Ataque à imprensa não explica acusações de uso indevido de carro oficial da Câmara de Brumado

03 Ago 2021 - 14:00h

O vereador Wanderley Amorim da Silva (DEM), o Nem, preferiu, na última segunda-feira (02), atacar a imprensa local (veja aqui) ao invés de explicar o uso de carro oficial da Câmara de Brumado para transportar membros de uma empresa particular para participar de licitações nas cidades de Caetité e Dom Basílio. Com um discurso evasivo, o parlamentar contou com a ajuda e o cooperativismo da bancada de situação para explicar as denúncias. De tempos em tempos, a imprensa tem sido alvo de ataques e ameaças por parte de alguns vereadores da bancada de situação ao prefeito Eduardo Lima Vasconcelos (PSB). Na oportunidade, ao invés de apresentar respostas plausíveis diante das denúncias veiculadas, o parlamentar preferiu se fazer de vítima, argumentando que sofreu perseguição da mídia local e que não lhe foi dado espaço de resposta, o que é uma inverdade. A imprensa não o condena, apenas pede esclarecimentos referentes às denúncias. Em seu pronunciamento, o parlamentar declarou que esteve em Caetité para um encontro com o pretenso candidato a deputado nas próximas eleições de 2022 para tratar de assuntos relacionados à carência hídrica das comunidades rurais de Brumado, mas não fez citação do nome do mesmo.

Por outro lado, por que o encontro tinha que ocorrer exatamente no setor de tributos do município vizinho, onde acontecem as licitações? Por que tal encontro não foi agendado para o escritório regional da Embasa? Qual a ligação do vereador com a empresa citada nas denúncias, a qual ele é acusado de favorecer com o uso dos carros legislativo? E, em Dom Basílio, por que mais uma vez o vereador foi flagrado com membros da mesma empresa? Pode o carro da Câmara de Vereadores ser utilizado para caronas de particulares alheios aos assuntos ligados aos interesses do coletivo municipal? O que a imprensa busca é a verdade dos fatos, sem julgamentos, apenas levantando questões pontuais diante das denúncias apresentadas. O nosso papel de informar a população continuará cada dia mais firme e forte. Ao vereador Nem, fica o espaço aberto para se explicar das acusações de uso indevido de carro oficial do poder legislativo. O site Achei Sudoeste já havia entrado em contato com o parlamentar para que o mesmo apresentasse a sua versão, mas as ligações não foram atendidas e nem retornadas.

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias