Secretário de Saúde diz que Bahia passa pela 2ª onda do novo coronavírus

04 Dez 2020 - 08:30h

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse, em entrevista nesta quinta-feira (3), que os baianos estão vivendo uma segunda onda da Covid-19. Segundo ele, o número atual de casos ativos equivale aproximadamente ao do mês de junho de 2020, quando o estado viveu o primeiro pico. “Estamos completando três semanas sucessivas de crescimento progressivo contínuo do número de casos, portanto é possível falar que nós estamos já enfrentando uma segunda onda, em um cenário mais grave do que tentamos na época do início da pandemia. Nossa previsão é que essa segunda onda dure mais três semanas, e que ela comece a diminuir no final do ano”, disse. De acordo com o G1, Vilas-Boas destacou que no começo, a "onda" da Covid-19 partiu de Salvador para o interior do estado. No entanto, agora há um surto geral, com aumento em todas as regiões. “Naquela época, nós tínhamos um revezamento de surto. Nós tínhamos uma onda que começou na capital e foi avançando para o interior, à medida que uma região nova ia apresentando caso, a outra ia diminuindo. Nesse momento nós temos um surto geral, um aumento geral de todas as regiões do interior da Bahia, com taxas de internação muito superiores ao que nós observamos no começo do ano”, explicou. O secretário disse também que a secretaria encontra dificuldade em remover as pessoas de algumas regiões, pois os familiares não querem se afastar dos pacientes.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias