Bauru: Após ofensas racistas, prefeita negra eleita é ameaçada de morte

02 Dez 2020 - 14:30h

Após registrar boletim de ocorrência por ofensas racistas, a prefeita eleita de Bauru (SP) Suéllen Rosim (Patriota) retornou nesta terça-feira (1º) para a delegacia e denunciou uma ameaça de morte recebida por e-mail. Na mensagem, o homem se identifica, a ofende de 'macaca' e alega que vai comprar uma pistola no Rio de Janeiro para matá-la na casa. A ameaça foi enviada na tarde desta segunda-feira (30) para o e-mail pessoal da prefeita eleita. De acordo com o delegado Eduardo Herrera, a mensagem foi anexada ao primeiro boletim de ocorrência e será investigada pela Polícia Civil como injúria racial, a princípio. Até esta terça-feira (1º), nenhum suspeito havia sido identificado. Ao G1, Suéllen disse que não conhece nenhum dos autores dos ataques racistas que ela recebeu e que ela espera que os envolvidos sejam identificados e punidos pela lei. “É um absurdo a gente ainda ter que ouvir esse tipo de palavra, dessas questões raciais. É inadmissível. Lamento muito. A gente tem tanta coisa pra discutir da cidade, tantos problemas no município e a gente ter que discutir um assunto tão pesado”, afirma.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias