menos 38.436 pessoas foram assassinadas nos nove primeiros meses deste ano no Brasil. Apenas em setembro foram registradas 3.721 mortes violentas. O número, porém, é ainda maior, já que dois estados (Maranhão e Paraná) não divulgam os dados referentes a setembro. O Paraná é o único que não divulga também os dados de julho e de agosto. O índice nacional de homicídios, ferramenta criada pelo G1, permite o acompanhamento dos dados de vítimas de crimes violentos mês a mês no país. O número consolidado até agora contabiliza todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

14 Nov 2018 - 15:30h

Uma câmera de segurança flagrou quando uma mulher de 21 anos foi rendida e sequestrada pelo ex-marido na porta do trabalho, no bairro Jardim Vitória, em Taboão da Serra (SP). A vítima foi resgatada pela Polícia Civil em Sorocaba (SP), nesta terça-feira (13). As imagens mostram quando a auxiliar de produção de um atacadista, que teve a identidade preservada, passa pelo portão e é surpreendida por Otávio Neves dos Anjos, de 25 anos, que está armado. Na sequência, os dois saem da filmagem e aparecem outras pessoas que presenciam a ação. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Aparecida Alves Janduci, a vítima foi obrigada a entrar em um carro quando o suspeito teria disparado para o alto. A abordagem ocorreu por volta das 11h30 e em menos de 24 horas a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) cruzou as informações sobre os dois e localizou o carro em uma avenida de Sorocaba. Antes de chegar à cidade, o suspeito dirigiu pelos municípios de Salto e Itu, onde teria ficado em um hotel com a vítima à noite. Segundo o G1, já em Sorocaba, os policiais civis realizaram um cerco na Avenida Antônio Carlos Comitre, no bairro Campolim, zona sul, e pararam o carro com Otávio e a jovem. À polícia, a jovem contou que não havia sido ferida pelo suspeito. O dois tinham terminado o casamento há cerca de seis meses. Porém, o ex-marido não aceitava o fim. Otávio foi encaminhado à delegacia de Taboão da Serra e autuado por sequestro, cárcere e porte ilegal de arma.

14 Nov 2018 - 08:30h

O ex-prefeito que matou o filho por engano, acreditando ser um assaltante, não tinha porte e nem registro da arma que usou no crime, segundo informou o delegado Jorge Luis, responsável pelo caso. Adilson Azevedo, de 63 anos, que foi gestor em Baraúna, no Curimataú da Paraíba, se apresentou à polícia e prestou depoimento nesta terça-feira (13). O filho dele, Alyson Azevedo, que tinha 37 anos, também foi ex-gestor do município. Durante o depoimento, Adilson entregou a arma com que atirou no filho, um revólver calibre 38. Segundo o delegado Jorge Luis, o ex-prefeito não foi autuado e vai responder pelo crime em liberdade, já que se apresentou à polícia. Ele foi liberado para comparecer ao velório do filho. Adilson alegou, ainda, que já havia sido assaltado e, por isso, quando escutou o barulho no portão da casa dele sendo violado, se preparou para atirar sem saber que a vítima era o próprio filho. O velório de Alyson acontece no ginásio Joselito de Oliveira. Já o sepultamento dele está marcado para as 17h da quarta-feira (14) e deve acontecer no cemitério municipal de Baraúna.

13 Nov 2018 - 16:30h

A igreja evangélica onde um pastor foi baleado durante o culto neste domingo (11), em Mogi das Cruzes, transmitiu ao vivo por uma rede social o momento em que o homem fez os disparos (assista acima). O pastor foi encaminhado para um hospital, onde passou por cirurgia. O atirador é Werley Silva Souza, de 30 anos, que foi detido por fiéis até a chegada da polícia. Ele foi espancado e precisou de atendimento médico e foi levado para o Hospital Luzia de Pinho Melo e, depois, para o 1º Distrito Policial da cidade, onde ficou preso. O homem já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas. As imagens mostram que o atirador está com um capacete em uma mão e com a arma na outra. O homem se coloca na frente do altar, no momento em que uma pregação é feita. Ele atira na direção de um dos pastores. As pessoas que estavam no altar se abaixam e fogem. O público entra em pânico. A Polícia Militar foi acionada e informou inicialmente que o pastor não corre risco de morte. O G1 apura o estado de saúde dele na unidade de saúde. A igreja fica na Avenida Lothar Waldemar Hoenne, conhecida como Perimetral. A arma foi apreendida.

13 Nov 2018 - 15:30h

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) abriu concorrência para renovar a frota de veículos que fazem a escolta do presidente e do vice-presidente da República. Serão adquiridos 30 carros, dos quais 12 blindados. O edital foi publicado na edição da última quinta-feira (8) do “Diário Oficial da União”. O pregão eletrônico será realizado no próximo dia 21, às 9h30. Os carros farão a escolta do presidente eleito, Jair Bolsonaro, e do vice, general Hamilton Mourão, a partir de 2019. De acordo com o G1, serão licitações com diferentes requisitos porque são requeridos carros com níveis diferentes de blindagem. O nível III, por exemplo, é o que resiste a fuzil.

13 Nov 2018 - 14:30h

O presidente eleito, Jair Bolsonaro , disse, na tarde desta segunda-feira, que a reforma da Previdência dificilmente deve ser votada este ano. E informou que vai conversar com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na quarta-feira, para discutir a questão. “A gente tá achando que dificilmente se aprova no corrente ano - disse para completar: - Não é essa reforma que eu quero. Você tem que reformar? Tem. Mas tem que ser de forma racional. Não apenas olhando o número, mas o social também”, explicou na entrada do condomínio onde mora no Rio, após sair para ir ao banco. “É complicado, mas você tem que ter coração também nessa reforma, não são apenas números. Se fossem apenas números, não precisava de economista, qualquer um decidiria ali de forma fria. E nós não queremos isso”, completou.

13 Nov 2018 - 13:30h

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) afirma que o Censo Demográfico 2020 corre o risco de não sair do papel por falta de funcionários e de verba. De acordo com o órgão, desde 2008, mais de 2.400 deixaram a instituição e não foram repostos. “Essa crise ameaça todo o plano de trabalho do Instituto, incluindo a realização do Censo Demográfico 2020, que já se encontra em planejamento”, diz o IBGE. O custo total do levantamento foi calculado em R$ 3,4 bilhões pelo IBGE. O órgão enviou ao Ministério do Planejamento um pedido de R$ 344 milhões para investimento em equipamentos e software no ano de 2019. Outros R$ 3,056 bilhões serão estritamente necessários para viabilizar a coleta em 2020. Em 2018, o instituto recebeu R$ 6,7 milhões em recursos para os preparativos da operação censitária, de uma previsão inicial de R$ 7,5 milhões. Diante deste cenário, o governo federal já aventou a possibilidade de realizar um Censo mais enxuto. Porém, segundo o IBGE, não é possível reduzir o projeto. Além da perda de trabalhadores nos últimos anos, um terço da força de trabalho do órgão está apta a se aposentar. Atualmente, o instituto conta com 5.030 funcionários. A saída de funcionários tem levado ao fechamento de agências regionais. São 16 agências fechadas, 61 que operam com apenas um servidor e 232 que funcionam com dois. Ao todo, o IBGE possui 583 agências, consideradas fundamentais para a realização de grandes levantamentos, como o Censo.

13 Nov 2018 - 08:30h

Um trabalhador rural de 33 anos foi assassinado na noite deste domingo (11) em uma fazenda no município de Rosana, no interior de São Paulo. De acordo com as informações repassadas pela Polícia Civil ao G1, a vítima foi atingida com pelo menos 11 facadas nas costas e na nuca. Um homem de 23 anos, também trabalhador rural, foi preso em flagrante na manhã desta segunda-feira (12) e confessou o crime. Um outro trabalhador rural, de 24 anos, levou uma facada nas costas, que lhe perfurou o pulmão direito, e foi internado no Hospital Regional (HR), em Rosana, para receber atendimento médico. As investigações apuraram que, depois do esfaqueamento, o autor dirigiu-se a um bar que fica próximo à fazenda, comprou uma garrafa de pinga e voltou ao local do crime. Segundo a Polícia Civil, ele jogou pinga no corpo da vítima e chegou a beber a mistura de cachaça com sangue que escorria.

12 Nov 2018 - 13:30h

Três entre cada dez brasileiros têm limitação para ler, interpretar textos, identificar ironia e fazer operações matemáticas em situações da vida cotidiana – e, por isso, são considerados analfabetos funcionais. Neste ano eles, representam 29% da população entre 15 e 64 anos, mas o grupo já foi bem maior: em 2001, chegou a 39%, de acordo o Indicador de Analfabetismo Funcional (Inaf). O Inaf acompanha os níveis de analfabetismo no Brasil em uma série histórica desde 2001, mas, pela primeira vez neste ano, trouxe informações relacionadas ao contexto digital. Os dados relacionados ao uso de redes sociais foram divulgados nesta segunda-feira com exclusividade para a BBC News Brasil. O instituto classifica os níveis de alfabetismo em cinco faixas: analfabeto (8%) e rudimentar (22%) (são considerados analfabetos funcionais); e elementar (34%), intermediário (25%) e proficiente (12%) (ficam na classificação de alfabetizados). Para a pesquisa foram entrevistadas 2.002 pessoas entre 15 e 64 anos de idade, residentes em zonas urbanas e rurais de todas as regiões do país.

12 Nov 2018 - 09:30h

O presidente da República eleito, Jair Bolsonaro (PSL), voltou a afirmar que o juiz federal Sérgio Moro, futuro ministro da Justiça e Segurança Pública, pediu e terá “carta branca” à frente da pasta para combater, sobretudo, corrupção e crime organizado. Bolsonaro citou uma operação da Polícia Federal que mirou desvios em recursos da merenda escolar no Pará, deflagrada nesta sexta, e disse que até agora Moro “pescava com varinha”, mas passará a “pescar com rede de arrastão de 500 metros”. “O Sergio Moro vai pegar vocês, abra teu olho hein? Ele lá agora, ao contrário do que alguns estão falando aí, ele pescava com varinha, agora ele vai pescar com rede de arrastão de 500 metros. E nós queremos isso, o povo quer isso, combater a corrupção no Brasil, combater o que está dando errado para a gente sonhar com aquilo que nós merecemos”, declarou o presidente eleito, por meio de uma transmissão ao vivo em seu perfil no Facebook. Jair Bolsonaro ressaltou que só falou pela primeira vez com o futuro ministro após o segundo turno e disse que não teria como dizer “não” à condição de Sergio Moro de ter “carta branca” à frente da pasta, incluindo o controle da PF. “[Moro] vai ter toda a liberdade para combater a corrupção e o crime organizado”.

11 Nov 2018 - 09:30h

Aprovada a toque de caixa pelo Congresso, a reforma trabalhista completa um ano neste domingo, 11. Neste período, o total de desempregados teve redução mínima – são 12 milhões de desocupados, o que coloca em xeque o argumento de que era necessário modernizar a CLT para manter e gerar empregos no país. O que se viu foi a ampliação do trabalho autônomo, intermitente, temporário e terceirizado. Especialistas ouvidos pela Revista Veja dizem que o efeito mais imediato da reforma pode ser sentido na redução de novos processos ajuizados na Justiça Trabalhista e da arrecadação com o imposto sindical.  No caso das novas ações, houve uma queda de 70% de novembro para dezembro de 2017. O número médio de novas ações, que passava de 250 mil por mês em 2017, recuou para menos de 150 mil. Essa queda, entretanto, parece dar sinais de arrefecimento. A redução da judicialização trabalhista divide especialistas no tema. Advogados que defendem o setor empresarial dizem que o número de processos caiu porque os trabalhadores passaram a pedir somente o que têm direito. A nova legislação determina que a parte que perder tem que pagar os custos do processo, como honorários, despesas com peritos, entre outros gastos.

11 Nov 2018 - 08:30h

Os corpos de mais quatro vítimas foram encontrados na madrugada deste domingo (11), 24 horas após um deslizamento atingir imóveis no Morro da Boa Esperança, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. O número de mortos no local subiu para 14. Outras onze pessoas foram resgatadas com vida. O trabalho de retirada dos escombros continua nesta manhã. Segundo os bombeiros que estão no local, uma mulher foi retirada morta dos escombros por volta da 1h30, e os corpos de três jovens foram resgatados às 4h45. De acordo com a equipe de resgate, os corpos estavam embaixo de uma laje, o que dificultou a retirada. As buscas foram mantidas durante toda a madrugada, e interrompidas no início da manhã. As buscas por vítimas foram encerradas, mas os bombeiros continuam no local para limpeza da área e para a possibilidade de alguma outra pessoa ser identificada como desaparecida. Equipes da prefeitura estão monitorando a área para identificação de risco de novos desabamentos. De acordo com o G1, a Defesa Civil diz que a região ainda está perigosa e que precisa de monitoramento. Um drone está sendo usado para auxiliar na avaliação. Documentos de identificação das vítimas, encontrados nos escombros, estão sendo deixados na Associação dos Moradores. Para o trabalho noturno, um gerador foi instalado na comunidade para ajudar a iluminar a área. Várias equipes do Corpo de Bombeiros atuavam no local, com a ajuda de voluntários. Segundo a Prefeitura de Niterói, mais de 200 profissionais, entre eles 80 bombeiros, trabalham no socorro às vítimas e nas buscas sob os escombros.

09 Nov 2018 - 17:30h

A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã desta sexta-feira 9, o empresário Joesley Batista, do grupo J&F, e o vice-governador de Minas Gerais, Antônio Andrade (MDB). Ao todo, são dezenove alvos de mandados de prisão temporária, com previsão inicial de cinco dias, na Operação Capitu, realizada em parceria com a Receita Federal. Outros dois delatores da J&F, Ricardo Saud e Demilton Castro, também foram presos. Trata-se de um desdobramento da Operação Lava Jato que, com base em delação premiada do doleiro Lúcio Funaro, investiga suspeitas de corrupção no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Andrade foi ministro da Agricultura durante o governo da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), antes de ser eleito vice na chapa do governador Fernando Pimentel (PT) em 2014. Seu sucessor na pasta, o deputado estadual eleito Neri Geller (PP-MT), também foi alvo da operação. De acordo com as investigações, redes de supermercados e escritórios de advocacia teriam sido utilizados para a lavagem de dinheiro do esquema. Ao todo, são 62 mandados de busca e apreensão nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso. As investigações da PF apontam que parte dos valores, cerca de 30 milhões de reais, foram utilizados em campanha para a Presidência da Câmara, sendo que, desse total, 15 milhões teriam sido direcionadas para a bancada mineira.

09 Nov 2018 - 12:30h

O número de trabalhadores no Brasil que estão associados a algum sindicato caiu para 14,4% e atingiu a menor taxa em seis anos. Os dados, divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), são de 2017. De acordo com o levantamento, a maioria dos trabalhadores sindicalizados são do setor público (27,3%). Em seguida, aparecem os empregados do setor privado com carteira assinada (19,2%). A reforma trabalhista, que estabeleceu como opcional a contribuição sindical, não influenciou os dados do IBGE – a lei entrou em vigor apenas em novembro de 2017, quando a maior parte do levantamento do órgão já estava concluída. Segundo o IBGE, os trabalhadores por conta própria registraram uma das maiores quedas de taxa de sindicalização na série histórica, de 11,3% em 2012 para 8,6% em 2017. Entre 2015 e 2016, houve uma redução de 7,4% no número de trabalhadores sindicalizados. “Metade da perda no contingente de sindicalizados foi proveniente da indústria geral”, destaca o IBGE. No ano passado, mesmo a discreta recuperação do emprego não interrompeu a redução da sindicalização: a queda foi de 3,2% na comparação com 2016. Entre 2016 e 2017, apenas o Centro-Oeste teve recuperação do indicador, de 11,8% para 13,2% no período. A região Sul tem a maior taxa de funcionários associados a sindicatos, de 16,2%. As atividades com maior taxa de sindicalização são a administração pública (23,6%), agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (21,1%), indústria geral (17,1%) e informação e comunicação (17%).

09 Nov 2018 - 11:30h

O Senado cortou pela metade uma das fontes de recursos do Fundo Social do Pré-Sal, destinado a investimentos em saúde e educação. Por meio de um projeto de lei, os senadores destinaram 50% dos recursos vindos da comercialização do petróleo do pré-sal, que iriam integralmente para o Fundo Social, para outro fundo, o Brasduto, voltado para expansão de gasodutos e para o fundo de participação de Estados e municípios. A proposta ainda precisa passar pela Câmara. O Brasduto contará com 20% dos recursos da comercialização do petróleo do pré-sal. Outros 30% serão destinados aos fundos de participação de Estados e Municípios. O fundo dos gasodutos ainda poderá contar com recursos do Orçamento. O acordo para a votação do texto, que estava em um projeto de lei sobre o pagamento de multas indenizatórias a usuários de energia prejudicados por distribuidoras, teve apoio do líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Na quarta-feira, os senadores retiraram da proposta o item que privilegia a seleção e construção de gasodutos que já obtiveram licenciamento ambiental. Agora, o critério de escolha será definido pelo comitê gestor do Brasduto.

09 Nov 2018 - 10:30h

Segundo a pesquisa da instituição beneficente de ensino global Varkey Foundation, divulgada nesta quarta-feira (07), o Brasil é o país que mais desvaloriza o professor entre as 35 nações avaliadas. O Índice Global de Status de Professores teve sua estreia em 2013 e também mostrava uma posição desconfortável do Brasil: penúltimo lugar. Desta vez, está em último. As informações são baseadas em análises de opinião realizadas pelo Instituto Nacional de Pesquisa Econômica e Social da Inglaterra (National Institute of Economic and Social Research) com mais de 35.000 adultos na faixa etária dos 16 aos 64 anos e mais de 5.500 professores ativos em 35 países. A pesquisa mostra que 9 em cada 10 brasileiros acreditam que não há respeito por parte dos alunos aos seus professores. É o menor número entre os 35 países pesquisados. Outro tema apresentado foi a carga horária semanal dos profissionais em sala de aula, onde a pesquisa aponta o desconhecimento do público em relação ao tempo gasto pelos mestres. De acordo com o índice, os professores brasileiros têm uma carga horária semanal muito maior do que se pensa — 47,7 horas semanais, enquanto o brasileiro julga ser 39,2 horas no período. Ainda de acordo com o levantamento, a maioria dos entrevistados brasileiros afirma que a profissão mais comparável a de professor é a de bibliotecário. Na China, líder no índice, Rússia e Malásia, os mestres são mais comparáveis a médicos.