Brumado: Amarildo Bomfim repudia manobra que retirou seu projeto de lei da pauta de votação

04 Mai 2021 - 09:00h

O projeto de lei nº 028/2021, de autoria do vereador Amarildo Bomfim (PSB), dispõe sobre a proibição de nomeação para cargo em comissão e de designação para função de confiança, na Administração Pública direta e indireta, de pessoas com condenação criminal decorrente da prática de crimes previstos na Lei Maria da Penha, Estatuto do Idoso, Estatuto da Criança e do Adolescente e no Estatuto da Pessoa com Deficiência, no âmbito do município de Brumado (veja aqui). Embora tenha sido apresentada em regime de urgência simples, a proposta foi retirada da pauta de votação da sessão legislativa desta segunda-feira (03). Em entrevista ao site Achei Sudoeste, o parlamentar disse que a presidente em exercício, Verimar Meira (PT), feriu o regimento interno da Câmara Municipal ao retirar o projeto da pauta de votação. “O projeto é de grande importância. Ele teria que ter sido votado e, agora, já estaria sendo encaminhado para o Executivo para ser sancionado. Fica aqui a minha indignação”, criticou. Questionado sobre a possibilidade de a retirada do projeto da pauta de votação ter sido uma manobra entre Executivo e Legislativo, o vereador disse que prefere acreditar ter sido apenas um despreparo da presidência da Casa. “Se foi isso, é uma falta de vergonha. Os poderes são independentes. Espero que não seja interferência. Te confesso que estranhei essa atitude. Não aceitamos manobras. Vou buscar meus direitos”, respondeu.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias