Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

08 Nov 2019 - 10:30h

A campanha Novembro Azul ocorre em todo o Brasil para conscientizar os homens de que é preciso fazer o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, o Inca, pelo menos 68.220 novos casos são diagnosticados a cada ano, sendo a segunda causa de morte entre os homens, com 14 mil óbitos anuais. Como forma de prevenção, o diretor de oncologia clínica da Sociedade Brasileira de Oncologia, Hézio Fernades, explica que os homens devem ficar atentos a sinais e ao diagnóstico da doença. “Um em cada sete, oito homens vão ter câncer de próstata. Quanto mais cedo você descobre o câncer de próstata, maior a chance de cura e maior a chance de que este homem continue vivo e sem sequelas”, conta. De acordo com a Agência Rádio, o câncer de próstata é o tumor que afeta a glândula localizada abaixo da bexiga e que envolve a uretra, canal que liga a bexiga ao orifício externo do pênis. Embora seja uma doença comum, por medo ou por desconhecimento, muitos homens preferem não conversar sobre o assunto.

07 Nov 2019 - 17:30h

Nos últimos anos surgiram diversos tipos de protetor solar. Tem protetor com cor que também protege contra a poluição e em diferentes formatos: em pó, spray, bastão, creme, gel, loção etc. Mas será que todos protegem da mesma forma? Um estudo brasileiro mostrou que não. Publicada recentemente no conceituado British Journal of Dermatology, a pesquisa, liderada pelo farmacêutico e pesquisador Lucas Portilho, avaliou a quantidade aplicada dos diferentes tipos de produtos com proteção solar pelos consumidores e o quanto de proteção eles conferiam. As formas de protetores testadas foram: em loção, fluido, bastão, pó compacto, pancake (uma base facial, que tem um aspecto mais cremoso e é bem viscoso e pesado) e mousse. Mais de 100 voluntárias participaram da pesquisa que inicialmente avaliou a quantidade real usada pelas consumidoras e, posteriormente a proteção solar que de fato essa quantidade oferecia. “Identificamos que a proteção solar está diretamente relacionada com o tipo de produto. Com exceção da loção facial, todos os outros tipos apresentaram menos de 50% da proteção original, chegando em valores alarmantes, como o pó compacto, que apresentou 90% a menos de proteção”, afirma Portilho. As formas pancake e pó compacto foram as piores: “Não protegem nem contra raios UVB e nem contra raios UVA. As formas de bastão, mousse e fluido ficaram muito abaixo do valor declarado na rotulagem”, diz o pesquisador. É provável que a melhor aplicação do fluido esteja associada ao fato de o produto não ser nem tão viscoso e tampouco muito fluido. “O protetor quando é muito fluido espalha melhor na pele, mas isso não significa que a quantidade utilizada será correta. Quando o produto é muito pesado ou viscoso, as pessoas tendem a aplicar menos”, explica o pesquisador.

07 Nov 2019 - 10:30h

Pela primeira vez em quase 20 anos os cientistas descobriram um novo subtipo do vírus HIV. O organismo foi chamado de “cepa L” e pertence a um dos quatro grupos do vírus, o grupo M, que é responsável pela maior parte dos casos de Aids no mundo, segundo a Revista Brasileira de Análises Clínicas. Um artigo sobre o assunto foi publicado no periódico científico Journal of Acquired Immune Deficiency Syndromes (JAIDS) nesta quarta-feira (6), mas as suspeitas da existência desse subtipo já existiam. O vírus precisava ser identificado em três pessoas diferentes para ser classificado como um novo tipo, o que não havia ocorrido até agora. De acordo com a Revista Galileu, segundo os especialistas, nos anos 1980 e 1990 o subtipo foi identificado em duas pessoas diferentes na República Democrática do Congo e, em 2001, outro caso foi encontrado. Mas, como a tecnologia de sequenciamento genético à época não era desenvolvida o bastante, as informações obtidas não bastavam para que os cientistas tivessem certeza de que todas as cepas encontradas faziam parte do mesmo grupo.  Felizmente, os métodos tecnológicos evoluíram e, com eles, a engenharia genética: foi por meio do sequenciamento do DNA desses vírus que o grupo de especialistas concluiu que estava lidando com um novo subtipo do microrganismo. “Identificar novos vírus como esse é como procurar uma agulha no palheiro”, disse Mary Rodgers, uma das autoras do estudo, em comunicado.

07 Nov 2019 - 08:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

07 Nov 2019 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral possui convênio com vários planos de saúde a fim de oferecer as melhores condições de pagamento aos seus pacientes. O consultório trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação agora mesmo e agende o seu tratamento. O Neo Odonto fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

06 Nov 2019 - 14:30h

Você se sente culpado quando tem alguma tarefa para fazer, mas prefere ficar deitado na cama ou no sofá, assistindo Netflix? A sua preguiça pode até ser mal vista pelas outras pessoas, mas a ciência indica que não fazer nada de vez em quando, na verdade, faz bem à saúde física e mental. Acredite se quiser, a preguiça também pode servir de estímulo para a criatividade e até mesmo para aumentar a eficiência. O criador da Microsoft Bill Gates, por exemplo, já falou que escolheria uma pessoa preguiçosa para fazer um trabalho difícil, pois ela descobriria o jeito mais rápido de fazê-lo. “Pessoas preguiçosas deveriam ser mais valorizadas. Nós encontramos o caminho mais eficiente para a linha de chegada, não perdemos o nosso tempo pegando o caminho mais pedregoso”, comentou Lucy Gransbury, uma atriz australiana que se autointitula preguiçosa e sente muito orgulho disso. A ciência também concorda. O pesquisador Masud Husain, da Universidade de Oxford, na Inglaterra, analisou as reações e os cérebros de pessoas preguiçosas e não preguiçosas. Os participantes, que foram categorizados como motivados, apáticos e meio-termo, responderam a um questionário que avaliava como eles reagiam a uma tarefa que exigia esforço físico, mas trazia recompensas ao final. “Variávamos a recompensa e o esforço exigido para consegui-la. O esforço era que eles tinham que apertar com as mãos para conseguir a recompensa”, explicou ele à BBC. O resultado dos questionários não trouxe surpresas: os preguiçosos estavam menos propensos a se esforçar demais, mesmo que por uma recompensa.

06 Nov 2019 - 11:30h

Imagine um mundo em que você não precisa realizar exames de sangue para saber como estão suas taxas de glicose, por exemplo. Esse momento está muito próximo. Uma equipe de pesquisadores – que inclui uma brasileira – desenvolveu um par de óculos capaz de medir os níveis de álcool, glicose e vitaminas no organismo de uma pessoa sem precisar analisar o sangue. A parte mais impressionante é que o equipamento faz essa medição com apenas uma lágrima. De acordo com os pesquisadores, a análise da lágrima é realizada por um biossensor, que fica posicionado na plaqueta dos óculos, e a leitura é feita em tempo real por um dispositivo instalado nas hastes. Uma vez que a substância seja analisada, as informações são enviadas por bluetooth para o computador ou para o celular. “Foi desafiador desenvolver uma plataforma capaz de fazer medidas de glicose, álcool e vitaminas usando uma lágrima. Desenvolvemos um dispositivo microfluídico super-hidrofóbico, que é colocado nas plaquetas dos óculos. Dentro do dispositivo se encontra um eletrodo, que é modificado com uma determinada enzima, dependendo do que se deseja detectar”, explicou Laís Canniatti Brazaca, do Instituto de Química de São Carlos (IQSC-USP), em comunicado. O projeto foi liderado por pesquisadores da Universidade da Califórnia em San Diego, nos Estados Unidos. Os resultados foram publicados recentemente na revista Biosensors e Bioeletronics.

05 Nov 2019 - 17:30h

Uma Política Nacional de Prevenção do Diabete e de Assistência Integral à Pessoa Diabética será implementada pelo Ministério da Saúde. O texto foi sancionado pelo vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), na semana passada. Segundo reportagem do Estadão, a lei já está em vigor, mas precisa de regulamentação do Poder Executivo. A ênfase em ações preventivas por meio de equipes multidisciplinares, formação permanente de profissionais de saúde, pacientes, familiares e cuidadores, o desenvolvimento de metodologia de análise e avaliação dos serviços de saúde, além do apoio científico às pesquisas contra a doença são algumas dos pontos indicados no texto.

04 Nov 2019 - 08:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

04 Nov 2019 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral possui convênio com vários planos de saúde a fim de oferecer as melhores condições de pagamento aos seus pacientes. O consultório trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação agora mesmo e agende o seu tratamento. O Neo Odonto fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

03 Nov 2019 - 07:50h

A extração de um dente de 3,72 centímetros, o maior já registrado, colocou o dentista alemão Max Lukas no Livro Guinness dos Recordes. O profissional atende em uma clínica em Mainz, na Alemanha. O paciente foi um croata identificado como Mijo Vodopija, que chegou à clínica de Max Lukas com dores. De acordo com reportagem do Extra, o dentista relatou que o paciente apresentava um inchaço na boca e que o dente aparentava realmente ser grande no exame de raio X.  O dente foi extraído em setembro do ano passado, mas só agora o processo de reconhecimento do recorde foi finalizado. Max recebeu nesta semana o certificado do Guinness.

03 Nov 2019 - 07:45h

O câncer do corpo do útero pode se iniciar em diferentes partes do órgão, mas o tipo mais comum se origina no endométrio, que é o revestimento interno do útero e é chamado de câncer de endométrio. De acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a doença fica em terceiro lugar entre as neoplasias malignas pélvicas no sexo feminino e tem mais de 70% de chances de cura, quando descoberta na forma precoce. O órgão ainda estima que 6.600 novos casos surjam ao longo deste ano. “Cerca de 75% dos casos da doença são detectados em mulheres com mais de 50 anos”, explica a ginecologista Ana Cristina Batalha. Cristina Sá, também ginecologista ressalta que “caso não seja reconhecido a tempo, o tumor crescerá no local e, além de infiltrar superficialmente a mucosa do endométrio, pode penetrar em direção à camada muscular do útero, o miométrio”. No entanto, diferente dos outros tipos de câncer, que na fase inicial são assintomáticos, o câncer de endométrio tem como principal sinal de alerta o sangramento vaginal pós-menopausa. Para o diagnóstico, as médicas ginecologistas indicam a ultrassonografia transvaginal seguida de vídeo-histeroscopia com biópsia. A vídeo-histeroscopia é uma importante ferramenta na Ginecologia para diagnósticos e cirurgias intrauterinas não-invasivas que “permite a avaliação das patologias em casos de infertilidade, sangramentos uterinos anormais, abortamento habitual, pólipos, miomas, entre outros. Através desse exame, é possível identificar se há alguma alteração com característica maligna. O diagnóstico é feito através da imagem endoscópica e após a análise histo-patológica, que pode descartar ou apontar a presença de doença neoplásica”, avalia Ticiana Cabral.

02 Nov 2019 - 08:50h

Apesar de ter alcançado a meta de cobertura vacinal do sarampo de 2019, com 95% das crianças de 1 ano de idade imunizadas, o Brasil ainda enfrenta um surto da doença. Os principais sintomas do sarampo incluem febre alta, manchas vermelhas na pele e coriza – em casos mais graves, pode levar à morte. Agora, dois novos estudos indicam que a doença pode ter consequências que afetam o paciente mesmo após já ter se curado. Os trabalhos foram publicados separadamente nas revistas Science e Science Immunology.  De acordo com os pesquisadores, o sarampo causa sérios danos ao sistema imunológico, pois o vírus destrói de 11% a 73% dos anticorpos que protegem os pacientes contra diversas doenças. Isso significa que o organismo fica vulnerável a outras infecções – mesmo aquelas para as quais a pessoa já havia sido vacinada, como poliomielite, gripe e tuberculose, por exemplo. “A ameaça que o sarampo representa para as pessoas é muito maior do que imaginávamos”, comentou Stephen Elledge, da Escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos, ao The Guardian. Os cientistas indicaram que essa imunidade pode ser recuperada em algum momento – em até cinco anos -, mas para isso, os pacientes precisam se expor a vírus e bactérias. A forma mais segura de fazer isso é se imunizar novamente contra todas as infecções para as quais existem vacinas uma vez que os imunizantes possuem parte de vírus ou bactéria, mas de forma inócua – ou seja, não causam a doença, mas ajudam o sistema imunológico a produzir anticorpos que protegem o organismo contra uma futura infecção. Segundo especialistas, o sarampo afeta mais de 7 milhões de pessoas e causa mais de 100.000 mortes por ano em todo o mundo. Apesar de haver vacina contra a doença, as pessoas estão parando de se imunizar, o que tem provocado um aumento de quase 300% no número de casos de sarampo desde 2018.

01 Nov 2019 - 16:30h

Um novo estudo, realizado pela Universidade do Estado de Oregon (EUA), revelou que a exposição prolongada à luz azul, emanada, dentre outros, pelas telas de celulares e computadores, pode afetar a longevidade. A questão é que as ondas azuis produzidas por esses aparelhos danificam células dos olhos e do cérebro, resultando assim, em tese, no possível encurtamento da vida. A pesquisa se baseou em observações feitas em relação a espécimes de moscas-das-frutas, insetos comuns e importantes para a biologia também por servirem de modelo para o corpo humano, com o qual compartilham, pelo parelhamento biológico, muitos mecanismos celulares. Os animais foram expostos a um LED azul parecido com aquele de tablets e de smartphones, e depois investigados pelos cientistas. Como resultado, foi constatado um envelhecimento precoce nesses insetos, além de danos nas células da retina, nos neurônios e na habilidade de locomoção. Até mesmo as moscas que, por causa de uma mutação, não haviam desenvolvido olhos, apresentaram os efeitos colaterais no cérebro e na movimentação, indicando que a luz azul não precisa atingir os olhos para necessariamente ser perigosa para a saúde. De acordo com os cientistas, a importância do estudo está em compreender as consequências que o crescente tempo que passamos em frente às telas pode ter — já foi comprovado que uma exposição longa à luz artificial pode perturbar o sono, por exemplo. No entanto, ainda é preciso realizar novas pesquisas para constatar se o que foi descoberto em moscas de fato se repete em seres humanos. De qualquer forma, e enquanto isso, há algumas coisas que podemos fazer para minimizar os danos. Por exemplo, utilizar óculos com lentes âmbar seria uma forma de filtrar a luz azul e proteger as retinas. Ademais, alguns celulares e computadores podem ser configurados para não emitir mais luz azul (restringindo-se, assim, à do espectro branco).

01 Nov 2019 - 11:30h

Em um avanço da ciência brasileira e norte-americana, pesquisadores descobriram uma molécula capaz de reduzir o tamanho do tumor e bloquear o processo de metástase do câncer de ovário. O Centro de Terapia Celular do Hemocentro da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, São Paulo, foi que abrigou o estudo. A pesquisa também contou com colaboração do Laboratório de Células-Tronco Musculares e Regulação de Genes dos Institutos Nacionais de Saúde, nos Estados Unidos. Conforme reportagem do G1, os testes ainda estão sendo realizados animais. A expectativa dos cientistas é de que o tratamento esteja disponível para humanos em até 20 anos. Um dos componentes importantes no estudo, a molécula de RNA conhecida como MIR-450A apresenta resultado irrisório em tumores. Mas, testes in vitro e em camundongos apontaram que em tamanho aumentado ela tem efeito positivo para tratar o câncer de ovário.

01 Nov 2019 - 09:30h

O vice-presidente Hamilton Mourão sancionou nesta quarta-feira, 30, nova lei que obriga o Sistema Único de Saúde (SUS) a fornecer exames de diagnóstico do câncer em até 30 dias. As novas regras, publicadas nesta quinta-feira no Diário Oficial da União (DOU), devem entrar em vigor em 180 dias. Mourão sancionou a lei durante exercício da Presidência da República no lugar de Jair Bolsonaro, que estava em viagem oficial. O novo texto altera a lei 12.732/2012 que disciplina o tratamento do paciente com câncer na rede pública de saúde. De acordo com a lei de 2012, os pacientes do SUS diagnosticados com câncer também têm direito ao primeiro tratamento, que deve ser oferecido no prazo de até 60 dias a partir do diagnóstico. O texto foi aprovado pelo Senado no dia 16 de outubro e é fundamentado no fato de que o tempo de identificação da doença impacta no tratamento e na chance de cura do paciente.

31 Out 2019 - 08:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99941-0068 (WhatsApp).

31 Out 2019 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral possui convênio com vários planos de saúde a fim de oferecer as melhores condições de pagamento aos seus pacientes. O consultório trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação agora mesmo e agende o seu tratamento. O Neo Odonto fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

30 Out 2019 - 14:30h

A Dermatologia é uma especialidade médica cuja área de conhecimento se concentra no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças e afecções relacionadas à pele, pelos, mucosas, cabelo e unhas; como acne (espinhas), alergias, vitiligo, psoríase, queda de cabelos, hanseníase (lepra) e câncer da pele. O Centro Médico São Gabriel traz para Brumado e região o médico Bruno Prado, atuando no diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças relacionadas a pele. Agende sua Consulta: (77) 3441-1502 / (77) 99925-8807.

29 Out 2019 - 17:30h

Na última sexta-feira, 25, uma senhora de 67 anos deu à luz uma menina na China. A mulher, identificada como Tian, afirma ser a chinesa mais velha a ter um bebê após uma gravidez natural. A criança nasceu por parto cesariana em uma maternidade da cidade de Zaozhuang, na província de Shandong, no leste do país. Segundo o jornal Global Times, a bebê foi chamada de “Tianci”, que significa “presente do céu” em chinês. “A menina é um presente do céu para nós dois”, declarou o marido de Tian, de 68 anos, ao site de informações Guancha.cn. A maternidade que atendeu Tian informou à AFP que não tinha informações sobre as condições da concepção já que a mulher só entrou em contato com a clínica quando já estava grávida. Se for confirmado que a gravidez da chinesa foi de fato natural, seria um recorde mundial. O livro dos Records (Guinness Book) indica a mulher mais velha a dar à luz uma criança concebida naturalmente é uma britânica em 1997, que tinha 59 anos. Com a ajuda da fertilização in vitro, o recorde mundial é de uma espanhola, María del Carmen Bousada Lara, que teve gêmeos em 2006, quando estava prestes a comemorar seus 67 anos. Ela morreu de câncer dois anos depois.