Brumado: Sem festejos juninos, forrozeiro lamenta vidas perdidas e fala da esperança na vacinação

23 Jun 2021 - 10:00h

Em mais um ano, devido à pandemia, os festejos de São João não poderão ser realizados. Nesse momento, os artistas são diretamente prejudicados. O forrozeiro Serginho Cardoso lamenta, diz que está com muitas saudades dos palcos, porém não se arrisca a promover shows antes da vacina. Em entrevista ao site Achei Sudoeste, ele disse que a sua última apresentação foi em fevereiro de 2020, anteriormente ao decreto estadual de proibição de festas e eventos. “Fico muito triste pelo fato de não poder estar no palco, em contato com o público. E feliz por estar vivo. Sem a vacina não dá pra arriscar. Fica a nossa torcida pra tão logo todo mundo estar vacinado”, declarou. Em período junino, Cardoso já chegou a fazer 22 shows no mês, em toda região. Ele espera que, no próximo ano, possa voltar a se apresentar normalmente, visto que, hoje, artisticamente, está parado. “Não calculei os prejuízos, mas sei que são grandes. Sempre disse que, depois do mês de junho, podíamos comer o ano inteiro. Graças a Deus tenho outra renda. Sou padeiro. A esperança é grande do ano que vem estarmos de volta aos palcos”, afirmou.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias