Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

20 Abr 2019 - 07:30h

Em uma entrevista nesta semana, o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que seria “um salto muito grande” se o presidente Jair Bolsonaro (PSL) aceitasse a privatização da Petrobras. No entanto, disse que o presidente cedeu em sua resistência quanto a venda de outra empresa. Segundo fontes do governo, a estatal que será vendida são os Correios. Desde o sinal verde dado internamente pelo presidente, a equipe econômica se debruça para estruturar a venda da estatal. De acordo com a Veja, o objetivo é garantir liberdade para que a empresa se modernize e se adeque às mudanças promovidas pelo comércio eletrônico quando estiver desvinculada do estado.

18 Abr 2019 - 10:30h

O Brasil teve uma queda de 25% no número de assassinatos nos dois primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado. É o que mostra o índice nacional de homicídios criado pelo G1, com base nos dados oficiais dos 26 estados e do Distrito Federal. Essa é a primeira parcial divulgada no ano. De acordo com a ferramenta, houve 6.856 mortes violentas no primeiro bimestre de 2019. O dado só não comporta o Paraná. O governo do estado informa que os números de janeiro e fevereiro ainda estão sendo tabulados para posterior divulgação. Tirando o Paraná, houve 9.094 assassinatos no mesmo período de 2018. Ou seja, uma queda de 25%. A queda é puxada principalmente pelos estados do Nordeste, que, juntos, registram a redução mais significativa do número de mortes (34%) – somente no Ceará o índice diminuiu 58%.

16 Abr 2019 - 15:30h

O governo federal anunciou nesta terça-feira (16) uma linha de crédito de até R$ 30 mil, via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para caminhoneiros autônomos. Também anunciou o investimento de R$ 2 bilhões em rodovias. O anúncio foi feito no Palácio do Planalto pelo ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni. “O governo anuncia neste momento uma linha de crédito específica para caminhoneiros autônomos de até R$ 30 mil para compra de pneus e manutenção dos veículos”, afirmou Onyx. De acordo com o ministro, serão liberados R$ 500 milhões nessa linha de crédito, que poderá ser acessada pelos caminhoneiros primeiro nos bancos públicos, Banco do Brasil e Caixa, e depois nos “demais bancos e cooperativas de crédito de todo o Brasil”. Além disso, segundo Onyx, poderão tomar o empréstimo apenas caminhoneiros autônomos que tenham até dois caminhões por CPF.

15 Abr 2019 - 14:30h

A reforma da Previdência deve passar por sua primeira batalha na próxima semana. Entre terça, 16, e quarta-feira, 17, deputados votarão a admissibilidade da proposta na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Esse é o passo inicial para que o texto possa seguir tramitando. Para que o parecer do relator deputado Delegado Marcelo Freitas (PSL-MG), que fez indicação favorável ao seguimento do texto, passe, são necessários 34 votos dos 66 integrantes da comissão. A proposta deve ser aprovada pelos deputados, mas isso não significa tranquilidade nas discussões. Caso haja uma reviravolta e a CCJ não aprove a continuidade da Proposta de Emenda à Constituição, o texto é arquivado. De acordo com a Veja, apesar de ser minoria, com ao menos 17 votos, a oposição tem feito muito barulho em todo o processo. O bloco formado pelos principais partidos opositores, PT, PSB, PSOL, Rede, tem 12 membros na CCJ. Há um outro bloco, dos partidos de centro, PDT, PODE, Solidariedade, PCdoB, PATRI, PPS, PROS, Avante, PV e DC, que tem outros 14 membros. Porém, PCdoB e PDT, com 5 integrantes, já deixaram claro que são contrários à reforma da Previdência.  Já o bloco do governo é composto por PSL, PP, PSD, MDB, PR, PRB, DEM, PSDB, PTB, PSC e PMN e tem a maioria da comissão, com 39 deputados. O Novo, que não faz parte do bloco, mas já fechou questão a favor da reforma, tem mais um deputado.

13 Abr 2019 - 07:00h

O número de servidores públicos federais na ativa registrou em 2018 a primeira redução em 11 anos, de acordo com o Painel Estatístico de Pessoal, mantido pelo Ministério da Economia. Em 2017, o governo federal tinha 634.157 servidores na ativa. No ano passado, esse efetivo passou para 630.689. O total de servidores (que inclui aposentados e instituidores de pensão), entretanto, continuou crescendo: passou de 1.271.462, em 2017, para 1.272.847, em 2018. De acordo com o Ministério da Economia, o número deve continuar caindo nos próximos anos. Para especialistas ouvidos pelo G1, essa redução pode ser preocupante se atingir funções importantes e não houver reposição adequada – eles defendem uma melhor gestão dos cargos públicos. Nos dez anos consecutivos de aumento do número de servidores ativos (de 2008 a 2017), a máquina pública federal ganhou 113.390 novos funcionários. No mesmo período, a despesa líquida com pessoal aumentou de R$ 137,45 bilhões em 2008 para R$ 304,61 bilhões em 2019. Se considerados os últimos 20 anos (1999 a 2018), são 172.661 funcionários públicos a mais no governo federal (aumento de 15,7%).

12 Abr 2019 - 17:30h

A Polícia Civil investiga possíveis irregularidades na lista de desaparecidos após o rompimento da barragem de Brumadinho, Minas Gerais, em 25 de janeiro. O número de pessoas não localizadas voltou a ser reduzido nesta quinta-feira, 11, passando de 68 para 52, conforme divulgado pela Defesa Civil. Segundo as autoridades, fraudes e erros motivaram a mudança. Outros 17 supostos desaparecidos já haviam sido removidos da relação, totalizando 33 remoções. Em nota, a Polícia Civil afirma que os pedidos de retirada de nomes da lista de desaparecidos “tiveram como fundamento investigações que demonstraram que as pessoas que estavam na lista foram incluídas de forma errônea, por parentes ou terceiros”, e, em seguida, houve confirmação que estavam vivas. O total de óbitos confirmados até o momento é de 225. O texto diz ainda que “outros casos foram resultado de inclusão proposital por suspeitos de estelionato que haviam cadastrado nomes de pessoas que não estavam na região, a fim de conseguir vantagem econômica com as indenizações pagas”. Ocorreu ainda, segundo a corporação, repasse de informações por familiares com grafia errada ou nomes trocados. As investigações sobre possíveis estelionatos ainda estão em andamento. Uma tentativa de fraude ocorreu em 3 de fevereiro com a prisão de um homem que afirmou ter perdido mulher e filha na tragédia. À Polícia Civil, o suposto marido e pai disse que ambas estavam hospedadas na pousada Nova Estância, destruída pela lama. Aos ser questionado por delegados, no entanto, admitiu a tentativa de fraude. Em 8 de março, conforme informações do Tribunal de Justiça de Minas, uma mulher teve prisão em flagrante decretada depois de se apresentar em Brumadinho na Estação do Conhecimento, ponto para recebimento de documentos de atingidos pelo rompimento da barragem, afirmando que a filha teria sido morta na tragédia. Foi constatado, no entanto, que a certidão de nascimento da suposta vítima era falsa.

12 Abr 2019 - 15:30h

Nem só de más notícias vive Eduardo Cunha. Na terça-feira, a segunda turma do STF decidiu manter sua condenação, negando um habeas corpus impetrado por sua defesa. Mas ontem Cunha recebeu uma boa nova. De acordo com o jornal o Globo, preso desde outubro de 2016 em Curitiba, Eduardo Cunha vai deixar a capital parananense, de acordo com uma decisão da juíza Luciani  Maronezi, da 2º Vara de Execuções Penais e Curitiba. A Justiça aceitou o pedido de sua defesa e permitiu a transferência do ex-presidente da Câmara para uma prisão no Rio de Janeiro. O argumento usado pela defesa é que a família de Cunha mora no Rio.

12 Abr 2019 - 14:30h

O Senado aprovou nesta quinta-feira (11) um projeto que garante ao consumidor o direito de receber outro telefone celular enquanto seu aparelho estiver na assistência técnica para conserto. O empréstimo só vale para aparelhos que estão dentro do prazo de garantia. Como houve mudanças no texto, a proposta volta à análise da Câmara dos Deputados. Para usufruir do direito à troca, basta apresentar o aparelho defeituoso na assistência técnica autorizada. O benefício deverá ser concedido livre de ônus ao consumidor, que deverá devolvê-lo nas mesmas condições em que o recebeu.

12 Abr 2019 - 09:30h

Em discurso a servidores durante a inauguração de uma ouvidoria no Palácio do Planalto, Jair Bolsonaro (PSL) pediu desculpas pelas “caneladas”, disse não ter nascido para ser presidente e que seu cargo “é só problema”. “Desculpem as caneladas, não nasci para ser presidente, nasci para ser militar. Mas, no momento, estou nesta condição de presidente e, junto com vocês, nós podemos mudar o destino do Brasil. Sozinho não vou chegar a lugar nenhum”, afirmou Bolsonaro. De acordo com a Folha, aos funcionários do Planalto, o presidente afirmou que, “daqui a um tempo” será “mortal como todos” e que, em seu cargo, “é só problema”. “Não tenho qualquer ambição. Não me sobe à cabeça o fato de ser presidente. Eu me pergunto, eu olho pra Deus e falo: o que eu fiz para merecer isso? É só problema, mas temos como ir em frente, temos como mudar o Brasil”.

09 Abr 2019 - 11:30h

Titular da pasta da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro é o mais bem avaliado e mais conhecido ministro do governo Bolsonaro, aponta pesquisa Datafolha, divulgada no domingo 7. O ex-juiz federal é considerado ótimo ou bom por 59% dos entrevistados e conhecido por 93% dos que responderam ao levantamento. Outros 17% consideram sua atuação regular e 15% a classificam como ruim ou péssima; 2% não souberam opinar. Segundo mais bem avaliado, mas em um patamar distante de Moro, Paulo Guedes, à frente da Economia, é considerado ótimo ou bom por 30% e conhecido por 74% dos brasileiros. Outros 12% classificam a atuação do ministro ruim ou péssima e 4%, não opinaram. De acordo com a Veja, Damares Alves, a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, é considerada ótima ou boa por 25% e conhecida por 57% dos entrevistados.

09 Abr 2019 - 10:30h

O vice-presidente general Hamilton Mourão defendeu que o governo tenha um trabalho “persistente” na área social para resolver a criminalidade do país. Caso contrário, afirmou, o governo vai “enxugar gelo”, mesmo com bons trabalhos na polícia. Ele ainda comparou as prisões brasileiras a “masmorras” e “colônias de férias” do crime. “Com as pessoas vivendo amontoadas em favelas, sem acesso a água, a luz, com o traficante colocando a televisão a cabo para eles, nós não vamos resolver o problema. Temos de agir de forma vigorosa na área social”, afirmou Mourão, aplaudido pela plateia do Brazil Conference, evento organizado pelos estudantes brasileiros das universidades de Harvard e do MIT.  Mourão disse que o sistema prisional tem “masmorras” e, por isso, as prisões não conseguem atingir a finalidade esperada. “Como é que eu vou educar uma pessoa se jogo em uma prisão que é uma masmorra, sem ter atividade laboral, sem ter progressão educacional?”, indagou, também sob aplausos. A fala aconteceu no momento que foi questionado sobre as políticas repressivas na área da educação.

09 Abr 2019 - 08:30h

Após três meses do governo Jair Bolsonaro, pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (8) pelo jornal "Folha de S.Paulo" indica que, para 40% dos entrevistados, a corrupção vai aumentar; para 35%, vai diminuir; para 21%, vai continuar como está; 3% disseram que não sabem. O instituto ouviu 2.086 pessoas entre os últimos dias 2 e 3. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Em dezembro, a menos de um mês da posse de Bolsonaro e ainda no governo Michel Temer (MDB), o Datafolha apurou que, naquele momento, 58% julgavam que a corrupção iria diminuir e 19% consideravam que iria aumentar.

08 Abr 2019 - 16:30h

O uso do faro dos cães para detectar doenças é uma nova frente de pesquisas da medicina. Um novo estudo, apresentado na reunião anual da Sociedade Americana de Bioquímica e Biologia Molecular, mostrou que os cães podem usar seu olfato altamente evoluído para farejar o câncer em amostras de sangue, com quase 97% de precisão. De acordo com o G1, os cães têm receptores de cheiros dez mil vezes mais eficazes do que os humanos, o que os torna muito sensíveis a odores que não percebemos. Os resultados podem levar a novos testes de detecção, mais baratos, precisos e não invasivos. “Um teste altamente sensível para detectar o câncer poderia salvar milhares de vidas e mudar a forma como a doença é tratada”, explica a pesquisadora Heather Junqueira. Para o estudo, os cientistas usaram uma forma de treinamento de reforço positivo para ensinar quatro cães da raça beagle a distinguir entre amostras de sangue normais e amostras positivas para câncer de pulmão. Três cães identificaram o câncer de pulmão corretamente em 97% das tentativas. “Esse trabalho é muito emocionante porque abre caminho para novas pesquisas, que podem levar a novas ferramentas de detecção de câncer”, disse Junqueira.

08 Abr 2019 - 15:30h

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (8) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostra que caiu o otimismo do brasileiro com a economia e a sua própria situação. O percentual de pessoas que acreditam que a situação econômica brasileira vai melhorar nos próximos meses caiu de 65% em dezembro de 2018, para 50% em abril. Já a parcela dos que esperam uma piora passou de 9% para 18%. O levantamento é o primeiro do Datafolha sobre expectativa da população sobre a economia após a posse do presidente Jair Bolsonaro. A pesquisa ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

08 Abr 2019 - 11:30h

Pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (7) mostra os seguintes percentuais de avaliação do governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL): Ótimo/bom: 32%; Regular: 33%; Ruim/péssimo: 30%; Não sabe/não respondeu: 4%. A pesquisa ouviu 2.086 pessoas com mais de 16 anos, em 130 municípios, nos dias 2 e 3 abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. É a pior avaliação para um presidente da República no início de primeiro mandato desde 1990. Fernando Collor (então no PRN) tinha 19% de reprovação após três meses, contra 16% de FHC (PSDB), 10% de Lula (PT) e 7% de Dilma (PT). A ex-presidente é quem tinha a melhor avaliação: 47% de ótimo/bom em 2011. Lula tinha 43%, contra 39% de FHC e 36% de Collor. A expectativa com o futuro do governo, após três meses de mandato, é a pior desde 1995: 59% esperam que Bolsonaro faça um governo ótimo ou bom, contra 48% de FHC, 76% de Lula e 77% de Dilma. De acordo com o G1, antes da posse, 65% esperavam que Bolsonaro fizesse um governo ótimo ou bom, contra 17% de regular e 12%, ruim ou péssimo. Hoje, os que acreditam em um governo regular são 16% e ruim/péssimo, 23%.

05 Abr 2019 - 16:30h

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou na noite de quinta-feira 4, durante transmissão ao vivo no Facebook, que o pagamento do 13° salário para beneficiários do Bolsa Família será anunciado na semana que vem. A medida já tinha sido confirmada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra. Seu custo é estimado em 2,5 bilhões de reais pelo governo. Segundo a coluna Radar, além do 13º, o presidente também vai ampliar e mudar o nome do programa, que foi criado no governo Lula em 2003. De acordo com Bolsonaro os recursos da ação vêm do “combate à fraude”. Medida Provisória (MP) 871, publicada em 22 de fevereiro no Diário Oficial da União, conhecida como MP do pente-fino, está analisando e revisando cerca de 3 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). A MP 871 é válida por 120 dias. Se não for aprovada no Congresso, ela será revogada. “Vamos continuar esse trabalho muito cansativo porque tem que pegar um a um, fazer cruzamentos, mas está dando resultado e o 13º está garantido para o pessoal do Bolsa Família no final do ano”, declarou o presidente. A implementação do 13° para beneficiários do Bolsa Família está entre as 35 metas do governo para os primeiros 100 dias.

05 Abr 2019 - 15:30h

Um relatório do Banco Mundial divulgado nesta quinta-feira (04) afirma que a pobreza aumentou no Brasil entre 2014 e 2017, atingindo 21% da população (43,5 milhões de pessoas). O documento intitulado Efeitos dos ciclos econômicos nos indicadores sociais da América Latina: quando os sonhos encontram a realidade, demonstra que o aumento da pobreza nesse período foi de 3%, ou seja, um número adicional de 7,3 milhões de brasileiros passou a viver com até US$ 5,50 por dia. No ano de 2014, o total de brasileiros que viviam na pobreza era de 36,2 milhões (17,9%). O quadro negativo teve início com a forte recessão que o país atravessou a partir do segundo semestre daquele ano, que durou até o fim de 2016. O Banco Mundial avalia que o fraco crescimento da América Latina e Caribe, especialmente na América do Sul, afetou os indicadores sociais no Brasil, país que possui um terço da população de toda a região.

05 Abr 2019 - 11:30h

Organizado por um grupo de fotógrafos para vender fotografias de momentos da carreira política e da vida pessoal do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Leilão Lula Livre, realizado na noite desta quarta-feira, 3, em São Paulo e em João Pessoa, arrecadou cerca de 625.000 reais. O dinheiro será destinado ao Instituto Lula, que passa por dificuldades financeiras desde que o petista entrou na mira da Operação Lava Jato. Condenado em segunda instância pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro, Lula completará no próximo domingo, 7, um ano detido na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. O leilão teve todos os 50 lotes arrematados, cada um deles com uma fotografia doada por 43 fotojornalistas a pedido do grupo Fotógrafos pela Democracia. Levadas ao pregão por ordem do ano de antiguidade, de 1978 a 2018, as imagens de 30 centímetros de altura por 45 centímetros de comprimento foram impressas em papel algodão e levavam autógrafos de Lula, que as assinou na carceragem da PF em Curitiba. O evento havia sido iniciado na internet em meados de março, com lances mínimos de 1.313 reais, e teve hoje ofertas presenciais, tomadas nas capitais paulista e paraibana. De acordo com a Veja, os valores dos arremates variaram entre 5.000 reais e 65.000 reais. Os maiores lances do Leilão Lula Livre saíram das mãos da empresária Rosane Gutjahr, de 61 anos. Ela gastou 227.800 reais em oito fotografias, que diz ter comprado em nome dela e de outras pessoas. O montante, correspondente a 36,4% do total das vendas, chega a 239.190 reais se contabilizados os 5% de comissão a que o leiloeiro tem direito.

05 Abr 2019 - 09:30h

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta quinta-feira (4) que os policiais que agiram na ação contra a quadrilha que atacou agências bancárias de Guararema (SP) na madrugada “estão de parabéns" por colocarem os bandidos “no cemitério”. Ao todo, 11 suspeitos foram mortos pela polícia e três suspeitos foram presos. “Bandidos que usam escopetas, fuzis e metralhadoras não saem para passear. Eles saíram para assaltar e fazer vítimas. Estão de parabéns os policiais que agiram e colocaram no cemitério mais dez bandidos”, disse Doria em entrevista à GloboNews. “No próximo dia 10 vamos homenagear estes e outros policiais que defenderam o cidadão e o patrimônio público agindo contra bandidos.”

04 Abr 2019 - 16:30h

Um homem de 31 anos foi preso em flagrante por ter mantido refém, espancado e abusado sexualmente de uma idosa, de 80 anos, no sítio em que ela mora, em Registro, no interior de São Paulo. Segundo a polícia, ela teria sido vítima do criminoso, que ainda por motivo desconhecido, invadiu a propriedade. A aposentada segue internada em estado grave no Hospital Regional de Pariquera-Açu, cidade vizinha. Segundo a Polícia Militar, toda a ação aconteceu na noite de quarta-feira (3), em um sítio localizado às margens da Estrada do Taquaruçu, área rural do município e distante sete quilômetros do Centro. De acordo com informações apuradas pelo G1 nesta quinta-feira (4), o marido da vítima foi quem acionou a corporação, após chegar à residência e encontrá-la toda revirada. Aos policiais, o idoso informou que voltava da igreja quando cruzou com um rapaz conhecido na cidade por ter um histórico de envolvimento em crimes e recém-saído da prisão. Ao passar por ele, o idoso percebeu que o suspeito estava aparentemente desnorteado, só de bermuda, e repetia palavras de baixo calão. Assustado, o idoso seguiu para a propriedade, onde encontrou a porteira arrombada. Ele não localizou a esposa e pediu socorro ao vizinho. Depois, voltou à residência e, nos arredores, encontrou a esposa, de 80 anos, caída e enrolada em um cobertor. Ela sangrava, estava nua e praticamente desacordada. Após a chegada da PM e o relato da vítima, equipes do Corpo de Bombeiros foram acionadas e socorreram a mulher à unidade de saúde da cidade. Entretanto, devido à gravidade dos ferimentos, ela foi transferida para o Hospital Regional de Pariquera-Açu. Na unidade, após exames, foram constatadas sérias lesões na cabeça, rosto, corpo e, também, que a idosa foi vítima de violência sexual.