Achei Sudoeste

BUSCA PELA CATEGORIA "Saúde"

30 Mar 2020 - 11:30h

O primeiro estudo com a cloroquina foi deflagrado no país. Envolve instituições de várias regiões do país, como o Hospital Estadual Geral de Goiânia, a Fundação Oswaldo Cruz e a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. No total, mais de 800 pacientes graves receberão a medicação em doses diferentes. De acordo com a Veja, Ludhmila Abrahão Hajjar, coordenadora de ciência, tecnologia e inovação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, integrante da equipe do estudo explica os detalhes do trabalho inovador e fala do papel do Brasil na pesquisa de ponta mundial.

30 Mar 2020 - 07:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99991-5757 (WhatsApp).

29 Mar 2020 - 08:45h

O Ministério da Saúde divulgou neste sábado (28) o mais recente balanço dos casos da Covid-19, doença causada pelo coronavírus Sars-Cov-2. Os principais números são: 114 mortes e 3.904 casos confirmados. O balanço acrescentou 22 mortes e 487 casos confirmados ao total. No balanço anterior, da sexta-feira (27), o Brasil tinha 92 mortes e 3.417 casos confirmados. Das 22 mortes acrescentadas ao total no país neste sábado, o estado de São Paulo teve 16 mortes. De acordo com o Ministério da Saúde, até as 15h, havia 569 pessoas internadas com confirmação para Covid-19 no país. Os números consideram as pessoas cujos resultados dos testes já foram apresentaram e testaram positivo. O número não considera casos suspeitos. Este é o segundo maior aumento diário de casos confirmados no Brasil até agora. Na sexta-feira, foram 503 novos casos. Durante seu pronunciamento na apresentação dos dados, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que não tem covid-19. Ele afirmou que faz o teste com frequência e até agora todos deram negativo.

28 Mar 2020 - 20:50h

O ministro da saúde, Henrique Mandetta, mudou neste sábado (28) o tom novamente de suas declarações sobre isolamento social. Na terça-feira (24), ele tinha ajustado o seu discurso ao do presidente Jair Bolsonaro, contrário a um isolamento mais geral e favorável ao isolamento apenas de idosos e pessoas de 60 anos e mais. Neste sábado, Mandetta foi mais enfático na defesa de que as pessoas que podem devem ficar em casa. Ele justificou sua defesa de que as pessoas devem permanecer em casa para que o sistema de saúde não se sobrecarregue, aumentando a letalidade da Covid 19 por falta de leitos e de UTI. Ele disse que o fato de as pessoas estarem em casa já fez o número de internados por acidentes de trânsito diminuir, o que libera espaço para os que precisam se tratar da Covid: “Mais uma razão pra gente diminuir bastante a atividade de circulação de pessoas no intuito de diminuir o trauma, que é um efeito também secundário, benéfico, além do efeito de diminuir a transmissão”, ele disse. O ministro afirmou: “Mais uma razão pra gente ficar em casa, parado, até que a gente consiga colocar os equipamentos na mão dos profissionais que precisam. Porque se a gente sair andando todo mundo de uma vez vai faltar pro rico, pro pobre, pro dono da empresa, pro dono do botequim, pro dono de todo mundo”.

28 Mar 2020 - 06:10h

É inevitável que a próxima onda da pandemia atinja em cheio a América Latina, alertou ontem em editorial a revista médica Lancet. O Brasil será o país mais afetado e poderá ter até 1,15 milhão de mortos, de acordo com a projeção de outro estudo. Um dos principais eixos globais de informação científica sobre a Covid-19, a Lancet destaca que alguns governos ainda não encaram a doença com seriedade e cita especificamente o presidente Jair Bolsonaro, o único governante a ter o nome mencionado - e criticado. á o estudo “O impacto global da Covid-19 e as estratégias de mitigação e supressão”, do grupo de Resposta à Covid-19 do Imperial College, de Londres, previu em 1.152.283 o número de mortes no Brasil, caso medidas de contenção não sejam tomadas. No outro extremo, com as medidas mais radicais e precoces, esse número despencaria para 44 mil brasileiros mortos. “Muitos governos têm respondido rapidamente, mas muitos ainda não encaram a ameaça da Covid-19 com seriedade - por exemplo, ignorando a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de evitar aglomerações. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, tem sido fortemente criticado por especialistas em saúde e enfrenta uma reação negativa cada vez maior por sua fraca resposta”, diz o editorial. De acordo com o jornal o Globo, o cenário para o Brasil é sombrio. Foi uma análise desse mesmo grupo do Imperial College que fez o premier britânico, Boris Johnson, ele próprio agora infectado, mudar a política do país e adotar o distanciamento social radical, com uma série de medidas mais restritivas.

27 Mar 2020 - 07:30h

O primeiro mês da circulação do coronavírus Sars-Cov-2 no Brasil deixou 77 mortes e 2.915 casos confirmados. Os dados são do balanço do Ministério da Saúde, que compilam os dados repassados pelas secretarias estaduais até as 17h30 desta quinta-feira (26). Cardíacos, homens e pessoas acima de 60 anos estão entre os grupos que tiveram mais casos graves e mortes neste mês. O balanço aponta ainda que, nesta tarde, o país tinha 194 pacientes internados em UTIs e outros 205 em enfermarias. Em relação ao dia anterior, quando o balanço apontava 57 mortes, houve um aumento de 35%. Em relação aos casos, que somavam 2.433 casos na quarta, a alta foi de 19%. Dos casos, 1.665 estão no Sudeste. No Brasil, a taxa de letalidade é de 2,7%.

26 Mar 2020 - 14:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99991-5757 (WhatsApp).

26 Mar 2020 - 10:30h

O Ministério da Saúde autorizou o uso de cloroquina no tratamento de casos graves de infecção pelo novo coronavírus.  A informação foi um dos assuntos mais comentados na coletiva de imprensa comandada pela pasta nesta quarta-feira, 25. Segundo o secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos da pasta, Denizar Vianna Araújo, será apresentado um protocolo de 5 dias para a utilização do medicamento em pacientes graves de Covid-19. Araújo afirmou que o uso do medicamento não é recomendado para casos leves da doença, tratados fora do ambiente hospitalar, citando efeitos colaterais. Agora testada no combate ao coronavírus, a cloroquina costuma tratar doenças como malária e lúpus. De acordo com a Veja, a decisão do uso (ou não) do medicamento ficará nas mãos do médico responsável pelo tratamento individual de cada paciente, informou o Ministro da pasta Henrique Mandetta.

25 Mar 2020 - 10:00h

A população da Bahia passa a contar com o Tele Coronavírus 155, que vai prestar orientação e esclarecimentos à população, com rapidez e agilidade, durante à pandemia do novo coronavírus. O serviço, que passa a funcionar das 7h às 19h, é gratuito e fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, a Universidade Federal da Bahia (Ufba) e a Fiocruz Bahia. Através do número 155, estudantes do quinto e sexto ano de medicina, supervisionados por médicos, irão orientar a população, evitando a circulação de pessoas que não precisam de atendimento em unidades de saúde, neste primeiro momento.

23 Mar 2020 - 11:30h

Os países não podem simplesmente isolar suas sociedades para derrotar o novo coronavírus, disse o diretor-executivo de emergências da Organização Mundial da Saúde, Mike Ryan, no domingo (22). Em entrevista ao programa “Andrew Marr Show”, da BBC, ele disse que é preciso haver medidas de saúde pública para evitar o ressurgimento do vírus mais tarde. “O que realmente precisamos focar é encontrar aqueles que estão doentes, isolá-los, encontrar seus contatos e isolá-los”, disse Mike Ryan em entrevista no 'Andrew Marr Show', da BBC. “O perigo com os bloqueios... Se não colocarmos em prática as fortes medidas de saúde pública agora, quando essas restrições de movimento forem suspensas, o perigo é que a doença volte a subir”.  Ryan disse que os exemplos da China, Cingapura e Coréia do Sul, que associaram restrições a medidas rigorosas para testar todos os suspeitos, forneceram um modelo para a Europa, atual epicentro da pandemia. “Uma vez que suprimimos a transmissão, temos que ir atrás do vírus”. No programa de TV, o especialista foi perguntado sobre o desenvolvimento de vacinas. “Temos que ter certeza de que seja absolutamente segura. Estamos falando de, pelo menos, um ano. A vacina virá, mas temos que fazer o necessário agora”, respondeu ele.

23 Mar 2020 - 07:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99991-5757 (WhatsApp).

20 Mar 2020 - 10:30h

A pandemia de coronavírus que vem atingindo o mundo nos últimos meses alertou a população para diversos procedimentos de limpeza e higienização, antes negligenciados. Um desses procedimentos é a sanitização dos ambientes públicos e particulares de forma frequente para a eliminação de agentes patogênicos como vírus, bactérias, fungos e germes, e que vem registrando um grande aumento na procura por esse serviço. De acordo com a supervisora técnica da LarClean, empresa especializada em saúde ambiental, Natalie Amorim, nos últimos dias as unidades de Salvador e Goiânia tiveram um acréscimo de 90% na busca pelo procedimento. Natalie ressalta que a empresa já oferecia esse serviço antes da pandemia, porém era mais utilizado pelas empresas, indústrias e hospitais. “O procedimento utiliza um nebulizador a frio com quaternário de amônio que proporciona a liberação de micropartículas, que formam uma fina névoa que adere ao local aplicado, formando uma película protetora deixando os ambientes protegidos contra a proliferação de microrganismos”, explica Natalie. Ela ressalta a importância do procedimento para eliminação de agentes nocivos à saúde de ambientes e superfícies com rotatividade de pessoas, porém enfatiza que o procedimento não substitui as formas de prevenção individual. PL 4763/2019 - A importância dessa higienização em ambientes coletivos já havia sido identificada pelo poder público, tanto que, desde 2019, tramita na Câmara de Deputados o Projeto de Lei no 4.763, de 2019 determinando a obrigatoriedade da limpeza e sanitização de ambientes fechados com acesso coletivo, públicos ou privados para evitar a transmissão de doenças infectocontagiosas.

20 Mar 2020 - 07:30h

As sete pessoas que morreram até agora por causa no novo coronavírus no Brasil tinham em comum outro aspecto além do fato de serem idosos. Todas tinham doenças prévias que contribuíram para agravar sua situação. A primeira vítima, um homem de 62 anos de São Paulo, sofria de diabetes e hipertensão, assim como uma mulher de 63 anos de Miguel Pereira, no Rio de Janeiro. Quatro homens com idades entre 62 e 85 anos que morreram em São Paulo também tinham, de acordo com o governo do Estado, outros problemas de saúde. Esses casos vão ao encontro do que vem sendo dito por autoridades de saúde desde o início da pandemia. Não é apenas a idade avançada que eleva as chances de alguém desenvolver uma forma grave de covid-19, como é chamada a doença causada pelo novo coronavírus, mas também ter doenças crônicas. Essas doenças enfraquecem o sistema imunológico, reduzindo a capacidade de defesa do nosso organismo, explica o médico Renato Grinbaum, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia. “As doenças crônicas geram na maioria das vezes um desgaste do sistema imune, o que permite que o vírus se dissemine pelo sangue até chegar ao pulmão, gerando nele uma infecção”, afirma Grinbaum.

19 Mar 2020 - 08:30h

O Laboratório Exame é especializado em análises clínicas em Brumado e região. No município, a unidade terá como bioquímico o experiente e competente Leonardo Borborema Neto. O laboratório oferece um atendimento humanizado e personalizado, proporcionando maior satisfação aos clientes e colaboradores. O laboratório dispõe de equipamentos de alta tecnologia para realização de exames de qualidade, com resultados confiáveis e seguros para um diagnóstico preciso e rápido a serviço da vida da população de Brumado e região. A missão é realizar exames laboratoriais com excelência e qualidade, atender com humanização, sustentabilidade e responsabilidade social, com uma visão de ser reconhecido como um laboratório de referência e manter a credibilidade junto à sociedade. O valor será em total compromisso com a vida; confiabilidade; melhoria contínua; ética e humanização. O laboratório Exame fica localizado na Avenida Cassemiro Pinheiro de Azevedo, 655, centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9286 / (77) 3441-5039 / (77) 99991-5757 (WhatsApp).

19 Mar 2020 - 07:30h

Em Brumado, o Neo Odonto - Núcleo de Estética Oral possui convênio com vários planos de saúde a fim de oferecer as melhores condições de pagamento aos seus pacientes. O consultório trabalha com serviços de prótese dentária, limpeza, tratamento de canal, extração, clareamento dental, aparelho dental, lentes de contato e restauração. Faça a sua avaliação agora mesmo e agende o seu tratamento. O Neo Odonto fica localizado na Rua Coronel Paulino Chaves, 499, no centro. Para maiores informações, ligue: (77) 3441-9262 / (77) 99702-3049 (WhatsApp).

18 Mar 2020 - 12:30h

O ministro Luiz Henrique Mandetta reforçou a recomendação de que os idosos recebam atenção especial das famílias durante o enfrentamento do coronavírus no país. “Cuidem dos idosos. É hora de filho e filha cuidarem dos pais”, afirmou Mandetta, durante coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (17), que atualizou os números de casos confirmados do novo coronavírus no país. O ministro também pediu que os pais evitem levar crianças para a casa dos avós. “Muitas vezes, as crianças são portadores assintomáticos. É muito difícil evitar o contato de um avô, uma avó com um neto. Não podemos deixar nossos idosos em risco”, afirmou. De acordo com Mandetta, a saúde dos idosos é prioritária para evitar o estrangulamento das unidades de terapia intensiva do país, pois o grupo tende a apresentar quadros mais graves da doença.

18 Mar 2020 - 10:30h

Os ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública) editaram, nesta terça-feira, 17, uma portaria interministerial com determinações sobre a obrigatoriedade no cumprimento das medidas anunciadas pelo governo federal para conter a pandemia do novo coronavírus. Uma das decisões permite que o indivíduo que descumprir as recomendações poderá ser preso. A portaria leva em consideração dois artigos do Código Penal (Decreto-lei 2.848, de 7 de dezembro de 1940): o 268 e o 330. O primeiro afirma que é crime contra a saúde pública “infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa” – neste caso, a pena é detenção, de um mês a um ano, e multa. O segundo artigo, por sua vez, estabelece que é crime “desobedecer a ordem legal de funcionário público”, com pena de detenção, de quinze dias a seis meses, e multa. Segundo o texto assinado pelos ministros, os profissionais da área da saúde poderão “solicitar o auxílio de força policial nos casos de recusa ou desobediência” de pacientes que precisem ficar em isolamento ou quarentena. A portaria também prevê que “a autoridade policial poderá encaminhar o agente à sua residência ou estabelecimento hospitalar para o cumprimento das medidas”. Há, ainda, a possibilidade de o indivíduo ser encaminhado a um estabelecimento prisional em cela isolada dos demais – esta hipótese, contudo, só é cogitada em casos excepcionais. O documento também prevê que, caso o governo passe a determinar o isolamento compulsório de pacientes, o que, por ora não ocorre, deve haver indicação médica e a medida precisa ser informada previamente às autoridades.

17 Mar 2020 - 13:30h

Os testes para detectar o coronavírus podem levar de 15 minutos, com uma picada no dedo para tirar o sangue, ou até sete dias, com uma coleta no nariz e faringe por meio de um cotonete. A maior parte da rede de saúde opta pelo PCR, incluindo o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e o Sistema Único de Saúde (SUS). O tipo demora mais, mas é mais preciso. De acordo com o G1, a infectologista Tânia Vergara, da Sociedade de Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, explica que o teste do tipo PCR, o mesmo distribuído pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e feito pelo SUS nos laboratórios de referência, é o "padrão ouro". Ela defende que seja feito sempre para confirmação da doença. Vergara diz que outros modelos de teste podem apresentar um resultado cruzado - mostrar um falso positivo, detectando uma resposta do corpo à outra doença. No caso do PCR, é uma detecção específica do vírus coronavírus, o que diminui o risco. Mesmo após pedido da Organização Mundial da Saúde (OMS) para que os países apliquem testes em massa, o Ministério da Saúde mantém a determinação de testar apenas casos graves nos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo.

17 Mar 2020 - 11:25h

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) confirmou mais três casos de contaminação por coronavírus, na manhã desta terça-feira (17). Com isso, o número total de registros subiu de 10 para 13. O resultado foi confirmando por meio de testes. Segundo uma publicação nas redes sociais de Fábio Vilas-Boas, secretário de saúde da Bahia, os novos casos de contaminações foram registrados em Porto Seguro (2), no sul da Bahia, e também em Prado (1), que fica no extremo-sul do estado baiano. Todos os casos foram importados. De acordo com a Sesab, um dos casos de Porto Seguro é de uma mulher de 35 anos, que teve passagem pelos Estados Unidos Da América. O segundo caso também é de uma mulher, de 42 anos, e que teve contato com um paciente contaminado, que estava na festa de casamento da irmã de Gabriela Pugliesi, em Itacaré. O caso de Prado, no entanto, é de um homem de 42 anos, que teve passagem por Milão e Londres.

17 Mar 2020 - 10:55h

O estado de São Paulo registrou o primeiro caso de morte de uma vítima por coronavírus. A informação foi divulgada pelo governo estadual na manhã desta terça-feira (17). Não há informações se a vítima mora na capital paulista e qual o sexo. Ainda não há detalhes se a vítima viajou ao exterior ou se teve contato com alguém contaminado no Brasil. Esse também foi o primeiro óbito registrado no Brasil. De acordo com a Secretária Estadual de Saúde, o estado de São Paulo tem 152 casos confirmados da doença até esta segunda-feira, com mais 1.777 casos suspeitos de coronavírus. Em todo o Brasil são 234 casos confirmados, de acordo com o boletim do Ministério da Saúde desta segunda-feira. De acordo com o G1, o Governo de São Paulo avalia que o surto de coronavírus deve durar “de quatro a cinco meses”. No entanto, as medidas restritivas adotadas pela administração estadual, como a suspensão das aulas e a restrição de eventos, não devem ser aplicadas durante todo este período.