Governo zera tarifa para importar vacinas contra a Covid e insumos

18 Set 2020 - 08:30h

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério da Economia decidiu incluir nesta quinta-feira (17) as vacinas contra a Covid-19 e os insumos para fabricação das vacinas na lista de produtos com tarifa de importação zerada. A decisão foi publicada no "Diário Oficial da União" e vale até o fim de outubro, mas pode ser renovada. Vacinas contra o novo coronavírus ainda estão em estudo em vários países do mundo, entre os quais Inglaterra, China, Estados Unidos, Rússia e Brasil. De acordo com o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, o instituto receberá ainda neste ano 15 milhões de doses da vacina chinesa CoronaVac. A liberação para uso da vacina na população, entretanto, dependerá do resultado dos testes clínicos e da aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No caso da vacina desenvolvida pela universidade de Oxford, no Reino Unido, o Ministério da Saúde prevê que a distribuição acontecerá em janeiro de 2021.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias