Motorista que atropelou e matou professor em Caculé não estava alcoolizada, diz laudo

29 Jun 2022 - 10:00h

Um laudo médico descartou o uso de bebidas alcoólicas por parte da motorista que atropelou e matou o professor Wilike Fernandes Moreira, no último domingo (26), na cidade de Caculé, a 100 km de Brumado (veja aqui). O documento foi emitido pelo profissional de saúde que atendeu a mulher logo após o acidente. O laudo corrobora a informação prestada pelos policiais militares que atenderam a ocorrência. Em depoimento, eles confirmaram que a mulher foi presa em flagrante por homicídio culposo, porém não mencionaram o uso de bebida alcoólica ou qualquer alteração motora visível. A Polícia Civil trabalha com duas hipóteses: falha mecânica ou erro humano ao dirigir o veículo. A mulher é natural da cidade de Caetité. À polícia, ela disse que não conseguiu frear o carro, mesmo tentando inúmeras vezes. Ela permanece presa até a manifestação da justiça. Uma audiência de custódia será realizada na quarta-feira (29). 

Comentários

Nenhum comentário, seja o primeiro a enviar.


Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião do Achei Sudoeste. É vetada a postagem de conteúdos que violem a lei e/ou direitos de terceiros. Comentários postados que não respeitem os critérios podem ser removidos sem prévia notificação.

Deixar comentário

Comentário

mais notícias