Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Brasil"

15 Dez 2017 - 17:30h

O ex-governador do Rio Anthony Garotinho escreveu uma carta à direção do presídio Bangu 8, onde está detido desde o fim de novembro, na qual anuncia que está em greve de fome. Na carta, Garotinho afirma que é vítima de uma "injustiça" e que, por isso, está cometendo este "ato extremo". Ele diz ainda que está preso por uma retaliação às acusações que fez contra o ex-governador Sérgio Cabral. Garotinho afirma também que não quer mais o direito ao banho de sol, tampouco receber visitas de advogados e familiares. Em 2006, usou o mesmo recurso, depois de série de reportagens do GLOBO sobre irregularidades nos recursos que usava na sua pré-campanha à Presidência da República. A série mostrou que ONGs que prestavam serviços ao governo de sua mulher, Rosinha Garotinho, tinham sócios em comum com doadoras de sua pré-campanha pelo PMDB. Garotinho então fez greve de fome, alegando ser alvo de uma "campanha sórdida" da mídia, do sistema financeiro e do governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra suas pretensões eleitorais.

15 Dez 2017 - 15:30h

O Brasil encerrou o ano de 2016 com 24,8 milhões de brasileiros vivendo com renda inferior a ¼ do salário mínimo por mês, o equivalente a R$ 220. O resultado representa um aumento de 53% na comparação com 2014, quando teve início a crise econômica no país. De acordo com o G1, isso significa que 12,1% da população do país vive na miséria, conforme aponta a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) divulgada nesta sexta-feira (15) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Em 2016, o IBGE mudou a metodologia da SIS, passando a usar a amostra da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, que reúne informações de 3.500 municípios. Antes, o IBGE usava a Pnad, que recolhe informações de cerca de 1.000 cidades. Por conta disso, o IBGE considera que nem todos os dados da pesquisa de 2016 são comparáveis com os anos anteriores. Todavia, é possível comparar as projeções relativas de cada uma das pesquisas, como o número de pessoas que vivem com cada faixa de renda.

15 Dez 2017 - 09:30h

Balanço da Polícia Federal divulgado na quinta-feira (14) mostra que a corporação apreendeu neste ano o maior volume de maconha e de cocaína dos últimos 22 anos. Ao todo, segundo a PF, foram apreendidas 324 toneladas de maconha e 45 toneladas de cocaína. Os números do balanço superam, por exemplo, o resultado de 2016, quando a PF apreendeu 236 toneladas de maconha e 41 toneladas de cocaína. De acordo com o G1, o balanço desta quinta abrange o período entre janeiro e 13 de dezembro.

14 Dez 2017 - 16:30h

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), informou nesta quinta-feira (14) que a discussão e a votação da reforma da Previdência no plenário da Câmara ficou para fevereiro. A previsão de Rodrigo Maia é fazer a discussão da proposta no dia 5 e a votação no dia 19 de fevereiro. O anúncio de que a votação ficaria para fevereiro já tinha sido feito nesta quarta-feira (13) pelo líder do governo no Senado, Romero Jucá. A antecipação do anúncio pelo senador provocou “constrangimento”, nas palavras do deputado Carlos Marun (PMDB-MS), futuro ministro da Secretaria de Governo, pasta responsável pela articulação política. Horas depois da fala de Jucá, o Palácio do Planalto e o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, chegaram a contestar a informação. “Eu falei aqui há alguns dias: quando marcarmos uma data, teremos os votos. Nós teremos os 308 votos. A base não tem os votos hoje. O que precisamos daqui até fevereiro é trabalhar os votos”, afirmou o presidente da Câmara. De acordo com o G1, por se tratar de uma proposta de emenda constitucional (PEC), a reforma da Previdência necessita para ser aprovada dos votos favoráveis de três quintos dos 513 deputados (308) em dois turnos de votação.

13 Dez 2017 - 17:30h

Na primeira reunião da Executiva comandada pelo novo presidente do partido — o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin —, o PSDB fechou questão a favor da aprovação da reforma da Previdência. A legenda, no entanto, não deve punir os parlamentares que votarem contra a proposta. A decisão foi tomada na manhã desta quarta-feira, sem ressalvas — o que significa que o partido apoia o texto que foi apresentado na Câmara dos Deputados. A bancada do PSDB tem 46 deputados e a avaliação, hoje, é de que cerca de 60% já decidiram apoiar a reforma. Mas há ainda resistência entre os chamados "cabeças pretas". São 11 senadores, mas no Senado não há resistência.

13 Dez 2017 - 17:00h

Os que acreditam nos pedidos ao avistarem uma estrela cadente podem preparar uma lista para a noite desta quarta-feira e a madrugada de quinta-feira, o pico da gemínidas. Esta chuva de meteoros, que acontece desde o dia 4 e vai até o dia 17, é considerada uma das principais do calendário anual, tanto em número como intensidade do brilho. E neste ano a observação será beneficiada pela lua minguante, que será apenas um fino risco no céu. De acordo com o Calendário de Chuvas de Meteoros da Organização Meteorológica Internacional, o pico da gemínidas será às 04h30 desta quinta-feira, pelo horário de Brasília. No Hemisfério Sul, o radiante — ponto de onde os meteoros parecem surgir — já será visível a partir das 22h desta quarta-feira. A expectativa é que no pico cerca de 120 meteoros sejam registrados por hora.

12 Dez 2017 - 12:30h

O projeto tramita na Comissão de Educação do Senado em caráter terminativo, ou seja, sem necessidade de ir a plenário se não houver recurso. O site do Senado possui uma enquete em que a população pode opinar sobre a proposta de estabelecer feriado nacional para o Dia da Consciência Negra. Hoje, os votos favoráveis à criação do feriado nacional superam os contrários (762 a 592). Na Câmara, outro projeto, de autoria do deputado Valmir Assunção (PT-BA), também tenta transformar a data em feriado nacional. Por enquanto, o projeto está em tramitação e precisa passar ainda pelo plenário da Câmara.

12 Dez 2017 - 10:30h

A Petrobras pediu que o ministro Edson Fachin, relator dos processos da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Tribunal (STF), determine que a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), e outras duas pessoas devolvam R$ 1 milhão à estatal. Fachin ainda não tomou uma decisão. O ministro pediu uma opinião da Procuradoria-Geral da República (PGR), que é a favor da condenação de Gleisi na ação penal a que ele responder no tribunal. Não houve resposta ainda. A Petrobras atua no processo como assistente de acusação. Além de Gleisi, também são réus no processo o seu marido - o ex-ministro Paulo Bernardo - e o empresário Ernesto Kugler. Ele são acusados de corrupção e lavagem de dinheiro desviado da empresa. De acordo com o jornal O Globo, a Petrobras alega ter sido a maior vítima do esquema investigado na Lava-Jato, que apura irregularidades em contratos na estatal. A empresa quer que os três sejam condenados a devolver, juntos, a quantia.

11 Dez 2017 - 15:30h

O cantor gospel Danilo Alves Varanda, de 24 anos, morreu após levar um choque enquanto instalava o som para a apresentação dele em uma igreja de Jaú do Tocantins, no sul do estado. O local estava lotado de fiéis que aguardavam o início do culto. Danilo chegou a ser socorrido com vida, mas morreu a caminho do hospital. De acordo com a Polícia Militar, um dos fiéis percebeu o acidente e tirou o fio da tomada. Amigos informaram ao G1 que Danilo chegou a conversar um pouco e disse que não estava se sentindo muito bem. Uma ambulância foi chamada para levá-lo ao Hospital Regional de Gurupi. A suspeita é que ele tenha sofrido uma parada cardíaca em função do choque. O acidente foi na noite de sexta-feira (8). O cantor também trabalhava como funcionário público em São Valério do Tocantins e estava em Jaú para participar de um congresso de jovens da Assembleia de Deus. O evento foi cancelado após o caso.

11 Dez 2017 - 11:30h

Com 470 votos a favor, três contra e uma abstenção, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, agora é também o presidente nacional do PSDB. O primeiro vice-presidente será o governador de Goiás, Marconi Perillo, e o segundo, o deputado Ricardo Tripoli (SP), que é líder da bancada do partido na Câmara. A chapa vai comandar a sigla pelos próximos dois anos. Além disso, Alckmin é alçado é cotado como um dos pré-candidatos à Presidência da República em 2018. Segundo informações do G1, o governador conquistou o posto com a missão de unificar a sigla, dividida entre manter ou não manter o apoio ao governo do PMDB. Ao longo desse ano, quatro tucanos passaram pelo comando da legenda, antes presidida pelo senador Aécio Neves, que foi licenciado do cargo após a divulgação dos áudios da JBS. O diálogo em que ele pede R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista levou o Supremo Tribunal Federal (STF) a afastar o parlamentar do Senado, mas a medida foi revogada pelo Legislativo. Por conta disso, Jereissati assumiu a presidência interina até o início de novembro, quando foi destituído por Aécio, que perdeu o posto uma segunda vez. Assim, Alberto Goldman ocupava a posição.

07 Dez 2017 - 15:30h

A Petrobras recebeu a devolução de cerca de 654 milhões de reais por meio de acordos de colaboração celebrados no âmbito da Operação Lava Jato, informou a estatal em comunicado nesta quinta-feira (07). Conforme a companhia, com essa devolução o total de recursos transferidos desde o início da operação da Polícia Federal e do Ministério Público Federal atinge o montante de 1,476 bilhão de reais. “A companhia, que é reconhecida pelas autoridades como vítima dos atos desvendados pela operação, seguirá adotando medidas jurídicas contra empresas e pessoas, inclusive ex-funcionários e políticos, que causaram danos financeiros e à imagem da companhia”, disse a Petrobras no comunicado. O Ministério Público Federal (MPF) do Paraná já havia informado na terça-feira que a Petrobras receberia tal valor recuperado a partir da Lava Jato, que investiga um esquema bilionário de corrupção que envolveu contratos da petroleira.

07 Dez 2017 - 09:30h

Em pronunciamento contra a Reforma da Previdência, realizado nesta quarta-feira (6), em Brasília, o deputado federal Waldenor Pereira (PT) afirmou o seu voto contrário à proposta de alterações na Previdência Social feitas pelo governo de Michel Temer. Waldenor criticou o investimento de milhões em recursos públicos do Governo Federal para “disseminar a mentira sobre a Reforma da Previdência”.  Para o deputado baiano, Temer usa a propaganda à favor da reforma em uma tentativa de mascarar os reais prejuízos. “O governo Temer afirma que trabalhadores que ganham menos não serão atingidos. Mentira! Todos terão seus benefícios reduzidos (...) Eu que já votei contra a Reforma Trabalhista, que rasgou a CLT. Eu que já votei duas vezes pelo afastamento desse presidente golpista e ilegítimo Michel Temer, vou votar contra a Reforma da Previdência”, discursou o parlamentar.

06 Dez 2017 - 17:00h

Eleito com mais de um milhão de votos em 2014, o deputado Tiririca (PR-SP) subiu à tribuna da Câmara nesta quarta-feira para anunciar que faria seu primeiro e último discurso, afirmando que vai "deixar a política". Tiririca disse que deixará o Parlamento "triste para caramba" e acrescentou que o que acontece na política e também no Congresso é “vergonhoso”. “Subo pela primeira vez e a última (à tribuna). Estou saindo triste para caramba, estou muito chateado mesmo com o Parlamento”.  “Não fiz muita coisa, mas pelo menos fiz o que fui pago para fazer. O que vi nestes sete anos saio com vergonha. Mas gostaria que vocês - só um pedido de gente, de povo - olhassem mais para o povo”, disse Tiririca. De acordo com o jornal O Globo, o parlamentar disse parlamentares têm "mordomia" e ganham bem. “Nem todos os 513 trabalham. É vergonhoso: ando de cabeça erguida porque tenho coragem, mas muitos de vocês andam disfarçados. Já vi deputados envergonhados. A gente é bem pago, R$ 23 mi limpos, tem apartamento, mordomia. Não fiz nada, mas o pouco que eu fiz, fiz de cabeça erguida. É vergonhoso, é uma vergonha”, emendou. Nestes sete anos, Tiririca ficava no canto do plenário e sentava nas cadeiras destinadas a assessores e não nas reservadas aos deputados. Artista, tendo a profissão de palhaço, o parlamentar sempre preferiu ficar no canto, sempre aceitando tirar fotos e selfies pedidas.

06 Dez 2017 - 16:30h

Uma pesquisa do Instituto Datafolha feita com 2.765 pessoas nos dias 29 e 30 de novembro e divulgada nesta quarta-feira (6) pelo jornal “Folha de S.Paulo” informa os seguintes percentuais de avaliação do Congresso Nacional: Ruim/péssimo: 60%; Regular: 31%; Ótimo/bom: 5%; Não sabe: 3%. A rejeição ao desempenho dos 513 deputados federais e 81 senadores foi a maior da história recente, bem como o índice de aprovação, de acordo com o jornal. As pesquisas do Datafolha tiveram início em 1993. Nos dois últimos levantamentos do Datafolha sobre o Congresso - em dezembro de 2016 e abril de 2017 - a reprovação já havia sido recorde. As pesquisas mostraram 58% de rejeição e 7% de aprovação. O resultado desta pesquisa está mais próximo do registrado em 1993, último ano da hiperinflação e data do estouro do escândalo dos Anões do Orçamento, grupo de congressistas acusados de desviar recursos públicos para os próprios bolsos. No segundo semestre, 56% da população rejeitava o trabalho dos parlamentares, de acordo com o instituto. A única vez em que o Datafolha apontou uma avaliação positiva nos últimos 25 anos foi em dezembro de 2003, primeiro ano da primeira gestão de Luiz Inácio Lula da Silva no Planalto (2003-2010).

06 Dez 2017 - 14:30h

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vai mudar novamente e abandonar o formato em papel para virar um cartão de plástico com microchip, que reunirá informações do motorista. Uma resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que será publicada ainda nesta semana, promete que a mudança será feita até 1º de janeiro de 2019 - prazo final de adaptação dos Detrans estaduais ao novo modelo. Ainda não há informações sobre possíveis diferenças no valor para tirar ou renovar a carteira de motorista - cada Detran deve definir o valor no momento da adoção da tecnologia. De acordo com o G1, quem tiver o documento válido em papel não será obrigado a fazer a troca, que ocorrerá na hora da renovação. De acordo com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a nova CNH deve reduzir as fraudes e aumentar a durabilidade do documento, além de possibilitar integração com outros países. O formato de cartão “inteligente” se assemelhará a um cartão de débito/crédito convencional, com chip e gravação a laser dos dados do motorista.

06 Dez 2017 - 12:30h

O PMDB voltou a cortejar o prefeito de São Paulo João Doria (PSDB) e tenta atrair o tucano para entrar no partido. A sigla, que não tem candidato à Presidência desde Orestes Quércia (1994), pretende ter um em 2018 e não descarta uma eventual candidatura de Doria caso ele tope trocar de legenda. “O PMDB está pronto para receber Doria, porém sem compromisso nem veto quanto à candidatura”, disse uma pessoa próxima ao presidente Michel Temer (PMDB). Procurado pela reportagem, a assessoria de Doria afirmou que “isso não está em discussão”. Nesta terça-feira, o tucano e Temer se encontraram em um evento em São Paulo, na Zona Sul da capital.  Em agosto, o presidente chegou a afirmar ao prefeito, durante reunião na prefeitura, que o PMDB estava de portas abertas para recebê-lo. 

06 Dez 2017 - 11:30h

A Polícia Militar Rodoviária apreendeu na segunda-feira (4), em Rosana (SP), mais de R$ 1,4 milhão dentro de um micro-ônibus abordado na Rodovia Arlindo Béttio (SP-613). Um homem de 51 anos foi preso por evasão de divisas. Segundo a corporação, o veículo, com placas de Dourados (MS) e conduzido pelo homem de 51 anos, foi parado por volta das 21h30. Durante a vistoria, o condutor apresentou “nervosismo exacerbado” e respostas contraditórias sobre a motivação da viagem, o que provocou a fiscalização minuciosa no micro-ônibus. De acordo com o G1, em um fundo falso, na segunda fileira de bancos, foi encontrada grande quantidade de dinheiro em espécie – R$ 1.435.825,00 – em cédulas aparentemente verdadeiras. Questionado, o condutor disse que foi contratado por uma pessoa de nacionalidade paraguaia para fazer o transporte de Maringá (PR) para Dourados (MS), e que receberia 3% do valor total transportado. Foi dada voz de prisão em flagrante delito ao condutor pelo crime de evasão de divisas. A ocorrência foi encaminhada para a Delegacia da Polícia Federal, em Presidente Prudente, que ratificou a voz de prisão em flagrante delito para o autor, bem como elaborou o auto de apreensão do dinheiro e do veículo utilizado. O motorista permaneceu preso para ser apresentado à audiência de custódia na Justiça.

04 Dez 2017 - 12:30h

Graças ao foro privilegiado, os políticos envolvidos na Lava Jato se mantêm longe da cadeia, mas não escapam de enfrentar situações embaraçosas. A última delas tem afetado diretamente a vida financeira dos parlamentares. De acordo com a Veja, alguns, depois de se tornar alvo de delações premiadas, passaram a encontrar dificuldades para operar ou abrir contas bancárias e também para obter empréstimos. Isso porque os bancos começaram a restringir suas respectivas carteiras de clientes especiais — “pessoas politicamente expostas”, assim chamados os deputados, senadores, presidentes de partido e seus familiares. Com isso, os bancos aumentaram o rigor da fiscalização sobre os nomes citados na maior investigação de corrupção na história do país. Esse procedimento, inédito, tem incomodado.

04 Dez 2017 - 11:30h

Pesquisa do Instituto Datafolha divulgada no domingo (3) aponta que cresceu para 62% o percentual de brasileiros que acham que o governo de Michel Temer (PMDB) é pior que o de sua antecessora, Dilma Rousseff (PT). Para efeito de comparação, um ano atrás, esse percentual era de 40%. Atualmente, só 13% dos ouvidos na pesquisa disseram que que Temer governa melhor do que a petista, enquanto em dezembro do ano passado esse número era 21%. Já o índice de rejeição ao peemedebista permanece alto, embora tenha reduzido dois pontos em relação a setembro, dentro da margem de erro. Temer é rejeitado por 71%. Outros dados da pesquisa: 23% dos brasileiros acham o governo do atual presidente regular, contra 20% na pesquisa passada. Já os que o aprovam como ótimo ou bom seguem em inalterados 5%. A pesquisa do Datafolha mostra ainda os seguintes percentuais de avaliação do governo Temer: Ruim/péssimo: 71%; regular: 23%; ótimo/bom: 5%; e não sabe: 1% O Datafolha fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. O nível de confiança da pesquisa, segundo o jornal, é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos percentuais, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.

04 Dez 2017 - 10:30h

O ex-governador Jaques Wagner (PT), tem 63% de rejeição por parte da população, em uma possível candidatura a presidência, em 2018. Os dados são da DataFolha. Outro possível substituto de Lula, Fernando Haddad tem 61% de rejeição. Segundo o site O Antagonista, os dois, no entanto, podem ir para o segundo turno. Já que 14% dos eleitores votariam em Fernando Haddad, e outros 21% talvez o fizessem. Jaques Wagner registra 13% de apoio e 19% de “talvez”.