Vereador e filho de prefeito são condenadas por divulgarem pesquisa falsa em Livramento de Nossa Senhora

10 Jul 2020 - 10:00h

Cinco pessoas, entre as quais o vereador Joaquim da Silva (PSL), o Kinka, foram condenadas pela Justiça Eleitoral por divulgarem pesquisa falsa em Livramento de Nossa Senhora, a 68 km de Brumado. De acordo com o Mandacaru da Serra, o filho e o primo do atual prefeito José Ricardo Assunção Ribeiro (Rede), o Ricardinho, Aécio Carlos Ribeiro Neto e Rafael Correia Meira Nascimento, respectivamente, também estão envolvidos na prática ilegal. Para o juiz Gleison dos Santos Soares, restou inequívoca a prova da divulgação nas redes sociais de pesquisa sem cumprimento da exigência do prévio registro. Além da suspensão imediata da pesquisa e proibição de nova divulgação, os condenados foram multados no valor de R$ 53,205.00. Eles ainda responderão pelo crime em processo a ser movido pelo Ministério Público.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias