Brumado: Terceirização da segurança nas escolas acaba com a ronda escolar da GCM

27 Jul 2018 - 09:00h

Alguns pais de alunos e professores continuam a questionar por que a prefeitura interrompeu a ronda escolar que era realizada pela Guarda Civil Municipal (GCM) de Brumado. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB) disse que com a terceirização dos serviços gerais, através do programa de empresas madrinhas, o serviço de segurança foi privatizado e a prefeitura descontinuou a ronda escolar realizada pala GCM. Tal medida, de acordo com o prefeito, gerou mais resultados ao patrimônio público, bem como vem mudando o comportamento dos estudantes nas escolas. “É só observarmos o antes e o depois das estruturas nas escolas, após a implantação das empresas madrinhas. Os prédios não estão mais danificados e nem riscados, além da limpeza que até bom cheiro nos permite sentir nos corredores e banheiros”, afirmou. No que tange ao comportamento dos alunos, o gestor relatou que ele próprio já foi bastante hostilizado, mas garantiu que isso vem mudando. “Das menores coisas que aconteciam, eu era recepcionado com palavrões e bolinhas de papel atiradas pelos alunos, mas tal comportamento mudou completamente a ponto de até abraços eu já ter recebido em algumas escolas”, pontuou o chefe do administrativo brumadense. Dentre as melhorias no setor de segurança, há a implantação de câmeras de monitoramento em algumas escolas, o que será copiado por todas as empresas madrinhas nas unidades de ensino do município.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias