Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

06 Jun 2019 - 16:25h

Os exames laboratoriais são de extrema importância na atividade clínica. A correta avaliação auxilia no reconhecimento das disfunções. Sua principal função é de prevenção mas muitas vezes ele serve para tratar, diagnosticare coletar dados epidemiológicos, desta forma prevenindo e diagnosticando o paciente de doenças e estabelecendo muitas vezes o tratamento a ser seguido pelo médico pois quando bem realizados colaboram bastante no diagnóstico de várias patologias. Infelizmente não é comum aos brasileiros realizarem exames preventivos, sendo que é extremamente importante para detectar e tratar doenças em estágio inicial. O Check-Up consiste na realização de exames laboratoriais de rotina para avaliar a saúde. Portanto, faça a diferença. Realize exames laboratoriais após sua consulta médica conforme solicitação, ou, para saber como anda sua saúde. A prevenção é o melhor caminho para uma vida saudável. Faça seus exames na Clínica Mais Vida. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

06 Jun 2019 - 11:30h

A FDA, agência que regulamenta a aprovação de medicamentos nos Estados Unidos, autorizou no dia 24 de maio a venda do remédio mais caro do mundo: 2,125 milhões de dólares, o equivalente a 9 milhões de reais. Trata-se do Zolgensma, desenvolvido pela AveXis (adquirida no ano passado pelo grupo Novartis), primeira terapia gênica no mundo indicada para o tratamento de atrofia muscular espinhal (AME), uma doença neurodegenerativa rara e sem cura que, sem tratamento, pode levar a criança à morte ou à dependência de respirador artificial antes dos 2 anos de idade. De acordo com a Veja, existem três tipos de AME – estima-se que um em cada 10.000 nascidos tenham a doença e há cerca de 8.000 casos no Brasil. A AME é causada pela ausência ou defeito no gene que produz SMN, uma proteína que “protege” os neurônios motores – justamente os responsáveis por levar o impulso nervoso da coluna vertebral para os músculos. Sem essa proteína, os neurônios morrem e os impulsos não chegam, o que provoca uma perda progressiva da função muscular e as consequentes atrofia e paralisação dos músculos, afetando a respiração, a deglutição, a fala e a capacidade de andar. No caso da AME tipo 1 – considerada a mais grave -, a expectativa de vida não ultrapassa os 2 anos. O ineditismo do medicamento da Novartis se justifica porque, por ser uma terapia gênica, ele fornece uma cópia funcional do gene SMN humano para deter a progressão da doença através da expressão contínua da proteína SMN. A medicação é administrada em uma única infusão intravenosa, criada para manter os efeitos a longo prazo.

05 Jun 2019 - 17:30h

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou a comercialização da primeira insulina inalável do Brasil. O medicamento, batizado de Afrezza, virá na forma de pó, em cartuchos com três tipos de dosagem, e poderá ser usado tanto para o diabetes tipo 1 quanto para o tipo 2. Para utilização, o paciente diabético deve encaixar o cartucho no inalador e aspirar o pó. A substância chega ao pulmão e é absorvida pela corrente sanguínea, onde cumpre a função de reduzir os níveis de açúcar no sangue. De acordo com a Veja, ao contrário da insulina injetável, até então a única versão disponível no Brasil, a Afrezza não exige refrigeração, o que facilita o transporte e armazenamento, além de reduzir o número de aplicações diárias, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente. Apesar disso, especialistas ressaltam que a medicação tem limitações, incluindo a pouca variedade de dosagens, a contraindicação para pacientes com problemas pulmonares e menores de 18 anos, além de não ser capaz de substituir todas as aplicações diárias do medicamento. De acordo com a Biomm, empresa responsável pela fabricação e distribuição do produto no Brasil, a insulina inalável deve estar disponível para compra a partir do quarto trimestre do ano, dependendo do processo de registro de preços pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED). O valor do produto ainda não está definido, mas nos Estados Unidos, onde já é comercializado desde 2015, a menor dose (quatro unidades) custa 3,80 dólares (cerca de 14,80 reais). Já o kit mensal custa entre 150 e 400 dólares (580 e 1.550 reais).

03 Jun 2019 - 17:30h

Beneficiários de planos de saúde coletivos empresariais agora podem fazer portabilidade (transferência) dos prazos de carências caso queiram mudar de operadora ou produto.  As novas regras da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) entraram e vigor nesta segunda-feira, 3, e podem beneficiar funcionários de empresas que foram demitidos ou se aposentaram. De acordo com a Veja, pela regra anterior, apenas clientes de planos individuais e coletivos por adesão podem fazer a portabilidade de carências. No caso de planos empresariais, que representam 70% dos usuários do sistema no país, só podem ficar com o convênio se estiverem contribuindo, ou seja, se tiverem desconto em folha de pagamento. Além disso, há prazos para que o consumidor possa manter esse plano, de acordo com o tempo que permaneceu na empresa. Agora, é possível trocar a modalidade do plano. Para realizar a portabilidade de carências, o beneficiário deve consultar os planos compatíveis com o atual. As novas regras deixam de exigir a compatibilidade de cobertura – isto é, se o plano é só ambulatorial ou hospitalar, era preciso trocar pela mesma categoria, agora é possível escolher qualquer uma. A exigência mantida é que haja compatibilidade de preço para a maior parte dos casos. É possível consultar os planos disponíveis no site da ANS. A contratação é feita com a operadora. 

03 Jun 2019 - 16:30h

Após 50 dias de campanha direcionada para o grupo prioritário, o Ministério da Saúde abre nesta segunda-feira (3) a possibilidade de vacinação contra a gripe para toda a população. Até a última sexta-feira (31), 20% do público-alvo ainda não estava imunizado – faltam 11,9 milhões de pessoas para atingir a meta de 90% de cobertura. A medida, segundo o ministério, busca evitar o desperdício das doses – a campanha segue até que elas acabem. Mesmo assim, o grupo prioritário continuará tendo precedência para a aplicação em todas as unidades de saúde. Os principais alvos são gestantes, mulheres que deram à luz há menos de 45 dias, crianças menores de seis anos, idosos, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores da área de saúde, professores e povos indígenas. A escolha do grupo prioritário é determinada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). A imunização é a forma mais eficaz de evitar a infecção. A vacina protege contra os três subtipos do vírus que mais circulam no Hemisfério Sul, incluindo o H1N1, principal responsável pelas mortes no Brasil.

03 Jun 2019 - 15:30h

A Clínica Mais Vida mantém uma ampla gama de profissionais a fim de atender as necessidades da população brumadense e da região, sempre pensando em oferecer comodidade, praticidade e excelência na prestação e serviços na área médica. Nos mais de 40 especialistas que compõem seu quadro está o endocrinologista e metabologista Lauro Viana, que entre os distúrbios tratados por sua área estão a obesidade, diabetes, doenças metabólicas e tireoide. A endocrinologia e a metabologia caminham lado a lado para um melhor entendimento das reações que permitem o crescimento e desenvolvimento adequados, o controle do peso e da composição corporal, além dos processos de fertilidade e envelhecimento, entre outros. Dessa junção, existem quatro pilares do que seria ideal para uma boa qualidade de vida: Prática de exercícios físicos regularmente; Alimentação equilibrada; Qualidade de sono e controle do estresse; Tratamento adequado das disfunções hormonais. Para alcançar esse objetivo deve-se, na maioria das vezes, realizar uma mudança significativa nos hábitos diários, principalmente relativos à alimentação, assim como comer devagar e não se alimentar assistindo TV; reduzir o consumo de álcool e refrigerantes (A melhor bebida é a água!). Porém, infelizmente, mesmo buscando seguir todas estas recomendações para uma vida saudável, algumas pessoas podem apresentar alterações no equilíbrio e harmonia do organismo. Nesse caso o endocrinologista pode diagnosticar e indicar o tratamento mais adequado para cada situação. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

03 Jun 2019 - 10:30h

Muitas pessoas sabem o que é a endometriose, doença que afeta entre 10% a 15% das mulheres, que menstruam, durante o período da vida e pode provocar muita cólica menstrual, dor durante as relações sexuais e, eventualmente, dificuldade para engravidar. A endometriose é definida pela presença do endométrio (tecido que reveste o útero por dentro) fora do útero, formando lesões em locais como os ovários, o fundo vaginal, o intestino e a bexiga. De acordo com a Veja, há outro problema muito mais comum que a endometriose, também relacionado ao endométrio: a adenomiose. Esta doença é caracterizada pela presença do endométrio infiltrando o músculo uterino e pode ocorrer em até metade das mulheres, principalmente após os 40 anos. Os principais sintomas que podem surgir são cólicas menstruais e aumento da quantidade e da duração do fluxo menstrual, além de também ter papel em alguns casos de infertilidade. Porém, vale a pena saber que boa parte das mulheres que tem adenomiose não apresenta qualquer sintoma e, muitas vezes, esse diagnóstico aparece em exames de imagem, como a ultrassonografia transvaginal ou a ressonância magnética. E essa é uma informação importante. Ao receber o diagnóstico de adenomiose, um tratamento hormonal pode ser indicado para mulheres com sintomas, mas não para aquelas assintomáticas. Por vezes, até procedimentos cirúrgicos são necessários, se as medicações não trouxerem resultados. Mas a mensagem final é: não se assustem caso esse problema apareça, adenomiose é comum e, muitas vezes, não requer tratamento.

02 Jun 2019 - 10:00h

Com o objetivo de facilitar a marcação de consultas, a Clínica Mais Vida criou um quadro com as datas de atendimento dos especialistas e procedimentos. A clínica funciona de segunda a sábado. Confira o quadro acima e marque a sua consulta através dos telefones (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868. A nossa matriz está localizada na Avenida Otávio Mangabeira, 265, e nossa filial na Rua Coronel Paulino Chaves, 160.

01 Jun 2019 - 07:05h

As medidas restritivas ao cigarro no Brasil evitaram a morte de 15 mil crianças entre 2000 e 2016. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (31), data escolhida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como “Dia Mundial sem Tabaco”. Este é o primeiro estudo que analisou o impacto na medida na saúde infantil brasileira – e também em um país em desenvolvimento. O artigo é assinado pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), e por cientistas do Imperial College of London e do Centro Médico Erasmus da Holanda. Os autores reforçam a necessidade de a medida ser adotada por outros países – apenas 20% da população mundial está protegida por medidas públicas de controle ao fumo. Ainda no útero, a exposição do bebê às substâncias do cigarro pode causar problemas de desenvolvimento, um parto prematuro ou um nascimento com peso abaixo da média. De acordo com o G1, os bebês também são afetados após o parto, com um maior risco de infecções respiratórias, asma e morte súbita. Para chegar aos resultados do estudo, os pesquisadores analisaram dados de todos os nascidos vivos, óbitos infantis e mortes neonatais no Brasil entre 2000 e 2016.

31 Mai 2019 - 09:30h

Mais uma vez a Clínica Mais Vida, sempre com o objetivo primordial de ofertar o melhor e mais especializado serviço na área médica, amplia seu quadro de especialistas com a recente parceria firmada com o otorrinolaringologista Anderson Abreu. A otorrinolaringologia cuida de algumas das funções e sentidos do corpo humano mais importantes para uma vida saudável: o olfato, a fala, a respiração, a audição e o equilíbrio. Anderson Abreu destaca que na atualidade as doenças relacionadas a estas áreas tem crescido muito em razão do envelhecimento das pessoas, da poluição sonora e estilo de vida. Dando ênfase ao uso de fones de ouvido em volumes excessivos. Anderson atuará na área de: tratamento clínico e cirúrgico de doenças do ouvido, nariz e garganta; tratamento de tonturas; tratamentos de ronco e apnéia; surdez e zumbido; distúrbios da voz; videolaringoscopia; nasofibroscopia; videonasofaringolaringoscopia. “A parceria com a Clínica Mais Vida possibilitará aos moradores de Brumado e região a possibilidade de buscarem uma avaliação precoce de qualquer sintoma relacionado a estas áreas que são essenciais para a manutenção da saúde”, frisa o especialista. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

30 Mai 2019 - 04:30h

Grave em qualquer área de conhecimento, as fake news podem se tornar letais quando o alvo é a saúde. Por redes sociais, sites de busca e aplicativos de mensagens, espalham-se milhares de receitas infalíveis, alimentos superpoderosos, estudos inexistentes e tratamentos milagrosos. O mais perverso: doenças graves, que demandam tratamento específico e contínuo, são justamente as mais usadas para fisgar leitores desavisados. A mais recente notícia falsa é também uma das mais perigosas. Trata-se de uma suposta terapia natural que promete curar 95% das doenças existentes no mundo. Conhecida como MMS, sigla em inglês para solução mineral milagrosa, a substância popularizou-se entre familiares de pessoas com autismo. Mas seus defensores afirmam que seus efeitos vão muito além. Com efeito antibiótico, antiviral, antifúngico, antiparasitário, entre outros, ela seria eficaz contra malária, infecções, aids, câncer e Alzheimer. O nome e a infinidade de usos já são suficientes para levantar suspeita sobre o produto. Mas, além da ausência de efeitos terapêuticos, a MMS, é um líquido composto de dióxido de cloro, um alvejante usado no branqueamento de tecidos e no tratamento de água. Diz Renata Fonseca, gerente de fiscalização da Anvisa: “É uma substância química com atividade corrosiva que pode causar males para a saúde. É um produto que também traz riscos pela inalação”. Clique aqui e veja a reportagem completa na Revista Veja.

29 Mai 2019 - 10:30h

A saúde do coração deve ser vista como prioritária. Você se lembra qual foi a última vez que foi ao cardiologista?  Não?  Bom reavaliar sua resposta. É sempre bom tirar um tempinho para realizar os exames de rotina e se certificar que está tudo bem. Pois, infelizmente, a maioria das pessoas têm a mania de marcar um médico somente quando estão doentes. Então, necessário mudar este mal hábito urgente. O ECG é um exame simples, barato e não invasivo. Permite uma ideia da condição cardíaca e pode identificar situações de risco e morte súbita. Achamos que todas as pessoas deveriam ter um ECG em algum momento da vida, que somente fosse repetido segundo necessidade clínica. O ECG é capaz de analisar o ritmo cardíaco, a presença ou não de arritmia, a frequência cardíaca, a condução atrioventricular, presença de bloqueio e sobrecarga cardíaca, análise de áreas eletricamente inativas, que infartaram, auxilia no diagnóstico de infarto, pericardite, embolia pulmonar, cardiopatias congênitas, alterações genéticas cardíacas, diagnostica anormalidades no coração do atleta. Portanto, mude seus hábitos. Ligue agora para a Clínica Mais Vida e agende sua consulta com o cardiologista.  Seu coração agradece! Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545/ (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

29 Mai 2019 - 07:30h

A periodontite refere-se a uma inflamação dos tecidos gengivais, que já não está limitada à gengiva, como na gengivite, mas também afeta os tecidos de suporte dental, como ligamento periodontal e do suporte ósseo. A perda deste suporte faz com que os dentes fiquem “soltos”, sendo a principal causa de perda precoce de dentes em adultos. Fatores locais também podem predispor os pacientes a defeitos periodontais isolados; esses incluem forma e alinhamento do dente, presença e qualidade das restaurações, contatos interdentais deficientes, formação de cálculo, cáries subgengivais, oclusão traumática e anatomia anormal do osso alveolar ou da gengiva. Além disso, fatores como predisposição genética, diabetes e tabagismo podem determinar a progressão e a gravidade do quadro. Se suas gengivas estão inchadas, vermelhas, sangram com facilidade ou mostram outros sinais e sintomas de periodontite, consulte um dentista o quanto antes. Quanto mais cedo você procurar ajuda, melhores as chances de reverter danos permanentes causados por tal doença.

28 Mai 2019 - 14:30h

O maior tumor cerebral já registrado no mundo foi retirado de um homem na Índia. A massa tinha 11 kg, de acordo com a agência de notícias britânica SWNS, e foi retirada após 20 anos. O homem de 31 anos foi identificado como Sakthivel, morador de Dindigul, distante da capital Nova Delhi. Ele percebeu o crescimento anormal em sua cabeça desde jovem, mas não procurou atendimento médico por falta de dinheiro e trauma, já que seu irmão teria morrido durante uma cirurgia. O problema levou Sakthivel ao isolamento. Mas, há dois meses, o tumor começou a impedir que ele mexesse o pescoço. Foi então que decidiu procurar ajuda. A cirurgia, realizada pelo médico J. Srisaravanan em Madurai, durou 10 horas, necessitou de transfusão de sangue e envolveu uma equipe de seis médicos. “O tumor era quase do tamanho da cabeça. Nunca tinha visto um tumor tão grande em 15 anos de carreira como neurologista”, afirmou o médico à agência. A operação foi bem-sucedida e o paciente está se recuperando bem.  A suspeita é que se trata de um meningioma, o tumor cerebral mais comum, benigno, que cresce lentamente ao longo de muitos anos. O tipo de tumor envolve o cérebro e a medula espinhal. Segundo dados da clínica Mayo, nos Estados Unidos, embora não seja tecnicamente um tumor cerebral, está incluído nessa categoria porque pode comprimir o cérebro, nervos e vasos, causando incapacidade grave. É mais comum em mulheres em idades mais avançadas. As causas ainda são desconhecidas, mas os principais fatores de risco são a ação dos hormônios femininos, tratamento com radiação, transtorno hereditário do sistema nervoso e obesidade, de acordo com a clínica Mayo.

26 Mai 2019 - 10:00h

Com o objetivo de facilitar a marcação de consultas, a Clínica Mais Vida criou um quadro com as datas de atendimento dos especialistas e procedimentos. A clínica funciona de segunda a sábado. Confira o quadro acima e marque a sua consulta através dos telefones (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868. A nossa matriz está localizada na Avenida Otávio Mangabeira, 265, e nossa filial na Rua Coronel Paulino Chaves, 160.

26 Mai 2019 - 08:25h

Com canetinhas nas mãos, André Caldas, de 10 anos, fez seu mundo de ilustrações ir muito além dos cômodos de sua casa. Diagnosticado com Distrofia Muscular de Duchenne (DMD), ele inspirou o projeto ‘Caiu do Céu’ e vem ajudando a colorir a vida de outros meninos portadores da mesma doença. Natural de Santos, no litoral de São Paulo, André, aos dois anos, recebeu o diagnóstico da DMD, uma doença sem cura e degenerativa, que enfraquece os músculos e afeta, principalmente, os meninos. Buscando um tratamento mais avançado, após alguns anos do diagnóstico, a família foi morar na França. Para custear os gastos no país, a forma encontrada foi vender canecas estampadas com desenhos feitos pelo próprio André. “Ele iniciou o ensino fundamental lá, não era alfabetizado ainda. Aprendeu a língua em seis meses, mas fomos percebendo suas dificuldades de aprendizagem”, diz a mãe do menino, Andréa Caldas, de 49 anos. Andréa conta que o filho ficava triste com a situação e que, então, começou a buscar saídas nas capacidades dele, momento em que percebeu que ele se expressava muito em seus desenhos, mostrando resultados positivos de desenvolvimento. “Guardava todos como um tesouro. Até que um dia, abriu uma escola Montessori (método de ensino) perto de nossa cidade, porém era particular e muita cara. Mas era uma esperança para recuperar o amor pelo aprender. Foi quando tive a ideia de imprimir seus desenhos em canecas e criar o projeto Caiu do Céu”, relata. O projeto, segunda ela, tinha como objetivo proporcionar algo que André precisava por meio de suas próprias capacidades, mostrando seu valor e elevando sua autoestima e confiança. O nome veio de uma brincadeira que fazia com o cunhado pelo Skype, em que ele aparecia na tela de cabeça para baixo e brincava com o menino afirmando que tinha caído do céu, simbolizando esperança e alegria.

24 Mai 2019 - 17:30h

O câncer de mama é uma das neoplasias mais comuns entre as mulheres. No Brasil, o percentual de novos casos por ano chega a 29%, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). Por causa disso, muitas farmacêuticas têm voltado seus esforços na produção de medicamentos capaz de combater a doença. Esta semana, por exemplo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou o Herzuma, um medicamento biossimilar do trastuzumabe, indicado para o tratamento do câncer de mama HER2+, que são tumores agressivos capazes de se desenvolver muito mais rápido em comparação com outras formas de cânceres mamários. De acordo com a Veja, o Herzuma é um anticorpo monoclonal considerado uma terapia-alvo, ou seja, tem a capacidade de bloquear a multiplicação das células cancerígenas, sem atingir as células sadias. A medicação é recomendada tanto para casos de câncer de mama em estágio inicial como para metastáticos, mesmo para as mulheres que já tenham recebido outras terapias. Além disso, o novo biossimilar pode ser utilizado em diferentes fases do tratamento: após cirurgia, quimioterapia e radioterapia ou em conjunto com esses tratamentos e outras medicações para a doença. “Essa modalidade de câncer de mama corresponde a 20% dos tumores diagnosticados. [Portanto,] a possibilidade de ampliar o acesso da paciente é fundamental para garantir um tratamento moderno, seguro e eficaz para uma doença cada vez mais presente no dia a dia das mulheres”, comentou Heraldo Marchezini, CEO da Biomm, farmacêutica brasileira que, em parceria com a sul-coreana Celltrion Healthcare (CHTC), traz a novidade para o Brasil. O próximo passo é receber a aprovação da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED), que analisará o preço do produto antes que ele possa ser comercializado no Brasil. De acordo com Marchezini, todo esse processo deve acontecer nos próximos meses e em breve o medicamento estará disponível para comercialização, permitindo uma nova opção de tratamento para a paciente brasileira.

23 Mai 2019 - 17:30h

Vinte e cinco pessoas morreram na Bahia este ano com algum tipo de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG). O dado foi divulgado nesta quinta-feira (23), pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) e corresponde a semana epidemiológica 21, com dados levantados até 22 de maio. Entre os 417 municípios baianos, 55 registraram casos de SRAG. O município com maior registro foi Salvador, com 297 casos, o que equivale a 63,6% do total de casos notificados no estado. A capital baiana também teve o maior número de óbitos, com 17 casos. Em toda a Bahia foram 467 casos de síndrome, 48 confirmados para Influenza, 55 por outros vírus respiratórios, 128 com amostras negativas e 236 casos estão em investigação. Conforme registrado no boletim, dos 48 casos confirmados para Influenza, 24 foram ocasionados pelo vírus Influenza A H1N1, 18 pelo vírus Influenza A H3N2 sazonal, um Influenza A não subtipado e cinco por Influenza B. Foram identificados outros vírus respiratórios dentre as amostras positivas dos casos investigados: Vírus Sincicial Respiratório (22), Parainfluenza1 (2), Parainfluenza3 (4), Adenovírus (3) e Metapneumovírus (24). De acordo com o boletim da Sesab, dos 25 óbitos, quatro foram por H1N1, três por Influenza H3N2, um por Parainfluenza I, três óbitos estão sendo investigados e em 14 óbitos não houve identificação de vírus. Os casos de síndrome respiratória por H1N1 ocorreram com maior incidência na faixa etária de 50 a 59 anos (0,4 por 100 mil hab.), e a maior letalidade foi registrada no grupo de menores de 2 anos e 2 a 4 anos. Os 467 casos notificados representam redução de 63,25% em relação aos dados do mesmo período de 2018. No ano passado, nos meses do primeiro semestre, foram notificados 1.271 casos e 116 óbitos de SRAG. Foram confirmados 306 casos e 37 óbitos por Influenza, dentre eles Influenza A H1N1 (225 casos e 27 óbitos), Influenza A H3N2 Sazonal (36 casos e 05 óbitos), Influenza A não subtipado (11 casos e 01 óbito) e Influenza B (34 casos e 04 óbitos).

23 Mai 2019 - 14:30h

Verrugas são aquelas lesões causadas por vírus. Elas podem ocorrer em qualquer lugar do corpo. Sendo as áreas mais expostas e de maior atrito, como as mãos, joelhos e cotovelos as mais propicias para o aparecimento. Nas crianças é muito comum o aparecimento de verrugas na ponta dos dedos. É preciso ressaltar que as verrugas são contagiosas, porém, apesar de assustarem, serem bastante incomodas e esteticamente desagradáveis, são consideradas lesões benignas, que ocorrem na camada superficial da pele. As lesões não são consideradas uma urgência médica, mas como toda alteração no corpo deve ser tratadas, pois podem se espalhar pelo corpo dificultando a cura. O tratamento se faz de suma importância para que as verrugas regridam de maneira mais rápida. Stephane Spínola destaca que existem casos que deve-se recorrer ao especialista com urgência, tais como: aparecimento de verrugas no rosto ou genitais; quando está aberta e parece infectada ou quando pode-se verificar bolhas. Em qualquer caso o tratamento deve ser realizado com um especialista. Não usando medidas caseiras ou comprando produtos sem a orientação de um dermatologista. Agende sua consulta. A prevenção é a melhor forma de cuidar da sua saúde! Para maiores informações, ligue: (77) 3441-4545 / (77) 99951-4755 / (77) 99180-9496 / (77) 3441-4500 / (77) 99989-6868.

22 Mai 2019 - 09:30h

Depois de nove anos de espera por uma cirurgia no Instituto de Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), Carlos Augusto de Abreu e Silva, de 69 anos, morreu na segunda-feira (20) sem conseguir uma nova prótese de quadril. A espera pela cirurgia começou em 2010, quando ele entrou na fila para conseguir uma revisão da prótese que havia colocado na região do quadril após se acidentar no ano de 2005. Naquela época, Carlos entrou na fila com o número 182. Enquanto esperava pela revisão, ele se machucou novamente e deslocou a prótese, tendo uma retração do osso do quadril, o que dificultava a locomoção. Os médicos informaram que, mesmo naquela condição, Carlos Augusto deveria aguardar na mesma fila de espera. Em 2018, já com uma infecção, Carlos ainda aguardava, com a prótese deslocada, pela revisão e nova cirurgia. O número que ele ocupava na fila era o 46. Depois de quase uma década esperando para ser atendido, a infecção de Carlos piorou. Ele foi internado no Hospital Rocha Faria, na Zona Oeste da cidade, teve pneumonia e morreu na segunda-feira (20), ocupando a 40ª posição na fila do Into. “Ele sempre lutou por ele e pelas 12 mil pessoas que estavam na fila. Há 11 meses, ele falou que ele pedia misericórdia. Então, ontem, o Estado não teve misericórdia, o governo ao teve misericórdia, mas Deus teve misericórdia porque ele descansou. Hoje, eu sinto uma sensação maior de impunidade. De que, mais uma vez, o descaso, e a negligência venceram”, desabafou a filha de Carlos Alberto. O pedido de ajuda relatado pela filha é mostrado em um dos últimos vídeos gravados pelo paciente antes de falecer.